2011/03/29

Café Beira-Mar

Café Beira-Mar, meados dos anos 80. Da esq. para a dir.: José António Paiva; Jaime Cagarro; homem de bigode da Lomba da Maia; Américo Silva; Emanuel Faria, Nuno "Plora".


Como é bom ir ao baú das recordações colectivas da nossa terra. Desta vez através de uma foto da "loja" do Luís Rebelo. Esta loja/café que aqui vemos nesta foto, tinha outro tipo de modernidades que as antigas tascas da nossa terra ainda não tinham: um bom televisor a cores para ver os jogos de futebol, um tirador de finos, entre outras coisas. Este café, que hoje em dia é um mini-mercado, era o café da moda dos anos 80 e 90 no Porto Formoso.


Lembro-me de sair de casa da minha avó e ver quase sempre uma multidão à frente deste café, especialmente ao anoitecer quando todos regressavam do trabalho e lá se encontravam para trocar dois dedos de conversas, ver uns jogos de futebol na TV ou então beber umas "bolinhas" que era o nome pelo qual era conhecido a célebre cerveja Carlsberg da altura.


Era o café da malta mais nova à época, apesar disso eu não tinha idade para permancer lá durante muito tempo: os homens mais velhos não deixavam a criançada andar por ali. Mesmo assim, por vezes, conseguia passar despercebido no meio da multidão e ficar algum tempo a ver o futebol.


A sua localização era o centro do movimento no Porto Formoso de então, cruzamento de quem vinha das terras, das canadas, do mar, da camioneta, dos camiões do trabalho, dos senhores dos bancos... de toda a gente. São memórias que ficam e gente que fica na memória.


ps. agradecia se algum blogger conseguir fazer a legenda com as pessoas constantes na foto.

2011/03/11

Chás do Mundo

Em conversa sobre o Chá

O professor Luís Mendonça de Carvalho a preparar um Chá

Podia falar da SCUT, da Junta de Freguesia, da Casa do Povo ou do Porto dos Barcos que há uns meses atrás a maioria dos pescadores dizia que era tão bom e que agora não presta, mas não apetece.
Meto estas tricas politiqueiras no fundo do baú e passo o fim-de-semana entregue ao Chá. Afinal, não é todos os dias que vem ao Porto Formoso dar formação um dos maiores especialistas nacionais numa área do conhecimento, neste caso o Chá.
Haja mais cultura, mais debate, mais formação, mais educação e o Porto Formoso irá evoluir. Convidem pessoas, organizem debates, formações, invista-se nas pessoas que é o que mais faz falta ao Porto Formoso para sair da mentalidade da política do caciquismo.



Mariage Frères - Casa de Chá de Paris de onde foram encomendados os Chás em prova



A Confraria do Chá Porto Formoso organiza no próximo fim-de-semana um workshop sobre chás intitulado “Chás do Mundo”. Os participantes terão oportunidade de conhecer, desde a produção à degustação, sete tipos de chá da mais elevada qualidade, provenientes de diferentes países produtores, nomeadamente China, Formosa, Índia, Ceilão, Japão e Açores.
Do programa teórico destaque para a história social do chá, as características botânicas da planta, produção mundial, cultivo e processamento pós colheita, o chá e a saúde entre outros temas. A componente prática do workshop incidirá sobre os métodos de preparação dos diferentes tipos de chá e respectivos acessórios, sempre acompanhados de uma explicação sobre a origem, manufactura e propriedades organolépticas.
A primeira sessão conta com o apoio e terá lugar no Hotel Marina Atlântico, das 14:00 às 17:00, de Sábado dia 12 de Março, sendo dirigida a profissionais da restauração e hotelaria. Enquanto que a segunda sessão terá lugar no Domingo dia 13 de Março, na Fábrica do Chá Porto Formoso, das 14:00 às 17:00, sendo destinada aos Confrades e apreciadores de chá.
Esta formação será conduzida pelo professor Luis Mendonça de Carvalho, investigador da Universidade de Évora e um dos maiores especialistas em chás a nível nacional.
Com o presente evento a Confraria do Chá Porto Formoso pretende marcar a passagem do seu quinto aniversário, continuando, a divulgar a cultura do chá e o hábito da sua degustação.

E-mail

acasadamosca@yahoo.com

Agenda

Início de Colheita - Chá Porto Formoso | 2 de Maio

Lido e percebido

"Onde está a minha terra? com o seu cheiro do mar misturado com o do trigo...que a brisa trazia da "ponte" até ao meu "jardim" onde me deliciava com a conversa do "tio evaristo"???...Está tudo tão perto da minha alma pois tudo faz parte do meu ser... Foi neste Porto Formoso que nasci, cresci e saí ficando para sempre.", comentário colocado por um anónimo no post Esclarecimentos em 14/02/2008

Últimos posts

Locations of visitors to this page