Fontes públicas

Fregusia de muita água, de muitas nascentes e de muita fontes. A importância que as fontes públicas de água tiveram noutros tempos é inversamente proporcional à atenção que lhes damos hoje em dia.
Noutras tempos as raparigas solteiras iam à fonte buscar a água, visto não haver água canalizada em casa. Aí os rapazes aproveitavam para lançar uns piropos e com sorte, conhecer melhor a rapariga que levariam ao altar. Elas, já sabendo do que as esperava, gostavam muito de ir à fonte.
A quase totalidade dos antigos fontenários do Porto Formoso foi substituida em 1959, quando a Câmara Municipal da Ribeira Grande construiu uma rede de fontes públicas na freguesia. Estas fontes, que ainda hoje existem colocadas ao longo da freguesia, merecem ser conservadas, pois são património e parte da nossa história.
Proponho uma pequena viagem por estas fontes que matavam a sede à rapaziada nova que brincava pelas ruas. Começamos pelos Moinhos e acabamos no Coucinho.

Fonte localizada no início da subida da Ladeira da Velha (dúvida: esta fonte é mesma a que existia na Rua da Grota?)


Fonte localizada quase em frente à entrada da Praia dos Moinhos. Esta fonte é a única que conserva as inscrições a cobre "CMRG 1959" que todas as fontes possuiam.

Fonte localizada na Ribeira Seca

Fonte localizada no final do Outeiro

Rua da Grota - onde agora existe este muro branco outrora existiu uma fonte

Esta fonte fica mesmo ao lado da sede da Junta de Freguesia

Fonte da Canada das Gentes

Fonte da Canada Nova

Fonte do Coucinho

Comentários

Silva disse…
Parece ser do Tempo do Plano dos Centenários.

Enfim há sempre quem regista, tais inventos e ainda bem que assim o é, pena nossa não haver quem tivesse, registado os fontenários antigos, que foram todos delapídados. Pois demonstra a cultura de um Povo, quanto era, naquela altura.
Pois se foramos à Ribeira Grande ainda conservam os seus fontenários, em Ponta Delgada eles ainda lá estão em Vila Franca do Campo lá continuam e até foram reactivados, assim demonstra que souberam, preservar o legado dos seus antepassados. No Porto Formoso, nem restou um que fosse para deixar, e conhecer o quanto sacrifício o era preciso para se abastecer, uma casa com, agua para o consumo diário de uma família. Seria bom se alguem tivesse registo destes, fontenários, e fizessem uma cópia e os implantassem nos sítios mais aproximados do antigamente, em memória aos antepassados, com o fim de não deixar esquecer, aquilo que os nossos antepassados foram capazes de fazer, que nós não fora-mos capazes de preservar!......

Os actuais fontenários, parecem ser "Arianos"do Tempo dos Centenários. Quanto ao fontenário que está perto da nascente da Senhora da Graça, não sei se foi do que estava junto da Gróta, ou o mesmo que se encontrava perto da Práia, o que só por si tem uma pequena diferença dos seus congénitos, ao menos tivessem respeitado a traça dos seu antesseçores!....
JASRAPOSO disse…
Estão a decorrer no Terra Nostra Garden Hotel umas jornadas sobre termalismo.

É hora para voltar a perguntar - Para quando a recuperação das termas da Ladeira da Velha?
Ainda á uns dias, dei um passeio a pé pelo Porto formoso e vi o que nunca me tinha saltado à vista... muitas fontes antigas (devo dizer que gosto mt dete tipo de coisas!).

Gostei mt do post, mas acho q aqui também deviam ter sido incluidas, os moinhos antigos, e os lavadouros de roupa...

Fica para um outro post!

Mt gira a idéia!
JASRAPOSO disse…
Já dizia o filósofo Tales que O MAIS IMPORTANTE É CONHECERMO-NOS A NÓS MESMOS.

