Convívio PortoFormosense


Irá realizar-se na cidade Hartford, USA, um jantar cujo objectivo, para além do convivio entre centenas de Portoformosenses emigrados na America do Norte, é a angariação de fundos para finalizar a obra do Centro Cultural e Social do Porto Formoso.
Uma iniciativa de grande valor organizada por gente que ama a sua terra!
A abrilhantar o jantar está o nosso Dinis Paiva entre outros.
Será um excelente convivío, uma oportunidade para rever muitas pessoas e contribuir para que se possa concluir uma obra tão necessária à nossa terra e que parece não ter fim à vista.

Comentários

Anónimo disse…
o tema anterior teve 50 comentários 2 sobre o casal Furnas e 48 sobre politica, este vai seguir o mesmo caminho estou aqui para ver.
Anónimo disse…
É uma iniciativa louvável por parte dos nossos emigrantes, a comissão da igreja devia seguir o exemplo e arranjar formas de juntamente com a população, fazer actividades para angariar dinheiro para o centro. Era importante colocar o ego de lado e seguir esse exemplo tão bonito. Juntar as entidades e criar meios para se conseguir finalizar o centro. Adorava ver isso. Parabens pela iniciativa, finalmente há alguem que se mexe.
Emanuel VieiraMarques disse…
Obrigado amigo REGEDOR é na verdade uma boa iniciativa esta festa convivio dos Portoformosenses do éste dos Estados Unidos ,serão esperados cerca de 400 pessoas ,espero ver e rever amigos de longa data eu estarei claro ,estou a organizar uma excurção de Montreal ,se vives por aqui é muito facil amigos eu deixe o contacto 450-629 0303o meu nome é EMANUEL vamos amigos mostar que somos fortes e amigos e temos aquela freguesia que nos vi nasçer no coração .
Anónimo disse…
e a casa do povo que está pronta e nada de abrir (abrir abre só para jogar ás cartas)
Alfredo da Costa disse…
O problema está em 4 ou 5 pessoas na freguesia que andam com muita azia desde o dia 29 de setembro e parece que vai continuar. Vão é ficar com úlceras. Mais trabalho para os médicos.
O tema: é uma iniciativa espetacular o que quer dizer que fora do Porto Formoso existem pessoas que querem contribuir para o bem da freguesia.
É mais uma ajuda para ver se o problema do centro é resolvido.
Viva o Porto Formoso.
Anónimo disse…
muitos parabens por essa iniciativa, é de louvar os céus.
Anónimo disse…
sem dúvida uma exelente iniciativa. A comissão devia se juntar às entidades e organizarem todos juntos um evento como este para angariar algum dinheiro, o folclore podia participar realizando um dos seus espectaculos, quer seja de dança ou Teatro, o grupo de cantares uma noite de cantares, os tocadores da freguesia as desgarradas, claro que a Junta e a camara podia ajudar com algum dinheiro ou com recursos humanos, enfim, tanta coisa que se podia fazer se todos se juntassem seria muito mais fácil.
Anónimo disse…
Muito bom ,gostei de ver. Gostava de ir a esse jantar,ver velhos amigos. Muito parabens pela ideia.

Um abraço de Montreal canada.
Anónimo disse…
hoje é dia de petas.

Parabéns para o nosso Pescador e para o seu animal de estimação careca. Hoje é o vosso aniversário. Muitos Parabéns.
Anónimo disse…
em dia de mentiras aqui vai uma grande verdade. a Camara da ribeira grande vai investir muito no porto formoso só não se sabe quando .
Anónimo disse…
Estao a espera de perto de 500 pessoas. Venham mais todos para ajudar a nossa freguesia. Obrigado dos USA
O Regedor disse…
Todos devíamos olhar para este exemplo e refletir um pouco.

O Porto Formoso precisa do Centro Multiusos como de pão para a boca. Lá ficariam instalados vários serviços indispensáveis à comunidade e seria a sede e base de trabalho de várias organizações da freguesia (Grupo de Folclore, Clube Desportivo, Teatro, Cantares, Idosos, Grupo Coral, etc etc etc).

Passado estes anos julgo que é tempo de percebermos que nada de bom podemos esperar de quem "deixou" as coisas desta forma e também não podemos ficar eternamente à espera que o poder político decida algo que até agora não decidiu.

Chego à conclusão que apenas com a colaboração de todos poderá ser possível, um dia, terminar aquela obra.

