Enquanto não chega o Império dos Moinhos...

Enquanto esperamos pelo "regresso" do Império dos Moinhos, saíu hoje no jornal Açoriano Oriental uma notícia acerca das zonas balneares açorianas onde podíamos ler o seguinte:

"(...) Na Ribeira Grande, apenas o Areal de Santa Bárbara terá bandeira azul. A Praia dos Moinhos, no Porto Formoso, concelho da Ribeira Grande, cuja requalificação, no valor de 500 mil euros, tanta tinta fez correr no ano passado, não foi este ano candidatada à Bandeira Azul, como se esperava tendo em conta as declarações do presidente da Câmara Municipal na altura. Marco Sousa, da empresa municipal Ribeira Grande Mais, justifica a decisão com o facto de haver um “historial de análises à qualidade da água negativas”, anteriores às obras de requalificação. “Optámos por esperar mais um ano” explicou Marco Sousa, referindo o facto da atribuição da Bandeira Azul ter em conta também os dados das análises à qualidade da água dos três anos anteriores à apresentação da candidatura. (....)"
Fonte: Jornal Açoriano Oriental de 31/05/2010

Assim, ficamos a saber que o argumento para a Praia dos Moinhos não ter sido candidatada à Bandeira Azul, mesmo depois de se teram gasto quase 523 mil euros na sua requalificação, é o de que a praia tem um historial de análises negativas à agua anteriores às obras de requalificação.

Felizmente vivemos numa democracia onde se podem ler documentos oficiais que comprovam que a Praia dos Moinhos não teve nenhuma análise negativa à qualidade da água anterior às obras dos balneários.
A Praia dos Moinhos obteve classificação BOA em 2006, ACEITÁVEL em 2007, BOA em 2008 e apenas obteve MÁ em 2009 numa recolha de amostra obtida em 20/05/2009 pouco depois das obras se terem iniciado (basta uma análise má para o ano ser considerado mau).
Aliás, essa única análise má em 2009 (em 2009 houve 10 análises à água: uma má, três aceitáveis e seis boas) ocorreu logo após o início das obras nos balneários, onde se começou por mexer nos esgotos e fossas, daí que se perceba o resultado negativo. Mais, em 2010 já houve uma análise que deu BOA.
Portanto, a questão da qualidade da água não se coloca.
Existe má vontade ou inoperância?

Fontes:
Ano de 2010 e historial de 2006 a 2009 na página 27 do seguinte documento
http://www.azores.gov.pt/NR/rdonlyres/DE6E755C-15B8-4AC3-91A5-C3EE68DC0C12/415260/BoletimdeDivulgação2010SãoMiguel.pdf

Ano de 2009 na página 27 do seguinte documento
http://www.azores.gov.pt/ext/sctr-app/drotrh/Boletim%20de%20Divulgação_São%20Miguel.pdf

Outras fontes
http://snirh.pt/snirh/download/relatorios/rel_balneares_2008.pdf
http://snirh.pt/snirh/download/relatorios/rel_balneares_2007.pdf
http://snirh.pt/snirh/download/relatorios/rel_balneares_2006.pdf

Comentários

JASRAPOSO disse…
Há várias coisas saudáveis neste processo:

- A Câmara respondeu à pergunta formulada e justificou a posição tomada.

Podemos estar ou não de acordo com a decisão, mas temos de convir que a isto se chama democracia.
deus2deus disse…
O regedor escreveu tanto e não reparou no pior de tudo. O presidente da ribeira grande mais a por o nome da praia em mal visto dizendo que a praia teve varias vezes agua sem prestar.

Adeus
Silva disse…
Quem sabe, se foi por outros motivos, que só eles é que sabem?....Ao menos devia ter posto um Edital na altura da candidatura, a dizer os motivos porque não tinha candidatado, aquela praia à bandeira azul!......


Ele não fez mais do que querer tapar o sol com uma peneira?.....E para aqueles que não tiveram uma, atirou-lhes alguma areia, para os olhos!....Pois isto é democracia.....Sim com mentiras esfarrapadas, lá vai atirando uns pozinhos, pensando que o cidadão não entende!...... Quem sabe se os motivos não foram outros?.....
Jabf disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Jabf disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Jabf disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Jabf disse…
Numa alusão a este dia. aqui vai:

Ser criança


Aquela voz ténue de pulmões pequenos,
Chamam a vida de criança,
São corpos por crescer,
Que queremos ver,
Devagar, como se essa idade não tivesse anos.

Ser criança não é não ser adulto,
Ser criança é mais do que ser outra coisa qualquer.
É viver o tempo sem que os dias existem,
É ter no pai as regras e o dever,
Ter uma mãe para cada sentimento solto.

Cria ansia só de os ver como eu fora,
Criança num passado onde o futuro não havia,
Há uma porta enorme nesta casa que é o mundo,
Janelas não faltam e também alegria,
Que elas nos oferecem todos os dias, a qualquer hora.


