O verão à noite no presépio dos Moinhos


Dizem que as Furnas são um presépio vivo e dizem também que o regedor costuma colocar uma foto da Praia dos Moinhos com um belo dia de sol quando começa o verão. Nem uma coisa, nem outra.

À noite, os Moinhos são um presépio vivo.

foto: duarte pacheco

Comentários

Anónimo disse…
O candidato à câmara Alex Gaudêncio e o candidato à junta Ruben Adriano visitaram esta semana a escola do Porto Formoso.
Anónimo disse…
Hoje de manhã na rádio do meu carro fui presenteado com o nome da nossa Freguesia na Antena 1 , mas infelizmente falou-se de uma auditoria de contas que a nossa Junta de Freguesia foi alvo relativo ao ano de 2011 que pelo que parece deu saldo negativo ...
Anónimo disse…
que grande futuro que o porto formoso vai ter com o Rubem há frente da junta. ão ponte que isto chegou. para o PSD qualquer um serve basta dizer eu sou PSD que vergonha.
Anónimo disse…

Já vi as fotos da visita a escola no facebook do meu amigo Sérgio Monte.

São candidatos fracos. Alem disso parece que andam a seguir as pegadas do candidato do PS. Tou triste com o meu PSD.....
Anónimo disse…
Gostei de ver as fotos e mais pelo que parece temos um candidato que anda com apoio junto a si e não anda por ai a falar pelo Ricardo Silva que pelos vistos não tem cara de aparecer nas nossas instituições , dai mandar o seu Candidato á junta sozinho e abandonado !
Anónimo disse…
Esta foi de mais " o meu PSD " , SÓ UM TOLO ACREDITA NISTO !LOL
Anónimo disse…
Segundo a resposta do gabinete do primeiro-ministro a um requerimento entregue pelo PS na Assembleia, 1454 pessoas nomeadas pelo Governo para cargos de assessoria no executivo e no universo dos institutos públicos e entidades do Estado tiveram direito a receber o subsídio de férias negado à generalidade dos funcionários públicos e aos reformados.

Em setembro, o Governo admitia estarem nesta situação 131 assessores dos gabinetes ministeriais. Os números agora revelados mostram a dimensão das exceções abertas por Passos e Gaspar aos seus homens de confiança que trouxeram para a máquina do Estado: são dez vezes mais do que o Governo admitia há dois meses.

O chefe de gabinete de Passos Coelho começou por garantir a 31 de julho que não tinham sido pagos subsídios de férias a quaisquer membros do Governo e respetivos assessores, prometendo corrigir "qualquer situação identificada em contrário". Mas no mesmo documento justificava a exceção em relação aos restantes funcionários públicos, dizendo que o pagamento dos subsídios se aplicava "aos casos em que se inicia uma nova relação jurídica" no âmbito do regime do Contrato de Trabalho em Funções Públicas.

Com esta exceção oferecida a 1454 'boys' nomeados pelo PSD e pelo CDS - e não os 131 inicialmente admitidos pelo Governo - fica exposta a diferença de comportamento do Governo, que tirou o subsídio de férias aos funcionários públicos, mantendo-os para os escolhidos para preencherem cargos em gabinetes do Estado.
O Regedor disse…
O governo está a cair aos bocados. Um a um os ratos abandonam o navio. Foi assim este governo, deixando-nos a todos ainda mais enterrados!
Anónimo disse…
Um alentejano queria livrar-se de um gato.

Levou-o até uma esquina distante e voltou para a casa. Quando chegou a casa, o gato já lá estava.
Levou-o novamente, agora para mais longe. No regresso, encontrou o gato novamente em casa.
Fez isso mais umas três vezes e o gato voltava sempre para casa.

Furioso, pensou:"Vou lixar este gato!"
Pôs-lhe uma venda nos olhos, amarrou-o, meteu-o num saco opaco e colocou-o na mala do carro.

Subiu à serra mais distante, entrou e saiu de diversas estradas.

Deu mil voltas... e acabou por soltar o gato no meio do mato.
Passados uns dois dias, o alentejano liga para casa pelo telemovel...
- Tá, Maria, o gato já chegou?
- Sim...
- Ainda bem, deixa-me falar com ele porque eu estou perdido...



Anónimo disse…
boa tarde . parece que o candidato do PSD há junta do porto formoso anda muito triste?
aguia disse…
Enquando muitos maridos e namorados esqueciam as desavenças nas tascas das festas de São Pedro o mulherio do Porto Formoso cantava e saltava no show do Tony Carreira na festa de Ponta Delgada
aguia disse…
Isto é economia





Numa pequena vila e estancia na costa sul da França, chove, e nada de especial acontece.

A crise sente-se!

Toda a gente deve a toda a gente, carregada de dívidas.
Subitamente, um rico turista russo, chega ao foyer do pequeno hotel local. Pede um quarto e coloca uma nota de 100€ sobre o balcão, pede uma chave de quarto e sobe ao 3º andar para inspeccionar o quarto que lhe indicaram, na condição de desistir se lhe não agradar.