Assim, os meus parabéns aos organizadores do evento e que sirvam de inspiração para que se faça alguma coisa parecida ou melhor por cá.

Votos de muito sucesso. O vosso sucesso é o sucesso do Porto Formoso.
Anónimo disse…
concordo com o regedor, é certo que a camara ou governo deviam ajudar mas se todos nos unirmos, seria optimo pois o Porto Formoso agradecia. Lançava aqui o desafio para a comissão largar as cores partidárias e fazer uma união entre as entidades de todas as freguesias, penso eu que todos unidos conseguíamos muito mais para o Porto Formoso. Se são amigos da freguesia, e querem o melhor para ela que aceitam o desafio e pensam na freguesia em primeiro lugar em vez de se olhar para o umbigo...

Parabéns a essa enorme iniciativa.
Anónimo disse…
esse video ilustra isso, não é só publicar na Internet, é preciso agir.

https://www.youtube.com/watch?v=s28ddegd67g#t=96

Anónimo disse…
regedor concordo contigo,ha 13 anos quando se começou a contruçao do centro já havia contratos assinados com entidades como estas que referiste e mais,a comiçao de festas já teve reunida com estas entidades infelizmente houve uma entidade que se recusou a instalar la as suas instalações assim não vamos la quando sabemos que la as condições vao ser muito melhores para toda a população do porto formoso mas poem as pessoas para traz das costas e metese a politica há frente infelizmente; e já houve eventos para angariar fundos para o mesmo,e tiveram muito sucesso,e o futuro sera este a comiçao so esta há espera que haja condições para se por o porto formoso a andar para a frente,o poder politico atual da ribeira grande vai terminar as obras do centro. so que este parou por causa da politica do ps que se instalou no porto formoso desde dai o porto formoso parou. Isto são ideias do psd e mais so que o povo é que escolhe e cada um e resposavel pelas escolhas que faz,ja agora aproveito para agradecer os nossos Imigrantes pela iniciativa que tomarem.
Anónimo disse…
Axo que em primeiro lugar deveria-se fazer um peditório para conservar a nossa igreja e a casa paroquial
Anónimo disse…
havia uma máxima no regime Nazi: Uma mentira dita mil vezes torna-se uma verdade. parece alguns que venhem aqui dizer essas mentiras. a laranjeira está mesmo envenenada.
Anónimo disse…
anónimo das 13:16 tas a dizer que por a nossa Junta ser PS o centro não está acabado?
Anónimo disse…
nem falei em partidos, claro que o centro é para acabar, o que queria dizer é que a nossa igreja bem como a casa paroquial tem que ser conservadas é diferente de acabar uma obra.
Anónimo disse…
até onde chega a crise, neste momento, bilhões de abelhas estão morrendo. Já não existem mais abelhas na Europa em número suficiente para polinizar nossas plantações. Estamos em meio a um desastre ambiental que ameaça a todos. Isto porque, sem a polinização pelas abelhas, a maioria das plantas e ⅓ da produção de alimentos deixarão de existir.
Anónimo disse…
e mais quem construi o bairro novo foi o psd .
ou foi o ps ? agora tou confudido ?
ahahhaha
Anónimo disse…
para que fique claro . O anónimo das 08:36 não é o da 13:16. Um é o caxorro e o outro não pesca mesmo nada .
Anónimo disse…
Aprendi que quem não te procura não sente tua falta,
e quem não sente a tua falta, não gosta de ti.
Que a vida decide quem entra na tua vida,
mas tu decides quem fica.
Que a verdade dói apenas uma vez e que a mentira dói sempre.
Por isso, valoriza quem te valoriza,
e não trates com prioridade quem te trata como opção.

Quem te magoa te faz forte.
Quem te critica te faz importante.
Quem te inveja, te faz valioso.
E às vezes é divertido saber que aqueles que te desejam o pior
têem de suportar ver-te acontecer o inverso, o melhor!
Anónimo disse…
No facebook da junta diz haver serviço grátis de trazer remédios da farmácia à quinta-feira...mais uma boa coisa que a junta esta fazendo.

Vou aproveitando para enconmendar 10 caixas de Renie pastilhas para a Azia para a semana que vem para distribuir pelos aziados que ainda estão com azia desde as eleições para ver se a azia passa de uma vez por todas.
O Regedor disse…
Outra vez a política!