Cada pessoa deve aprofundar o seu conhecimento de modo a aceitar os outros como são e viver em harmonia consigo e com eles, porque esta vida são dois dias e este já está na conta.

Fui ontem ao cemitério e pude constatar os muitos que ali repousam. TUDO ACABA ALI

Vivemos num mundo rodeado de ódios, guerras e invejas e esquecemo-nos de realizar o essencial da vida, que é servir para ser servido.

Quando será que a nossa freguesia voltará a ser um lugar de sossego, em que acabe o autoritarismo, a arrogância e a asfixia?

Tal só acabará quando os líderes forem cultos, decidirem em grupo e previligiarem as decisões por consenso. Isto só terá lugar quando houver cultura, formação e educação, o que infelizmente não abundam na nossa terra.
aguia disse…
Algumas destas fontes estão precisando duma limpeza principalmente nas pedras. Mandem os xulos do rendimento mínimo limpar essas pedras em vez de andarem a roubar e a beber nas tabernas
certo disse…
Um dos momentos actuais de maior exaltação dos valores tradicionais que estas fontes ainda representam pode ser observado durante a noite de São João. É ver as pessoas mais "antigas" (apenas de idade) a colaborarem para o enfeite da ditas, como que recordando "velhos" tempos.
virafoto disse…
Já não há razão para estarem activas

Foi no finai dos anos cinquenta, que a freguesia foi abastecida com a nova rede de aguas. Até ai era muito penoso para muitas famílias terem de ir aos fontenários, alguns a mais de trezentos metros, nesta altura foram feitos os fontenários aqui constantes há excepção, do da Ladeira da Velha, e na mesma altura foram feitos lavadouros, no Outeiro, hoje não sei de que serve, só sei que foi remodelado para casa de arrumes Camarário, e só muitos anos depois é que foi feito um na Ribeira Seca. Não sei se haverá mais algum tanque de lavar roupa feito na mesma altura?... Também na mesma altura, foram feitos três tanques "Bebedouros"de apoio à lavoura, um no Coucinho, outro no Ramal e um no Moinho, hoje convertido em parque de estacionamento.
Quanto ao desactivar os mesmos fontenários e bebedouros, só viria racionar o bem precioso, que é a agua, e não haver o desleixo a que se chegou e o incomodo, para quem reside por perto com a lagariça de quem vai lavar os carros e os lavradores que deixam os tanques a encher e vão dar uma volta, só quando voltam é que fecham as torneiras, enfim e todos aqueles abusos que muitos de nós temos visto. Por isso o Municipio devia eleger locais próprios para encheram os tanques, debitar o mº3 da agua a uma "associação ou á junta de freguesia" responsável,pela "Lavoura" e esta por sua vez distribuir a quem de direito, como já se faz em Ponta Delgada.
Assim desactivava-se os fontenários bebedouros e casa de lavar, manter como património do concelho, para conservação ao nível de outros concelhos. Acabava-se com o abuso. Quem quizer lavar carros e regar jardins, e dar de beber aos animais, que pagam como eu pago, claro com preços reduzidos para a lavoura. Alguns destes fontenários são pior do que o da "Joana"continuam com as pias entupidas, parece que não há responsáveis que olham pelos bens Públicos, ou só o que lhes interessa é o final do mês e fazem de conta que nada viram?............

Hája mais frontalidade, e as coisas mudam.

P.S. O melhor mesmo, era a Camara autorizar a instalação de aguas para fins agrícolas, uma vez que não a falta de agua no Porto Formoso.
Bem haja entendimento
MPFurtado disse…
Ora bem assim se vê que as coisas não estão muito bem, veja-se no fontenário, junto à junta de freguesia, se reparamos bem na foto lado direito vermos límos verdes, sinal que tem um derramo e ninguém faz nada, para resolver o assunto. Fará então desentupir as taças, dos fontenários, se nas barbas deles, eles mesmo, não fazem caso.
Tenham vergonha, façam zelar por aquilo que lhes é pago, que é dinheiro de todos nós ou a camara já não tem águeiro permanente, ou só lhes intressa é a fim do mês.
deus2deus disse…
Vejo muitos limos na pedra das fontes e muitas delas estão entupidas e com os ferros partidos e a àgua correndo para fora. Não basta dar uma mão de tinta branca à volta!!!

