2013/08/27

Filme na Festa



ATENÇÃO: o documentário será exibido pelas 20h como consta no programa da festa.


A festa é sem dúvida o momento alto da vida social do Porto Formoso. São os jantares e almoços em família com convidados forasteiros, são os emigrantes vageando pelas ruas em busca de sentir de novo a sua terra, é o momento solene da procissão, o arraial e muito, muito mais. Por exemplo, a prova de pesca desportiva, a missa do cemitério, a procissão dos pescadores! Não faltam motivos de interesse.

Permitam-me, no entanto, que destaque a noite de sexta-feira. Por duas razões: a actuação dos D´Alma e a exibição do filme/documentário "Meu pescador, meu velho".
No ano passado, a actuação dos D´Alma coincidiu com um desfile de moda e houve muita gente que ao ir assistir ao desfile perdeu um dos melhores concertos que vi, desde sempre, no Porto Formoso.
Contudo, o grande destaque deste ano é a exibição, às 20h de sexta-feira, do documentário "Meu pescador, meu velho" com entrada grauita!
Este filme/documentário foi filmado na sua maioria no Porto Formoso, com pessoas nossas conhecidas a assumirem o papel de personagens principais da sua própria história, inclusivé com algumas que partiram do nosso mundo (o filme começou a ser filmado em 2004). Conta-nos a história da vida e ambições dos pescadores, da contrução do porto de pescas, com opiniões contra e a favor, mas acima de tudo, mostra a essência da nossa terra e das nossas gentes, faz-nos sentir a nossa terra.  Fimado nas ruas, no jardim, nas tascas e no mar, com o tio Américo, o nosso sempre presente Mané Cabral, entre muitos outros nossos conhecidos.
Foi a primeira vez que se fez um documentário filmado na nossa terra com a nossa gente, o qual irá ser exibido em diversos festivais de cinema.
Apenas mais um grande pormenor, a realizadora - Amaya Sumpsi - fez questão que a estreia do filme em Portugal fosse no Porto Formoso, como forma de homenagear a terra e as suas gentes.
A não perder!

E-mail

acasadamosca@yahoo.com

Agenda

Início de Colheita - Chá Porto Formoso | 2 de Maio

Lido e percebido

"Onde está a minha terra? com o seu cheiro do mar misturado com o do trigo...que a brisa trazia da "ponte" até ao meu "jardim" onde me deliciava com a conversa do "tio evaristo"???...Está tudo tão perto da minha alma pois tudo faz parte do meu ser... Foi neste Porto Formoso que nasci, cresci e saí ficando para sempre.", comentário colocado por um anónimo no post Esclarecimentos em 14/02/2008

Últimos posts

Locations of visitors to this page