Já nem sei o que me ocorre dizer. Talvez, que há pessoas verdadeiramente persistentes.

No meio de toda estes comentários e contra comentários houve um que me ficou na cabeça!
Dizia já não sei quem que 150 mil euros de dívida da Igreja (30 mil contos em moeda antiga) não era quase nada.

Com 150mil "às costas", quase sem receitas próprias que cubram as despesas e com um Centro Multiusos que para ficar pronto deverão ser mais umas dezenas de milhares de euros (ou será que dezenas não chegam e terão de ser centenas de milhares de euros?!), só se pode concluir que as contas da Igreja estão fantásticas! Excelentes! Maravilhosas!

O que vale é que vem aí o fim de semana ;)

Bom fim de semana!
O Regedor disse…
Quem sabe se se devia cancelar este evento nos Estados Unidos porque se descobriu que afinal as contas da igreja estão maravilhosas!

É rir para não chorar.

Devia-se era fazer mais um evento desses no Canadá e um em São Miguel, por altura das festas da freguesia.
Anónimo disse…
estive a contar 26 comentarios sendo só 4 do tema é so politica
Anónimo disse…
Regedor, há pessoas nessa freguesia que só gostam de armar confusão, dizer calunias e ainda por cima pensem que sabem tudo. Quem não tem noção da realidade que esteja calado que é o melhor que faz. Em vez de haver união na freguesia, há precisamente o contrário, há pessoas que se afastam e que ainda por cima vem para aqui e para outros sítios inventar coisas que não existem. As guerrilhas dos partidos ainda não acabou até certos senhores acordarem para a vida e para a realidade. Temos câmara PSD e Junta PS, e dai? Vamos apoiar essa gente e tirar o máximo partido de cada um para a nossa Terra evoluir? Ou preferem que seja só um partido a fazer tudo, sendo que o outro não presta?
Quanto ao centro acho muito bem que haja iniciativas para se angariar dinheiro, se há gente que acha que aquilo não e uma divida muito grande, ó pode ser por duas razões:

-Ou está cheio "dele";
- Ou então é caso para dizer, tal altleimado.

Anónimo disse…
querem ver que o caxorro ainda vai dizer que quem paga os trabalhadores da junta é a camara . o caxorro ainda vai dizer isso .
ah caxorrinho caxorrinho .
vai a missa e confeçate .esses pecados são tantos .
Anónimo disse…
tudo o que for para ajudar a igreja é bem vindo. mas espero que o dinheiro vaia para sitio seguro .e não como aqui a alguns anos que tambem se fez algo parecido e ainda hoje não se sabe para onde foi o dinheiro.
Anónimo disse…
ora muito boas tardes. o problema de algumas pessoas do porto formoso é que querem tudo de graça ate para levantar um merda de um murro tem de ser com ajudas . mas podem estar com a barriga todo o dia encostada ao balcao de cerveja na mao há dinheiro para comprar 2 ou 3 sacos de cimento não dinheiro é preciso não ter vergonha na cara . o tempo das vacas gordas já lá vai. trabalhar faz bem á saude.bom fim de semana para todos. memos para os malandros .
Anónimo disse…
olhei hoje para o mar e vi ondas vindo de norte e nenhuma delas trouxe as piranhas para a nossa costa, continuem lá por fora no mar alto sem saber como dar á costa... realmente vocês e a nossa junta são demais só estão virados para um lado, e comem todos á mesma mesa e de preferencia mesa verde de rede no meio... Venham cá suas piranhas!!!

"PESCADOR de piranhas"
Anónimo disse…
Made in Açoriano Oriental de Hoje.

"O Tribunal de Contas revelou hoje que a "acumulação de sucessivos défices" pela Câmara do Nordeste, nos Açores, entre 2010 e 2012, tornaram insustentáveis as finanças municipais, havendo um "elevado risco" de incapacidade para aproveitar fundos europeus até 2020.

Estas conclusões constam do relatório de uma auditoria à "dívida pública e encargos plurianuais" da autarquia do Nordeste, na ilha de São Miguel, cuja Assembleia Municipal, sob proposta do executivo camarário, declarou em 2012 a "situação de rutura financeira" do município.

Por causa desta situação, a Câmara aderiu ao Programa de Apoio à Economia Local (PAEL).