Adeus
Silva disse…
"Quadras soltas"


Ó fonte que és tão bela
Tua agua, corre fresquinha
Matas a sede há minha donzela
Todos os dias à tardinha

Tua agua cor de prata
Corre sempre sem parar
A todos ela a sede mata
Sem dar tempo, de te saborear

Quantos de ti já beberam
E se sentiram saciados
São milhões que já morreram
E lhes lavastes os seus pecados

Assim irás continuar
Para bem deste planeta
Até ao dia de ele acabar
E se converta num Cometa

É o fim, é o grande Big, Bang, Bang!....."E já fostes"
Silva disse…
Só me, acontece a mim

Ora vejam lá!..Não é que eu estava convencido, de que a fonte perto da agua da Senhora da Graça, era o fontenário que estava, ali junto à entrada, para a praia!...Houje passei por lá, e não é que eu penso que estou a ver, uma alucinação !...Foi então que eu vinho a mim e disse!.... Claro a foto do nosso Regedor, então é recente e eu pensava que alguém, em tempos tinha feito o registo, e agora posto nesta Casa.
Só mesmo a mim, porque a outro é impossível. São falhas temporárias, já com algum desgaste, da massa sofálica. Vou arranjar Cerebrum? Não tenham duvidas.

E esta hem
falange disse…
Com tantas fontes públicas que o Porto Formoso tem, arrisco-me a dizer que essa freguesia é uma fonte de inspiração para quem dela beber toda a sua Natureza.
Na minha infância, tantas vezes "assassinei" a sede, na fonte da Canada das Gentes.
A fonte que menos utilizei para saciar a sede, está "anexada" à Junta de Freguesia. Resta saber se a sede da Junta de Freguesia, aproveita essa fonte para se inspirar no futuro da freguesia ou se é apenas uma coincidência homófona e homográfica da palavra -sede-.


Um abraço.
certo disse…
A primeira frase do ultimo comentário está muito bem conseguida!!!
Mas, o que mais gozo deu foi a intenção com a uso da palavra "homográfica"... lol... a ver se o pessoal vai à wiki...
Força.
O Regedor disse…
A casa da mosca é uma wikipedia do Porto Formoso! (com uma grande dose de exagero)

Para tal, quem quiser pesquisar os arquivos d´A Casa da Mosca sobre qualquer tema ou assunto pode escrever e pesquisar onde diz "Procure neste blog:"

Por exemplo, coloquei a palavra "termas" fui pesquisar e saíu isto: http://blogsearch.google.com/blogsearch?bl_url=http%3A%2F%2Facasadamosca.blogspot.com%2F&as_q=termas&submit=Search

Muito bom!
Já temos aqui material e contribuições de mais de 5 anos de actividade. Quem sabe se alguem ainda utiliza este material para realizar um pequeno trabalho na escola primária sobre qualquer assunto da nossa terra, para satisfazer uma simples curiosidade ou quem sabe até para algum Mestrado?

Cumprimentos
O Regedor disse…
Já agora a fonte que mais matei a sede não foi nenhuma destas. Foi sim a fonte "das escolas de baixo".

Essa sim, ficava mesmo ao lado do campo de futebol. Até fazia de linha lateral e era um perigo. Muitos partiram alguns dentes por ali.Contudo, nem era preciso o jogo ser interrompido para se poder beber uma águinha frequinha.
A agua da escola de baixo era muito mais fresca do que a da escola de cima, uma fez que a de cima, apanhava com muito sol e era necessário deixar correr um pouco, pois inicialmente ela saía quente no verão.

