2008/11/15

Obras do porto de pescas





Fotos de Luís Furtado

Sejamos claros, os pescadores do Porto Formoso estão insatisfeitos com o que vai aparecendo feito na obra do porto dos barcos.
Começou mal o projecto, pelo facto de os pescadores não terem sido consultados na sua fase de elaboração e continuou mal ao não ter existido uma fase prévia de discussão pública, aberta a quem quissesse contribuir com sugestões válidas.
Vejamos o que dizem os pescadores:

1. O molhe dedicado à pesca profissional é demasiado pequeno. Irá ter uma capacidade de apenas dois barcos atracados.
2. O molhe da pesca profissional está a ser construído excessivamente para dentro e está confrontado de frente com o molhe de pesca desportiva. Resulta daqui pouca navegabilidade dentro do molhe, uma vez que, haverá pouca profundidade quando a maré estiver vazia em alturas de “marés-vivas” e vai haver muita “ressaca” quando houver maresia porque as ondas vão entrar entre os dois molhes e vão fazer muita ondulação no interior do molhe.
3. O molhe da pesca profissional devia ter sido construido no “inglês” (a ponta logo a seguir ao Castelo). Esse molhe ficaria maior e mais por fora protegendo o molhe da pesca desportiva, que ficaria por dentro do lado esquerdo.
4. O molhe da pesca desportiva devia ter pontões com lugares de atracagem, como seria de esperar numa pequena marinha. Afinal, vai ser apenas composto por um molhe de atracagem, resultando daí poucos lugares para este tipo de barcos.

Em suma, um projecto que melhora as condições actuais do porto de pescas, mas que não é estruturante para a nossa freguesia, não projecta o Porto Formoso para o século XXI.
Não podemos perder esta oportunidade única de desenvolvimento com a obra mais importante jamais realizada no Porto Formoso.
Esta obra, devidamente executada, com um porto de boas dimensões e uma pequena marinha com condições, mudaria o Porto Formoso para sempre. Seria uma aliança entre a pesca e o turismo, com empresas de whale-watching, de mergulho, de big-game fishing (pesca de corrico de grandes espécies) e todo o desenvolvimento enconómico e social que isso traria à freguesia. Seria a única marinha virada a norte dos Açores!
Fica este testemunho, meu e de todos os pescadores com quem falei, no sentido de os nossos governantes reverem e melhorarem o actual projecto para o bem comum de toda a freguesia.
Um agradecimento especial ao Luís Furtado pelas excelentes fotos que ilustram este post.
ps. na última foto percebe-se perfeitamente onde fica o "inglês": é a ponta logo atrás do molhe em construção do lado direito.

2008/11/02

D´Alma

Respirar, D´Alma, 2008

Videoclip dos D´Alma, do nosso António Cabral de famílias do Porto Formoso, a residir nos EUA.

O António não esqueceu o Porto Formoso e fez questão de filmar algumas cenas na Praia dos Moinhos.

E-mail

acasadamosca@yahoo.com

Agenda

Início de Colheita - Chá Porto Formoso | 2 de Maio

Lido e percebido

"Onde está a minha terra? com o seu cheiro do mar misturado com o do trigo...que a brisa trazia da "ponte" até ao meu "jardim" onde me deliciava com a conversa do "tio evaristo"???...Está tudo tão perto da minha alma pois tudo faz parte do meu ser... Foi neste Porto Formoso que nasci, cresci e saí ficando para sempre.", comentário colocado por um anónimo no post Esclarecimentos em 14/02/2008

Últimos posts

Locations of visitors to this page