Segundo o Tribunal de Contas (TdC), a 31 de dezembro de 2012, a dívida consolidada do município era de 29,8 milhões de euros, sendo que 75% (22,45 milhões) era dívida financeira e 24,6%, essencialmente, dívida a fornecedores.

Os "encargos futuros da dívida financeira consolidada" declarada a 12 de julho de 2013 ao Tribunal de Contas ascendiam a 43,3 milhões de euros.

"Na ótica do endividamento municipal, o respeito pelo princípio da equidade intergeracional não se encontra salvaguardado", considera o Tdc.

Por outro lado, alerta que "existe um elevado risco de o município do Nordeste não vir a dispor dos recursos financeiros necessários ao aproveitamento dos fundos comunitários relativos ao período de programação 2014-2020".

O TdC diz ainda que o anterior presidente da Câmara, José Carlos Carreiro (PSD), foi o responsável pela celebração de três contratos com a banca para "reprogramar e consolidar dívida comercial de curto prazo, convertendo-a em dívida financeira de médio prazo, à margem de qualquer processo de saneamento ou de reequilíbrio financeiro", como obriga a lei das finanças locais.

A celebração dos contratos em causa nestas circunstâncias "é suscetível de gerar responsabilidade financeira sancionatória, punível com multa a fixar entre o limite mínimo de 1.530 euros e máximo de 15.300 euros", conclui o TdC.

No exercício do contraditório, José Carlos Carreiro, o então vice-presidente da Câmara, Rogério Frias, e o vereador Victor Lima, que também assinaram os contratos, defendem que "a haver infração passível de sanção, ela seria uma única, praticada pelo então presidente", argumento que o TdC acolhe, ilibando de responsabilidade ou últimos dois autarcas.

Os três autarcas, que exerceram o contraditório através de uma resposta conjunta, argumentam, por outro lado, que atuaram "sem culpa, por falta de consciência da ilicitude", acreditando na garantia do banco de que os acordos respeitavam a lei.

O relatório indica que não foi apresentado qualquer contraditório institucional pela autarquia.

A Câmara do Nordeste foi governada, no período avaliado pelo TdC, pelo PSD, tendo mudado de mãos, para o PS, na sequência das eleições autárquicas de setembro de 2013."

É só para ficar registado e para certas pessoas verem e saberem da realidade actual. Só falta é dizer que isso não é nada....
Anónimo disse…
O Tribunal de Contas revelou hoje que a "acumulação de sucessivos défices" pela Câmara do Nordeste, nos Açores, entre 2010 e 2012, tornaram insustentáveis as finanças municipais, havendo um "elevado risco" de incapacidade para aproveitar fundos europeus até 2020.

Estas conclusões constam do relatório de uma auditoria à "dívida pública e encargos plurianuais" da autarquia do Nordeste, na ilha de São Miguel, cuja Assembleia Municipal, sob proposta do executivo camarário, declarou em 2012 a "situação de rutura financeira" do município.

Por causa desta situação, a Câmara aderiu ao Programa de Apoio à Economia Local (PAEL).

Segundo o Tribunal de Contas (TdC), a 31 de dezembro de 2012, a dívida consolidada do município era de 29,8 milhões de euros, sendo que 75% (22,45 milhões) era dívida financeira e 24,6%, essencialmente, dívida a fornecedores.

Os "encargos futuros da dívida financeira consolidada" declarada a 12 de julho de 2013 ao Tribunal de Contas ascendiam a 43,3 milhões de euros.

"Na ótica do endividamento municipal, o respeito pelo princípio da equidade intergeracional não se encontra salvaguardado", considera o Tdc.

Por outro lado, alerta que "existe um elevado risco de o município do Nordeste não vir a dispor dos recursos financeiros necessários ao aproveitamento dos fundos comunitários relativos ao período de programação 2014-2020".

O TdC diz ainda que o anterior presidente da Câmara, José Carlos Carreiro (PSD), foi o responsável pela celebração de três contratos com a banca para "reprogramar e consolidar dívida comercial de curto prazo, convertendo-a em dívida financeira de médio prazo, à margem de qualquer processo de saneamento ou de reequilíbrio financeiro", como obriga a lei das finanças locais.

A celebração dos contratos em causa nestas circunstâncias "é suscetível de gerar responsabilidade financeira sancionatória, punível com multa a fixar entre o limite mínimo de 1.530 euros e máximo de 15.300 euros", conclui o TdC.