Das fontes aqui apresentadas a que mais matei a sede foi a da Canada das Gentes e da do final do Outeiro. Esta última dava sempre jeito a vir da praia a pé, após subir o arrebentão ou nas saídas de bicicleta após a subida do outeiro.

Assim, se percebe que as fontes ficam na nossa memória.

Cumprimentos
Silva disse…
Um dia destes fui ao Ilhéu da Ribeira Seca.


À conversa com um familiar, falamos no Ilhéu, ele que tinha, gostado de lá ir com a família, onde tinha um sem numero de nascentes, retorqui e disse que para além de uma que corre com um grande caudal, havia mais duas de agua férrea que correm em pequenas bicas!...Ele diz que Há varias a jorrar com grande caudal!...
Então desloquei-me, e ver com os meus próprios olhos, eis quando chego à nascente que abasteceu ao longo talvez de séculos a população da Ribeira Seca e Vale Formoso, reparei, que aquilo não era o caudal que eu conhecia Há mais de cinquenta anos, bom tudo podia acontecer, desloquei-me para a direita a ver se via a agua ferra, mas estava soterrada por assoreamento, visto isto acontecer com grande frequência, olho mais à direita e vejo um sem numero de nascentes, com grandes caudais e fiquei a pensar como poderia ser aquilo, e então vei-me à ideia, a tal redução do caudal deve-se a que algum sismo, mais forte deva ter aberto novas fendas e a tal nascente deve ter-se desviada em vários ramais!....O curioso da história é que um daqueles senhores que comprou um moinho, e o adaptou a residência sazonal apoderou-se do caminho publico, que serviu várias gerações daquela população ali residente em tempos remotos. Não sei o que é que a Junta de Freguesia possa ter feito por isso?....Reclamamos aquele caminho que é nosso e não daquele senhor, que ignorou e tapou com um muro, apropriando-se deste.

Vamos a ver o que é preciso, para que a Junta de Freguesia, faça repor o caminho publico que é de todos nós!.........
Caro Silva, e o melhor perdeste tu este Verão, quando no meio do ilhéu estava um grande lago de água doce (bem fresquinha e limpida) digno de uma praia deserta, com areal e um mar fantástico. Boas tardes de sol passei lá este verão, no ilhéu! Estava deslumbrante!

Ontem fui aos banhos da ladeira! Já não ia lá á uns bons 15 anos!
E foi uma aventura!!!

O caminho está TERRÍVEL (embora se note a passagem recente ao que julgo ainda lá vão abaixo alguns pescadores).

Como dizia, o caminho é feito por meio de uma vegetação muito densa e por vezes o carreiro não tem espaço suficiente para se põr um pé...
A cerca de uns 5o metros do final do percurso, houve uma derrocada e o caminho só se faz com muita imaginação e segurando-se a raizes de árvores...
Ao chegar lá abaixo o cenário é um tanto ou quanto desolador. A "piscina" está partida e a água de quente não tem nada.
Vale pelo passeio (para quem é amante da natureza, porque quem não for, escusa de lá ir!), e pela fabulosa vista para o lado de santa Iria e Ponta Formosa.

Como trilho, teria que ser muito bem adaptado, e não sendo dos melhores, era uma mais valia para a freguesia.
Silva disse…
Caro Pardal do Telhado.

Estime muito que, já tenhas frequentado o Ilhéu da Ribeira Seca, pela longa história dita pelos mais antigos, até aos anos cinquenta ninguém se lembra de o ter visto assoreado, lembra-me pela primeira vez que tal aconteceu, causou espanto aos ali residentes, ora ficava com a areia, e de repente ficava sem nada, ouve uma altura em que, durante o verão permaneceu de tal forma, que com a maré vazia conseguia-se passar para a Praia dos Moinhos, a partir dai não sei se tal já tenha acontecido. Dai a tal lagoa, ser cíclica, tanto aparece como desaparece. Era nesta praia que as moças da Ribeira Seca e do Vale Formosa, iam passar muitas tardes de Domingo, no verão, por ser esta a praia que elas e seus pais, consideravam ser a mais "decente!...."
Pois o assoreamento deste Ilhéu, deve-se, "talvez ao arroteamento do Monte Escuro"visto ter sido só a partir dai que tal, apareceu.