Entra nas janelas desta casa, a luz vinda,
Dos seres humanos que nos são tudo,
Nesta casa redonda que gira, nada se finda...
Há, em ser criança, o que em mim nunca se vai embora...

José António Braga Furtado.

serpessoasemfernandononome.blogspot.com
aguia disse…
É com alegria que vejo novamente a poesia do Cnudsem aqui na casadamosca e logo no dia ca criança
Silva disse…
SER CRIANÇA


É bom ser criança,
Ter de todos atenção.
Da mamãe carinho,
Do papai a proteção.
É tão bom se divertir
E não ter que trabalhar.
Só comer, crescer, dormir, brincar.
É bom ser criança,
Isso às vezes nos convém.
Nós temos direitos
Que gente grande não tem.
Só brincar, brincar, brincar,
Sem pensar no boletim.
Bem que isso podia nunca mais ter fim.
É bom ser criança
E não ter que se preocupar
Com a conta no banco
Nem com filhos pra criar.
É tão bom não ter que ter
Prestações pra se pagar.
Só comer, crescer, dormir, brincar.
É bom ser criança,
Ter amigos de montão.
Fazer cross saltando,
Tirando as rodas do chão.
Soltar pipas lá no céu,
Deslizar sobre patins.
Bem que isso podia nunca mais ter fim.....


Com muitos beijinhos e abracinhos, para todas as crianças que serão os proximos progenitores de novas crianças......
O Regedor disse…
Atenção à escrita de grande nível presente nos poemas do José António Braga Furtado.

Em forma.

cumprimentos
Silva disse…
Conforme noticia hoje, no Açoriano Oriental.


Bombeiros limpam fundo do Porto Formoso. A iniciativa conta com a colaboração da Junta de Freguesia e Camara Municipal. O evento, ocorre próximo domingo, a partir das 09H00. Bombeiros e voluntários, que queiram colaborar, após o serviço, fazem um passeio, de barco há volta da costa marítima deste concelho.

Assim fica o Porto Formoso, mais formoso.
aguia disse…
A Câmara está acabando de construir uma zona para churrascos junto ao Carvalho à entrada de S.Brás. Será que vai crescer dinheiro para fazer o nosso parque de merendas na rua das Escolas?
JAGPacheco disse…
Este Verão no CARVALHO o milho vai mexer sem vento

No Porto Formoso “O carvalho” não é apenas uma árvore. Carvalho é mais do que aquele bonito exemplar da espécie Quercus robur, provavelmente centenário que marca a fronteira entre o Porto Formoso e São Braz. Para lá do Carvalho estão as terras “D’ além” e o Caminho Velho da Maia. Até ao Carvalho eram perseguidos, pelos rivais, os jovens que se aventuravam a namorar na vizinha Maia. Ali no Carvalho, ainda hoje, descansam os romeiros depois de subirem rezando os Calços e o Coucinho.

E foi ali na curva larga do Carvalho que em que em pleno século XXI, se resolveu construir um parque de merendas. Utilizando bons materiais, a nossa pedra basáltica, lá se construiu um murro descomunal (grande muralha) e umas churrasqueiras com o mesmo tipo de material.
Se o suposto parque de merendas, fica numa escapatória de curva, ou seja havendo um despiste é potencialmente para lá que os carros se dirigem, são questões de segurança que pouca gente liga.
Se não existem instalações sanitárias, as questões de higiene ou de Gripe A, são lá com os outros.
Mas se eu tivesse um cerrado de milho ali perto, andava preocupado.
Certamente nos meses de maior afluência às merendas, com o milho já embandeirado é o local ideal para o povo satisfazer as necessidades. Sendo a folha de milho muito áspera ainda se pode voltar ao passado, quando, por inexistência de papel higiénico se limpava o respectivo com um carrilho.
É por estas e por outras que … este Verão no CARVALHO os milhos vão mexer sem vento.
JASRAPOSO disse…
Assim vamos nós:

- O dia da criança foi um sucesso de diverimento e participação. Teve lugar no passado dia 31 de Maio.

É com alegria que se rgistam iniciativas deste género, com apoio de um empresário local - ARTUR DE SÁ LDª - e da Junta de Freguesia.

- Os Bombeiros Voluntários procederam ontem à limpeza da baía do porto de barcos. Apenas foi encontrada uma caixa de esferovite.
Uma boa notícia para a Junta de Freguesia que vê assim recompensado o esforço feito na limpeza das ribeiras.

- A Câmara Municipal vai reunir hoje às 18 hrs com os presidentes das várias juntas de freguesia do concelho para lhes dar conhecimento do efeito do PEC nas autarquias. Tudo leva a acreditar que as transferências para a juntas irão diminuir em 50%. Por volta das 20 horas, no Teatro Ribeiragrandense, irá reunir extraordinariamente a Assembleia Municipal, também para analisar o PEC.

Mensagens populares deste blogue

Trilhos pedestres no Porto Formoso, onde?

Águas Medicinais da Ladeira da Velha