No exercício do contraditório, José Carlos Carreiro, o então vice-presidente da Câmara, Rogério Frias, e o vereador Victor Lima, que também assinaram os contratos, defendem que "a haver infração passível de sanção, ela seria uma única, praticada pelo então presidente", argumento que o TdC acolhe, ilibando de responsabilidade ou últimos dois autarcas.

Os três autarcas, que exerceram o contraditório através de uma resposta conjunta, argumentam, por outro lado, que atuaram "sem culpa, por falta de consciência da ilicitude", acreditando na garantia do banco de que os acordos respeitavam a lei.

O relatório indica que não foi apresentado qualquer contraditório institucional pela autarquia.

A Câmara do Nordeste foi governada, no período avaliado pelo TdC, pelo PSD, tendo mudado de mãos, para o PS, na sequência das eleições autárquicas de setembro de 2013.

in Açoriano Oriental.
Anónimo disse…
Sr regedor por favor todos os comentários são visualizados antes como é possível publicar duas vezes o mesmo, a não ser que seja para aumentar a estatística sendo assim aqui vai mais este,
Anónimo disse…
O Tribunal de Contas considerou na segunda-feira ilegal o pagamento de cerca de 400 mil euros a 18 autarcas de São Miguel, entre 2004 e 2012, pela associação de municípios da ilha a título de «senhas de presença».

A conclusão consta do relatório de uma auditoria do Tribunal de Contas (TdC), divulgado, que conclui que, entre março de 2004 e dezembro de 2013, presidentes de câmara e vereadores de cinco municípios receberam 390.850 euros em senhas de presença por deliberação da assembleia intermunicipal da Associação de Municípios da Ilha de São Miguel (AMISM).

A AMISM pagou ainda mais 10.400 euros a autarcas que faziam parte da assembleia intermunicipal e, simultaneamente, do seu conselho de administração.

Todos estes pagamentos são ilegais por contrariarem o Estatuto dos Eleitos Locais, que estabelece que os autarcas em regime de permanência não podem ser remunerados pelo exercício de outras funções públicas, afirma o TdC.

O tribunal sublinha que fazer parte dos órgãos sociais da AMISM não é exercer funções autárquicas, as quais são desempenhadas apenas nos órgãos do município em que cada presidente ou vereador foi eleito.

Em resposta a argumentos dos visados apresentados no exercício do contraditório, o TdC insiste em que a AMISM é «uma entidade pública», rejeitando que seja uma «pessoa coletiva de direito privado».

O Tribunal de Contas recomenda à AMISM que promova «a reposição das quantias» em causa e respeite o regime remuneratório dos eleitos locais.

A este propósito, o relatório lembra que a AMISM revogou em fevereiro de 2013 a deliberação que fixava as senhas de presença para os titulares dos órgãos da associação, mas essa decisão «só produz efeitos para o futuro».

O relatório pede ainda ao atual presidente do conselho de administração da AMISM, Ricardo Rodrigues, que informe o Tribunal de Contas, até final de junho, sobre "as medidas tomadas e respetivos resultados" com vista ao acatamento da recomendação de reposição dos valores.

Integravam a AMISM no período em causa cinco dos seis concelhos da ilha de São Miguel: Ponta Delgada, Ribeira Grande, Lagoa, Povoação e Vila Franca do Campo.

Entre os 18 autarcas que receberam estas senhas estão todos os que foram presidentes da câmara naqueles anos, como os ainda titulares do cargo José Manuel Bolieiro (Ponta Delgada), João Ponte (Lagoa) e Carlos Ávila (Povoação).

Também a atual secretária de Estado da Defesa Nacional, Berta Cabral, que foi presidente da Câmara de Ponta Delgada até agosto de 2013, consta da lista elaborada pelo Tribunal de Contas.

Além de recomendar a devolução do dinheiro, o TdC refere que estes pagamentos ilegais são «suscetíveis de gerar responsabilidade financeira sancionatória».

A polémica em torno das senhas da AMISM é conhecida desde janeiro do ano passado, quando o TdC, na sequência de um relatório às contas da AMISM de 2011, determinou a realização desta auditoria.

A 28 de janeiro desse ano, os membros do conselho de administração da AMISM (José Manuel Bolieiro, João Ponte e Ricardo Silva, então autarca da Ribeira Grande) anunciaram que iam abdicar das senhas e devolver os valores recebidos naquele mandato (que terminou em outubro de 2013), considerando que estava em causa a sua «honra e dignidade» enquanto autarcas, escreve a Lusa.