Quanto aos Banhos da Ladeira da Velha, já a ultima vez que lá tive, já existia o tal lanço que obstruiu o caminho, espero em breve fazer nova ida, e se puder ir mais ao lado, para a direita, que se domina por, Praia do Canto, como já lá não vou há mais de 35 anos, não sei se será possível, mas como quem gosta de pescar, procura aquele sítio, é possível que haja um trilho, e seja fácil de lá chegar.

Um trilho que à mais de cinquenta anos que não o faço e que era muito bonito, era ali na Ribeira Seca subir o Topo e ir por um trilho sempre junto ao mar na cota mais alta e ir até aos Bicos, e sair na Boa Viagem, não sei se ainda hoje, será possível, mas era um dos sítios que nós rapazes, em grupo fazia-mos e entravamos nos subterranos, deixados pelas tropas, quando por cá estiveram, nos anos 40. Como estão a ver à muitos sítios por explorar de grande interesse para o turismo e não só.
E assim meus senhores, com pouco, já muito espero ter despertado alguma atenção?............
Até mais, com um bem haja a todos.

Do Silva para a nossa Casa da Mosca.
JASRAPOSO disse…
O Turismo Termal gerou 18,5 biliões de dólares, na Europa, em 2007.

E assim se continua da deixar correr para o mar os benefícios da água dos antigos banhos da Ladeira da Velha.
aguia disse…
Esta Casa não para de nos surpreender. Então não é que o semanário Expresso das Nove, na edição de ontem, volta a referir-se à Casa da Mosca no seu espaço BLOGUE-IN. Desta vez reproduz o texto UM REBUÇADO DE POEJO, publicado pelo Regedor no passado dia 20/10/09.
Caro Silva, sabe que o ilhéu (que me lembre) sempre foi servido por um atalho que começa junto á casa da enfermeira (com janelas e portas verdes) na ribeira seca.

Este mesmo atalho sempre passou junto a umas casas de pedra e o seu acesso sempre foi facilitado pelos seus proprietários.

Acontece que actualmente este atalho está em muito mau estado (mais uma prova de abandono daquilo que de bom esta freguesia tem).

O acesso a que se refere, e que pertence á casa do sr Mário Fortuna, nunca foi um acesso para todos,uma vez que ele construiu a sua moradia num terreno vendido por um parente meu, e nunca existiu acesso para a praia por lá.

Ele é que construiu um acesso da sua casa lá para baixo para o ilhéu. Pode dizer que ele apenas comprou o sitio onde deveria ter construido a sua casa e depois se apoderou da rocha por ali abaixo, o que já vem sendo costume, veja-se o exemplo da praia dos moinhos, que tem casas que apenas foram comprados os terrenos onde estão as casas e outra é fazerem anexos e acrescentos até á areia.

É o pais que temos!
aguia disse…
Apareceu-me no Sábado lá em casa um parasita do rendimento mínimo a querer-me vender castanhas e tangerinas sem ter uma quinta. Ainda há gente que compra essas coisas sem saber donde vieram, priovando ~com essa compra serem pior do que eles.
Silva disse…
Que me perdoam meus senhores mas vou ter de responder.

Caro Pardal, quando eu disse que alguem se apoderou do trilho que dá passagem é com conhecimento de causa.