O dono do hotel pega na nota de 100€ e corre ao fornecedor de carne a quem deve 100€, o talhante pega no dinheiro e corre ao fornecedor de leitões a pagar 100€ que devia há algum tempo, este por sua vez corre ao criador de gado que lhe vendera a carne e este por sua vez corre a entregar os 100€ a uma prostituta que lhe cedera serviços a crédito. Esta recebe os 100€ e corre ao hotel a quem devia 100€ pela utilização casual de quartos à hora para atender clientes.

Neste momento o russo rico desce à recepção e informa o dono do hotel que o quarto proposto não lhe agrada, pretende desistir e pede a devolução dos 100€. Recebe o dinheiro e sai.

Não houve neste movimento de dinheiro qualquer lucro ou valor acrescido.

Contudo, todos liquidaram as suas dívidas e estes elementos da pequena vila costeira encaram agora optimisticamente o futuro.

Dá que pensar....
JASRAPOSO disse…
COISAS DO CORISCO….

1 – Terminaram este fim-de-semana os Impérios do Porto Formoso, com a festa de S. Pedro. Agora há que preparar a festa de Nossa Senhora da Graça.

Há a registar um facto interessante em todas as Comissões de Festas. São compostas por gente adulta, feminina e masculina, de baixa idade. Quando se dizia que estas festividades caminhavam para o fim, temos aqui um exemplo de vitalidade.

2 – Não se compreende a razão pela qual foi colocado um sinal na curva a seguir à água da Ladeira da Velha, a indicar o fim da freguesia. Melhor seria que colocassem uma seta indicadora, à entrada do Ramalho e outra abaixo da quinta do Sr. Artur Moniz, a anunciar o trajecto para a Praia dos Moinhos.

3 – A iluminação do jardim da Ribeira do Lugar não existe, fruto do vandalismo e do natural desgaste.

4 – Continua a onda de roubos no Porto Formoso. Desta vez foram a uma terra do Rego de Água e levaram várias sacas de inhame. Há pessoas que pensam que tudo cai do céu e sem trabalho. Tudo isto é para continuar em face da justiça que temos.
aguia disse…
O Banqueiro



Uma tarde um famoso banqueiro ia na sua "limousine" quando viu dois homens na berma da estrada comendo relva.

Ordenou ao seu motorista que parasse e saindo perguntou a um deles
- Porque estão a comer relva ?
No temos dinheiro para comida. - Disse o pobre homem – Por isso temos que comer relva.
- Bem, então venham a minha casa e eu vos darei comer – disse o banqueiro.
- Obrigado, mas tenho a minha mulher e dois filhos comigo. Estão alí, debaixo daquela árvore.
- Que venham também – disse novamente o banqueiro.
Voltando-se para o outro homem disse-lhe:
- Você também pode vir.
O homem, com uma voz muito sumida disse:
- Mas, Senhor, eu também tenho esposa e seis filhos comigo!
- Pois que venham também. - Respondeu o banqueiro.
Entraram todos no enorme e luxuoso carro. Uma vez a caminho, um dos homens olhou o banqueiro e disse:
- O senhor é muito bom. Obrigado por nos levar a todos!
O banqueiro respondeu: - Meu caro, não tenha vergonha, fico muito feliz por fazê-lo!
Vão ficar encantados com a minha casa..... a relva está com mais de 20 centímetros de altura!


Moral da história:
Quando pensares que um banqueiro te está a ajudar, pensa duas vezes!!!



aguia disse…
Um pai judeu, com a melhor das intenções, enviou o seu filho para o colégio
mais caro da comunidade Judia.
Apesar das suas intenções, Samuel não ligava puto às aulas.



Notas do primeiro mês:



Matemática 2







Geografia 3.5




Historia 1.7

Literatura 2

Comportamento 0

Estas espantosas classificações repetiam-se de mês a mês, até que o pai se cansou:
- Samuel ouve bem o que te vou dizer, se no próximo mês as tuas notas e o teu comportamento não melhorarem, vou-te mandar estudar para um colégio católico.

No mês seguinte as notas do Samuel foram uma tragédia, só comparável ao naufrágio do Titanic e o pai cumpriu com a sua palavra.
Através de um rabino próximo da sua família, contactou com um bispo que lhe recomendou um bom Colégio Franciscano para o qual Samuel foi enviado.

Notas do primeiro mês:

Matemática 18

Geografia 16

Historia 16

Literatura 20

Comportamento 20

Notas do segundo mês:

Matemática 20

Geografia 18

Historia 18

Literatura 20

Comportamento 20.

O pai surpreendido perguntou-lhe:
- Samuel, O que é que te aconteceu para teres tão boas notas?
Como é que se deu este milagre?
- Não sei papá. Apresentaram-me a todos os colegas e a
todos os professores e, logo de tarde fomos a uma igreja.
Quando entrei, vi um homem crucificado, com pregos
nas mãos e nos pés, com cara de ter sofrido muito e todo ensanguentado.



Perguntei, quem é Ele?



E respondeu-me um aluno dos cursos superiores:
'Ele era um judeu como tu'.