"o jornalinho"
Anónimo disse…
anonimo das 15:10 na camara da ribeira grande vi foi o inverso se calhar isto é que nao é nada é preciso nao ter vergonha na cara.
Anónimo disse…
Mega falha de segurança na Internet expõe códigos e passwords Só o nome assusta: Heartbleed Bug, ou, qualquer coisa como vírus que faz o coração sangrar... Na prática, tudo o que fez online nos últimos dois anos pode não ter sido seguro. E não, não mude já as passwords
Anónimo disse…
Pura vergonha a SATA Internacional está a alugar aviões a outras empresas com os seus aviões parados, tudo isto porque não tem dinheiro para pagar a pilotos, no ano de 2013 tinha 103 pilotos agora tem 82, já agora a titulo de informação cada hora de aluguer dos aviões alugados custa 5000 euros por hora de voo, grande administração que está a gerir os nossos impostos.
Anónimo disse…
olhei hoje para o mar e vi ondas vindo de norte e nenhuma delas trouxe as piranhas para a nossa costa, continuem lá por fora no mar alto sem saber como dar á costa... realmente vocês e a nossa junta são demais só estão virados para um lado, e comem todos á mesma mesa e de preferencia mesa verde de rede no meio... Venham cá suas piranhas!!!

"PESCADOR de piranhas"
Emanuel VieiraMarques disse…
Amigos caros amigos é mesmo verdade não importa o que se faça ou tenta-se fazer passa ao lado de muita gente ,a preposito o tema era o convivio dos Portoformosenses ,e disto ninguém ou poucos falem dele,mas sempre vos digo que somos mais de 400 a fazelo por uma terra que deixamos mas continuamos com ela no coração ... por ai fala-se de mais de politica é e será sempre uma guerra P.S.Psd ,pergunto eu quando ganhará o nosso Porto Formoso ,vamos trabalhár juntos com o mesmo obéctivo ,por favor estas guerrilhas não nos levam a lugar nenhum ...eu tudo farei pela terra que nasçi amigos um forte abraço ,e um bém haja a todos.
Anónimo disse…
Adoro esse pescador de Piranhas, acho que o seu barco é que anda a deriva em mar alto a caça das Piranhas, ha quem queria estar na junta e voçe pela maneira de ser não vai... Continue assim que vai longe. Ja agora, quem da trabalho na freguesia é a câmara e a junta. Não é voçe que pode ajudar os amigos. Não os iluda para o bem deles, o unico trabalho que da é de cão mandados e de outros. Aqui não andam tolos

o justiceiro
Anónimo disse…
É só Padrinhos, ver para crer.
Filho de Aníbal Pires contratado para assessor do Governo Regional. Uma semana após Aníbal Pires votar ao lado do PS o polémico diploma dos docentes, o seu filho foi contratado pelo Governo. João Pires, filho do líder do PCP/Açores, foi contratado para prestar serviços de assessoria aeronáutica para a Secretaria Regional do Turismo e Transportes, uma semana após Aníbal Pires estar ao lado do Partido Socialista na votação do polémico do concurso extraordinário de professores. João Pires já tinha beneficiado de uma bolsa de estudo paga pelo Governo Regional dos Açores, no âmbito da portaria n.º 80/2009, após iniciar a formação na Academia Aeronáutica de Évora, em 2011.
tudo verdades disse…
boas noites caros amigos . depois de ver os comentários aqui na casa . só tenho a dizer há pessoas no porto formoso que não valem nada.mesmo NADA. há famílias no porto formoso que nem agua nem luz tem em casa. e porque não dizer o pão também . isso é verdade . o pessoal aqui só quer é falar mal da junta .que vergonha .há já me ia esquecendo amanha vamos ver algumas gravatas no porto formoso e caras muito tristes .
Anónimo disse…
por isso que o Aníbal fala pouco . são todos iguais políticos de meia tigela . juro que não voto mais .