Quem sai do Ilheu tem dois lotes de escadas a cerca de dois metros um do outro, o da direita é o que é publico agora sobes, vai dar a uma cancela que por azar está distruida e termina num pátio. E´este pátio que o dono vedou e cortou o acesso, ao tal caminho que vem dar a casa da dita senhora enfermeira, se os donos da ultima residência facilitam ou não, este ai sempre foi privado. Agora não sei se ficaste mais esclarecido. O que é certo, quando comessaram a comprar aquilo ali para baixo um deles pos uma cancela cá em cima, fazendo aquilo de uma praia privada. Por ordem de um presidente da junta de Freguesia tal situação foi resolvida, só depois o outro senhor vedou a emtrada no penúltimo moinho, vedando com um muro fazendo o tal pátio, naquilo que é publico. Quanto ao Senhor Mário Fortuna, está tudo correto, tanto onde ele fez a casa, como a ultima parte que ele comprou sempre foi privado e já existia resisto, muito antigos de uma parte daquele segundo prédio, até ai não há duvidas.
Sem Mais
Cumprimentos
do Silva
Caro Silva, agradeço antecipadamente os esclareciemntos.
Realmente não me lembrava dessa terceira passagem (neste caso a do meio).
Mas ao que lembro ( e não querendo por em causa os seus esclarecimentos) esse portão de que fala, não ficou inviabilizado à uns anos aquando de uma derrocada, que levou parte da escadaria?
Este comentário foi removido pelo autor.
Este comentário foi removido pelo autor.
Mais um passeio a pé pelo Porto Formoso e fiquei com dúvidas que poderão ser esclarecidas aqui.

Quem vem da Ribeira Grande e passa a entrada da Ladeira da Velha (mas sempre na estrada regional), logo mais abaixo, à esquerda que vai a caminho do Porto Formoso, existe um obliquo em pedra de Lavoura. Procurei, procurei, mas não há lá nada que me diga o que é aquele "monumento".
Alguém me sabe explicar?

Pela mesma estrada a abaixo e de novo a caminho do Porto Formoso, no parque de merendas da casa do galo, a fonte que lá está, também pertence ao Porto Formoso? Também poderia ter feito parte das fotos aqui apresentadas?

Alguém me esclarece??
virafoto disse…
Amigo Pardal do telhado.
Caso estranho o teu?... Este de não saberes a que se refere o tal monumento oblíquo, ó és muito jovem, e já não é do teu tempo, tal monumento?... Se é este, que eu penso, não é nada mais nem menos, e está ali em "Memorial" da celebre, Guerra da Ladeira da Velha, claro bem sei que delapidaram as frazes da contenda, está ali como podia estar no Muro Branco ou em qualquer sitio de toda aquela área, de onde se passou tal escaramuça.

Quanto ás fontes, são várias a começar da Coroa da Mata, desde aquela ribeira, que divide a Ribeirinha, do Porto Formoso e um pouco antes, da Fabrica do Chá, eram quatro, não sei se estão ainda todas de pé?....
O Regedor disse…
Caro Pardal,

apenas coloquei as fontes resultantes do investimento em canalização pública realizado em 1959 pela CMRG no Porto Formoso.

Contudo, é uma boa idéia fazer um futuro post sobre os fontenários do Porto Formoso.
Farei um post futuro então sobre este tema, só que... a maioria deles foram roubados. Estou-me a lembrar de um fontenário mesmo na curva anterior à Fábrica de Chá (sentido R. Grande-Nordeste) que foi levado pelos amigos do alheio e deve estar num chalet de família rica.

Quanto ao monumento, é o resumo da nossa imcopetência. Para mim é o monumento da vergonha.
Na altura da sua inauguração não faltaram gravatas e banda de música. Até o Mota Amaral, que na altura era mais importante do que o Papa, veio à sua inauguração.
Hoje está ao abandono, este que é o símbolo de uma das batalhas mais importantes da história de Portugal.

Cumprimentos
Caro Virafoto, mt obrigada pela explicação.

Sou jovem, mas tb não poderia saber pois não nasci nem me criei por cá, apenas aqui resido de há uns anos a esta parte.