Então disse para mim: Chiça!,... aqui temos que estudar, que estes gajos não são para brincadeiras.













Carla disse…
E com o Verão de novo ai, pergunto mais uma vez: Não há ninguém para limpar as ruas imundas do dito presépio???
Dassssssssssseeee, que é todos o0s anos a mesma coisa.
Se calhar em vez de porem a tal placa a assinalar o fim do Porto Formoso no cimo da Ladeira da Velha, seria mais proveitoso porem-no de vez no inicio do Arrebentão.
Assim acabavam-se de vez as queixas.
aguia disse…
Os Impérios não distribuiram Dispensas este ano porque muitos comiam e esqueciam-se de pagá-las ao mordomo
Anónimo disse…

Houve um acerto de contas no porto dos barcos e um dos envolvidos foi parar ao hospital. Ninguém sabe quais foram as contas ajustadas
Anónimo disse…
A solução para as dispensas nos impérios é pagar na altura da entrega da dispensa e então evita os caloteiros.
Carla com o novo presidente da junta as ruas dos moinho vão passar a ser limpas. Muitos vicíos da junta vão acabar a conta do gasóleo da carrinha vai baixar e a conta da verveja vai baixar. A população quer mudança na junta.

Tenho dito.
Anónimo disse…
Eu sou a favor da ideia da Srª Professora Carla coloca-se a placa no início do arrebentão e passa a zona dos moinhos a ser independente, neste caso sendo candidata a presidente de Junta dos moinhos a Srª Professora Carla, tem desde já o meu voto, isto é caso ela aceite, é porque existe muito gente que só fala mas não quer fazer parte de nada.
Anónimo disse…
bom dia . vou dar uma festa em minha casa . sera que tambem posso pedir a carrinha da junta ? atençao tambem vou convidar o sr presidente da junta.
Anónimo disse…
ISTO TÁ BONITO´TÁ .JA NÃO SE PODE DEIXAR NADA NAS TERRAS .POQUE VÃO LÁ ROUBAR TUDO QUE O DIGA O MEU VIZINHO FOI- SE A BATATA TODA AS SEBOLAS OA ALHOS . BOM E A CRISE AINDA NÃO CHEGOU COMO DEVE SER. VÃO SE COMER UNS ÃO OUTROS .
O Regedor disse…
A questão aqui, visto que os Moinhos ainda pertencem ao Porto Formoso, é perceber se esta zona tem a mesma limpeza do que o resto da Freguesia.

Tem ou não tem? E se não tem, por que razão isso acontece?

São estas as perguntas a responder e não conversas do tipo do anónimo das 07:53 que em vez de esclarecer a questão, resolve enviar areia para os olhos com comentários acerca de independância dos Moinhos.

Pensando bem, mais vale só falar e não fazer nada, do que fazer parte de alguma coisa e só fazer asneira.

Cumprimentos
O Regedor disse…
Pormenores:

- quero ver se algum candidato à Junta "promete" um parque de campismo e uma bandeira azul para os Moinhos (como pode um candidato à Junta comprometer-se com coisas que só a CMRG pode fazer e que tem demonstrado nada querer fazer?);

- quero ver se algum candidato à junta promete aos habitantes dos Moinhos que as suas ruas também irão ser limpas de forma igual ao resto da freguesia.
Carla disse…
Independência dos Moinhos??? Nem tanto ao mar e nem tanto á terra. Apenas alguma consideração por quem cá mora e recebe tantos visitantes durante o Verão. Sim, porque durante o resto do ano isto anda às moscas e Moinhos? Hã? Que é isso??
Candidata a Presidente?? Só se for de presidente cá da minha casa, porque para aturar uns e outros, aturo-me a mim, o que por vezes já não é nada fácil.
Mais uma coisa e ainda a propósito dos Moinhos: Sr Regedor a foto em questão do tal presépio até que está gira sim sr, mas há que dizer que não é deste ano, porque já vai para 2 anos (em Dezembro) que os Moinhos estão praticamente às escuras, por causa do corte de luz nos postes da via pública e nesta foto há luz em sitios que já há muito foi apagada.
O Regedor disse…
Cara blogger Carla,

garanto-lhe que a foto foi tirada no passado mês de Junho deste ano de 2013.

Cumprimentos.
Carla disse…
Caro Regedor, não duvido de si, mas se vier neste momento à minha varanda verá que muitas dessas luzes estão apagadas...
Mas acredite que não estou a duvidar de si.
Anónimo disse…
morrendo e aprendendo, não sabia que a Srª Profª precisava de um advogado para sua defesa, mas enfim sem mais comentários..................................................
Anónimo disse…
existem pessoas que gostam de promover o porto formoso pelo lado do negativismo, estão no seu pleno direito, são a sua maneira de estar na vida.
Carla disse…
Ao blogguer "anónimo", que se esconde atrás do anonimato para lançar farpas, das duas uma: ou "os" tem muito pequeninos ou que se calhar nem "os" tem, para si só uma coisinha: "Pérolas a porcos"

Mensagens populares deste blogue

Trilhos pedestres no Porto Formoso, onde?

Águas Medicinais da Ladeira da Velha