Anónimo disse…
simplesmente não vou votar com esta corrupção
Anónimo disse…
O secretário-geral do PS, António José Seguro, defendeu que, "com este Governo, todo o cuidado é pouco", atribuindo-lhe uma "estratégia de pobreza", e opôs-se à ideia, transmitida por Passos Coelho, de que os "cortes não são um bicho-de-sete-cabeças. Se, para o primeiro-ministro, cortes na saúde, cortes na proteção social dos portugueses, cortes na educação não são um bicho-de-sete-cabeças, são uma dificuldade acrescida para quem já vive com sérias dificuldades decorrentes da estratégia
Anónimo disse…
Era importante haver mais uniao na freguesia. Aproveitar a malta jovem para a nossa terra evoluir. A ideia desse jantar foi muito bem pensada e sou da opiniao que se devia fazer mais jantares ou actividades como essa. Sinceramente nao vejo grandes vantagens em vir para aqui falar de politica
Jornalinho disse…

Um bom evento na nossa terra.

retirado do açoriano oriental

"Escritoras açorianas, entre as quais Natália Correia, vão ser homenageadas no Colóquio da Lusofonia, que decorre em São Miguel, nos Açores, no final do mês e que nesta XXI edição pretende dar visibilidade à escrita no feminino.



“Nesta edição, em que atingimos a maioridade, será uma homenagem a '9 ilhas, 9 escritoras'. As mulheres têm sido bastante esquecidas, há um grande predomínio de autores que são bastante divulgados”, afirmou o presidente da Associação Internacional dos Colóquios da Lusofonia (AICL), Chrys Chrystello.

Os Colóquios da Lusofonia, que decorreram pela primeira vez no Porto, já passaram por Bragança (durante nove anos), Macau, Brasil e Galiza (Espanha). Realizam-se nos Açores desde 2006.

A edição deste ano decorre na Praia dos Moinhos, no Porto Formoso, concelho da Ribeira Grande, coincidindo com o lançamento de mais um dos projetos da AICL, neste caso, a "Antologia 9 ilhas, 9 mulheres", adiantou Chrys Chrystello, acrescentando que vai também ser lançada "uma coletânea de textos dramáticos açorianos virada para o ensino e para o currículo escolar regional".

Segundo Chrys Chrystello, a associação "há muito" tinha projetado "fazer algo que homenageasse as mulheres na escrita" e que "são muitas" nos Açores.

“Optámos, nesta primeira fase, por nove, tantas são as ilhas, mas muitas outras mais poderiam estar incluídas”, sublinhou.

O presidente da AICL disse que a forma de escrita encontrada pelas mulheres "continua a ser a poesia", salientando que "há sobretudo um retrato daquilo que tem sido a posição da mulher nos Açores ao longo dos anos, uma posição de submissão, uma posição subalterna".

Das nove escritoras que vão ser homenageadas, duas já faleceram (Natália Correia e Madalena Férin). As outras são Joana Felix (filha do poeta Emanuel Felix), Renata Correia Botelho (filha de Emanuel Jorge Botelho), Brites Araújo, Judite Jorge, Luísa Ribeiro, Luísa Soares e Madalena San-Bento.

O XXI colóquio "consagra ainda 40 anos de liberdade de expressão, contemplando as quatro homenagens contra o esquecimento dedicadas a Álamo Oliveira", referiu.

A iniciativa, que tem como patronos dois destacados linguistas, o português Malaca Casteleiro e o brasileiro Evanildo Bechara, tem conseguido juntar, ao longo destes anos, várias personalidades, investigadores e académicos", para uma maior divulgação de autores e projetos, como é o caso do caderno de estudos açorianos para "descarga gratuita por escolas, alunos e professores".

“Temos o projeto das várias antologias. Fizemos a primeira antologia bilingue com 15 autores e depois a monolingue com 17 autores. Continuamos a traduzir excertos dos autores açorianos em sete línguas”, lembrou Chrys Chrystello, acrescentando que há cerca de dois anos surgiu o projeto de musicar poetas açorianos contemporâneos. A parte clássica foi entregue a Ana Paula Andrade, diretora do Conservatório Regional de Ponta Delgada, e desde o ano passado um grupo de professores da EBI da Maia dedica-se à versão 'pop'.

A XXI edição, que decorre de 24 a 27 de abril, conta com mais de 70 inscrições do Japão, Portugal, Brasil, Bélgica, Itália, EUA e Canadá e integra assim cinco lançamentos de livros e sessões de poesia dedicadas à açorianidade.