O facto de não ter qualquer tipo de inscrisão que justifique o monumento, reduz a hipotese de s adivinhar o que quer que seja.

Mais uma vez obrigada pela explicação.
Que se deveria tratar de um monumento não tinha dúvidas, só não sabia o que seria!!
:)
certo disse…
Caro pardal do telhado. Agora sim consegui perceber quem és. Um bem haja. E podes dizer que és do Porto Formoso porque, além de outras coisas, já o conheces há uns 22/23 anos.
Silva disse…
O Valor dos Fontenários na Estrada Regional.

Há cerca de um século, o automóvel, aqui nos Açores, era apenas uma miragem, na grande maioria o transporto de pessoas e mercadorias, se fazia de "charabão" (chárreto) ou de carroça e estes eram movidos; puxados por animais de raça cavalar e bovinos. Falavam os mais antigos, que a produção de beterraba, e transporte para a Sinága actual , era feita na grande maioria por este meio de transporte, embora de barco não sei se chegou a acontecer, no Porto Formoso, já que no lado norte, esta produção não ultrapaçou para além desta freguesia, provavelmente pela grande dificuldade da distância, percorrida?....Era por estes fontenários, que os ditos animais e não só matavam a sede, e estes se encontravam, a curtas distâncias uns dos outros. Hoje muitos já não existem, outros ainda jorram a matar a sede de animais e não só, e até o veiculo automóvel se vale deles em ultimo reduto, visto até a agua para eles, também é especial.

Quanto aos fontenários na Estrada Regional, nada tem a ver com o municipio, foram da responsabilidade da antiga J,G.embora, fazem parte da Freguesia do Porto Formoso, que compreende desde a Ribeira antes do Miradouro até perto do Posto de Leite, que fica para além da Fábrica do Chá, depois da passagem da Roça do Louro?......Não sei se está correcto!....
Do Silva para a nossa casa da Mosca.
Caro amigo certo, há uns 22/23 anos???
Errou. Já conheço á bem mais tempo, mas tb não digo qual.

Acredite que não sabe quem sou.
Está a anos luz!
Sou uma pessoa discreta...
:)
Arcanjo disse…
muito se tem visto por aqui por este blogue, de tudo se comenta, no entanto dia após dia a freguesia assume contornos cada vez mais inconcebíveis e ninguém age.na junta e câmara temos "mais do mesmo" de onde se espera novamente esquecimento. o certo é que a freguesia perde de tudo um pouco e o património não escapa, ate onde iremos assim... caminhamos a passos largos para a estagnação iludidos na imagem daquilo que já foi mas que hoje infelizmente não somos. chamo a atenção de que de direito a fazer uma reflexão e a agir com urgência começando no património...
Silva disse…
Quem Sabe se Estas Fontes, Abreviaram o Inverno mais Cedo?.....


Ainda estamos no Outono e já se faz sentir o Inverno, já há muitos anos, que não se tenha dado nota, de frio, nesta altura do ano, se alguém estava à espera do Verão de São Martinho, engana-se, pois penso que ele, se antecipou, visto ainda por São Martinho, havia banhistas e estes sim, souberam aproveitar o verão. Que se cuidam com agasalhos pois o Inverno promete fazer frio a valer. É caso para dizer é o tempo que temos!........A lembrar o antigamente.
Do Silva para a nossa Casa da Mosca
aguia disse…
Fiquei menente ao ver no site da Câmara que o secretário da Junta de Freguesia é o João Branco.
Onde pára a dra. Patrícia Teixeira?
Quero a dra. Patrícia na Junta e não na Assembleia.
Se o site está errado a Junta deve mandá-lo corrigir com urgência
deus2deus disse…
Houve uma troca na junta de freguesia porque a Patricia passou para a Assembleia e o Joao para a junta.

Estranho esta situação!

