2010/02/08

Terminologia Agrícola do Porto Formoso

Enquanto esperamos que a Junta de Freguesia inscreva o Porto Formoso no programa ECO-Freguesia (as inscrições terminam dia 12 de Fevereiro) proponho uma leitura de um estudo do Dr. Francisco Carreiro da Costa (1921-1981) publicado no Boletim da Comissão Reguladora dos Cereais do Arquipélago dos Açores (n.º 9) - Terminologia Agrícola Micaelense (1949).
O Boletim da Comissão Reguladora dos Cereais do Arquipélago dos Açores era um órgão destinado à divulgação agrária e de matérias referentes à coordenação económica e à actividade corporativa no âmbito agrícola, da qual me chegou por mão amiga, os termos relativos à agricultura, específicamento utilizados na freguesia de Porto Formoso.

ALAGAR, s. m. O mesmo que lagar. Termo do Porto Formoso

ARROCHO, s. m. Pequeno bocado de madeira, torto ou em forma de V aberto e que serve para torcer a correia do tamoeiro, arrochando a carga à besta. Termo do Porto Formoso

ASSEIO, s. m. Clareira sem arbustos no mato. Corruptela de aceiro. Termo do Porto Formoso.

ATADOR, s. m. Bordão curto de ponteira de ferro que se espeta na terra para servir de suporte às paveias de trigo que os homens depois atarão em molho. Termo do Porto Formoso.

BAJANA, s. f. Nascente de água azeda. No Porto Formoso há a chamada Fonte da Bajana.

BARBA, s. f. Acto de cortar, a sacho, a erva em volta do milho, «fazer a barba ao milho», dizer-se no P. Formoso - freguesia onde a expressão abarbar se aplica a todas as sachas menos à primeira.

CACHAÇO, s. m. Varrasco. Termo da Achadinha e do Porto Formoso.

CAMALHÃO, s. m. No porto Formoso é o sulco feito na terra para efeitos de sementeira.

CAMBEIRO, s. m. O mesmo que sarilho. Termo do Porto Formoso.

CAPIADA, s. f. Pequeno pão de milho tendido com a mão molhada, sem o emprego de tigela nem de farinha de tender. Termo do Porto Formoso.

CHIBARRA, s. f. Cabra, antes de dar leite. Termo do Porto Formoso.

CLIPA, s. m. O mesmo que criptoméria. Termo do Porto Formoso.

DICHA, s. f. o mesmo que vala. Do inglês da América “dish”. Termo do Porto Formoso.

ENCOVETAR, v. Fazer com o sacho pequeninas covas. Termo do Porto Formoso.

GIRÃO, s. m. Pau, trave para obra. No porto Formoso é o sobejo de um tronco depois de serrado e tem a secção de um prisma triangular.

INGAÇO, s. m. Cacho de uvas imperfeito. Termo do Porto Formoso.

LUMIEIRA, s. f. Verga interior das portas e janelas, feita geralmente de madeira nas casas pobres. Termo do Porto Formoso.

MASSAME, s. m. Conjunto de folhagem, palhas, milheiros, etc. para estrume. Termo do Porto Formoso.

PALHA MIUDA, s. f. c. A palha do trigo depois de desfeita pela acção dos Trilhos. Termo do Porto Formoso.

PASTANAS, s. m. pl. Elevações laterais do camalhão, segundo asserção do Porto Formoso.

PITARDA, s. f. Diz-se da cabra ou vaca que dá leite pela primeira vez. Termo do Porto Formoso.

TANCHÃO, s. m. Estaca de madeira para suporte de sebes. Termo do Porto Formoso.

TARRABA, s. f. O mesmo que beterraba para forragem. Termo do Porto Formoso


Para mais leituras sobre este tema existe à venda o livro "O Falar Micaelense" que tem umas páginas sobre as espressões típicas e a acentuação do "falar à Porto Formoso".


E-mail

acasadamosca@yahoo.com

Agenda

Início de Colheita - Chá Porto Formoso | 2 de Maio

Lido e percebido

"Onde está a minha terra? com o seu cheiro do mar misturado com o do trigo...que a brisa trazia da "ponte" até ao meu "jardim" onde me deliciava com a conversa do "tio evaristo"???...Está tudo tão perto da minha alma pois tudo faz parte do meu ser... Foi neste Porto Formoso que nasci, cresci e saí ficando para sempre.", comentário colocado por um anónimo no post Esclarecimentos em 14/02/2008

Últimos posts

Locations of visitors to this page