“Desde o princípio que tentamos afastar os colóquios dos ambientes bafientos onde tradicionalmente se praticava a cultura”, realçou Chrys Chrystello."
Anónimo disse…
Ao benfica só tenho de desejar muitos parabens pela boa época que estão a fazer, ser adepto ou não há que ser desportista, saber perder e saber ganhar. Tenho pena de alguns Portistas não saberem perder...
Anónimo disse…
algo nunca visto , agora á entidades na freguesia que sabem as soluções do problema. muito se inventa
Anónimo disse…
O que se passa na Ribeira Grande?
Vírus Parvo no Canil Municipal da Ribeira Grande
No mês passado eu fui a S. Miguel Açores, para um lugar que poderia ser facilmente confundido com o inferno. É o chamado Canil Municipal da Ribeira Grande (o abrigo local de animais). A palavra ' abrigo ' é um equívoco trágico, pois não há nada abrigando sobre este lugar. As condições são piores do que na rua. Cães e gatos que acabam aqui são basicamente condenados. Existem problemas de saúde. Os animais não conseguem as mais básicas prevenções de doenças. Mesmo os sortudos que são adotados, muitas vezes carregam doenças graves. Muitos vão morrer em breve, e até mesmo espalhar a doença para outros animais. Eles não são esterilizados ou castrados . Ninhadas inteiras de cachorros e gatinhos se nasce neste ambiente miserável . O veterinário que de vez em quando vem aqui faz pouco mais do que colocar os animais indesejados para dormir. E os gatos são mortos vivos - jogados em uma lata de lixo com veneno em pó, e deixado para morrer uma morte horrível .
Este lugar deve ser colocado no centro das atenções do público . O mundo deve estar ciente desse campo de extermínio que aparece como um " abrigo " . Ele precisa ser fechado. (é tão contaminado que vai demorar cerca de seis meses para limpar totalmente o canil ) .
Eles devem jogar fora as cruéis formas perigosas do antigo abrigo, e abraçar um novo ambiente , saudável e amoroso. Um santuário onde os animais recebem o mesmo respeito como pessoas. Esta história é sobre mais do que expor um crime terrível . Trata-se de elevar a consciência e agir , por isso todos os animais uma chance de viver uma vida digna.
Eu e outras cinco famílias adotamos filhotes deste canil. E todos eles morreram de Parvo . Eu adotei dois e em questão de duas semanas eu perdi os dois.
Eles devem ser responsaveis pelo sofrimento desses animais, pela dor que causa as famílias, e contas do veterinário, que são bastante elevadas.
Anónimo disse…
PESCADOR
(o que apanha peixe)

LOBITOS

1 - Pescar à linha.

2 - Conhecer cinco peixes diferentes, no mínimo.

3 - Saber montar a bóia, chumbo, fio e anzol.

4 - Colocar o isco e fazer lançamentos.

5 - Saber amanhar peixe.

EXPLORADORES/MOÇOS

1 - Pescar à cana com carreto.

2 - Empatar o anzol (diversos tipos de isco).

3 - Montar e desmontar o carreto da cana.

4 - Conhecer dez peixes diferentes, no mínimo.

5 - Saber aplicar engodos.

PIONEIROS/MARINHEIROS

1 - Pescar à cana ou à rede.

2 - Fazer um camaroeiro.

3 - Possuir conhecimentos sobre a conservação das espécies.

4 - Saber nadar e remar.

5 - Participar em algumas pescarias (mar, rio ou barragem), possuindo a devida licença ou autorização.
Anónimo disse…
Estupidez de algumas pessoas... não há remédio na cabeça de algumas pessoas, tudo gira a sua volta, tudo tem de ser como querem e depois pensam que vão ganhar algo com isso. Só perdem e bastante, esse fim de semana fiquei desiludido com algumas pessoas que em vez de tomarem uma atitude correcta, vivem num mundo de fantasia a brincar ao cão e o gato. sinceramente não se comprende. pelo menos vejo alguem a trabalhar em prool da freguesia em diversas áreas e não só uma...
Anónimo disse…
Muitos Parabens por essa iniciativa. Segundo ouvi dizer, esse jantar poderá originar uns 15 000 euros a favor da nossa Igreja. Oxala esse valor seja real pois ajudava muito as contas.
Anónimo disse…
amanha é 25 de Abril dia da Revolução dos Cravos. Irá haver esse fim de semana um congresso de lusofonias nos Moinhos. Bom evento para essa freguesia, tenho pena de não poder ir pois já tenho outros planos.

Mensagens populares deste blogue

Trilhos pedestres no Porto Formoso, onde?

Águas Medicinais da Ladeira da Velha