Adeus
Silva disse…
Dos dois qual será o melhor, para ocupar o lugar, de Tesoureiro. Não vejo a diferença?....Deixem o homem em paz, que é quanto basta, é da nossa terra filho de gente boa e honesta, não é preciso ser, doutor?.... Para por uma rubrica. Contabilidade, não falta quem faça.
007 disse…
Então O POVO votou foi "naquela" lista de GENTE honesta e á que confiar ou não ? E pergunto o que tem a ver os membros da junta com as nossas fontes??? mais uma vez os socialistas" perderam o juizo!!!
007 disse…
Meus caros amigos , lembrem-se que a assembleia de freguesia ficou agora mais BEM COMPOSTA , ou seja 5 para 4 e que "4".
Portanto acho que é muito importante haver "doutores" ; professores ; electricistas etc...isto á que vai uma açorda hein!!!
007 disse…
Mas afinal vcs viram como se muda d´rasticamente de tema neste blog? e vejam´só foi o nosso amigo Águia que entrou aqui tão preocupado com os fontenários que acabou por ir ter com a srª DOUTORA PATRICIA!!! Tenham santa paciência!!! bem haja.
007 disse…
JÁ agora queria vos perguntar o porquê do meu amigo "EVARISTO" não ter escrito mais aqui na casa da mosca? ele que é um digno conhecedor de toda a lista do PS á junta de freguesia , ele mehor que ninguém deve saber o que se passou com a DOUTORA Patrícia!!!
O Regedor disse…
Tal como um primeiro ministro forma o governo...

Pois é! Os nossos eleitores podem não saber, mas quando votam numa lista de um partido estão a votar na lista toda. Assim, o partido vencedor pode escolher quem ocupa os cargos na Junta e na Assembleia.
Meus caros, isto é só a Democracia a funcionar.
As razões de tal troca não faço ideia, no entanto, é perfeitamente legal.

Que os nossos representantes na Junta e na Assembleia (os da oposição também) saibam desempenhar bem as suas funções em prol do Porto Formoso é o que desejo.
Oxalá não voltemos ao tempo os membros de determinado partido nem se dignavam a aparecer na Assembleia, traindo assim todos os que neles confiaram o seu voto.

Cumprimentos
O Regedor disse…
O Carlos César não é doutor.
007 disse…
Caro amigo ÁGUIA , quero lhe informar desde já que a srª Patricia ocupou um novo cargo na câmara munincipal de P.Delgada e segundo as leis o dizem neste mesmo cargo ela , não poderá exercer funções em outras partições publicas ( coisa menos coisa) dai ter que se retirar da junta .
Caro amigo Regedor não queira comparar os membros da oposição (PSD) com os membros de "determinado partido que nem se dignavam a aparecer na Assembleia" ... que tambem sabe qual era esse partido e o porquê de se ausentarem das suas funções!?
É MUITO DIFICIL querer exercer o seu trabalho e ser ignorado por tds ... mas como já mencionei neste blog á que confiar nos quatro membros que foram eleitos para exercer dadas funções e acho que não só este 4 mas tb os outros 5 são pessoas que teem muita força de vontade de de trabalhar em prol do PORTO FORMOSO .
Bem haja a todos!!!
Jolly disse…
lá vamos nós
Jolly disse…
caro águia para qué este espanto todo, não me digas que não sabias que isto ia acontecer, logo tu que estas sempre por dentro destes assuntos todos, possivelmente antes das eleições já todos deveriam saber desta mudança, mas como poderiam perder votos se a Dra. Patrícia não estivesse ah frente deixaram na lá ficar, agora o João boguinha como secretário ?????
preparem-se possivelmente será ele o novo presidente no novo mandato
dyeve disse…
wow muy interesante escribir muy bien, felicitaciones! y las fotos son grandes :)
Silva disse…
Este comentário foi removido pelo autor.

Mensagens populares deste blogue

Trilhos pedestres no Porto Formoso, onde?

Águas Medicinais da Ladeira da Velha