« Home | Terminologia Agrícola do Porto Formoso » | Eco-Freguesia em vez de Lixo-na-freguesia » | O Natal de Diamantino » | Chuva intensa » | Boas Festas Portoformososenses » | Novo postal » | Saudades » | Multibanco, Multidões, Multieuros » | Fontes públicas » | Um rebuçado de poejo »

Em obras...

Houve um problema informático com a "aparência" d´A Casa da Mosca.
Vou tentar resolver a situação em breve, sendo que parece difícil um regresso ao aspecto original...

Ora bem isto era o que eu já esperava!
Nada mais;- isto é como o nosso computador quando carregamos com muita tralha, baralha-se. Eu supõe que quando fazemos um blog, parece-me, que tem um limito de paginas e um total máximo de megabyt.Caso contrário está a vista. Ora eu não sei se seria prudente apagar os últimos, dois postos, depois de salvos, e tentar restaurar o logotipo. Manter blog, este depois de recuperado, trancando, à escrita e ficar só para leitura. Fazer novo posto com a Casa da Mosca 2 e provavelmente tudo ficará sob rodas. Espero que venha a ter um bom resultado. Ou aceite outros concelhos de outros mais bem informados, que não faltam por ai.
espero que tenha o melhor resultado.
Cumprimentos.

Caro Regedor,

Faça um esforço para por essa Casa aberta e ao nível que sempre nos abituou

Meu caro Regedor a mim já me aconteceu o mesmo, e começou a dar sinais como este, por vezes não contava os comentários. E este já por vezes fazia o mesmo, só aparecia a contagem correcta algumas horas depois, por vezes com grande dificuldade de abrir, resultado ficou assim, isto não consegui recuperar o blogo. Embora eu já tinha salvado todo o serviço que lá tinha para um dia mais tarde lançar, novamente. Visto, assim e com muita pena nossa, o melhor mesmo é deixar como está e abrir outro, colocando um link para este, para quem queira fazer consultas. Pois se damos voltas por aqui na Net, não é difícil encontrar blogos assim como este está, provavelmente pelos mesmos motivos que eu desconheço mas eles lá continuam. Há um ditado que diz mais vale um pássaro na mão do que dois a voar. O bom censo assim manda. Não vamos perder um grande e valioso "espólio", que muito diz de nós e de várias gerações desta nossa freguesia.

Esta Casa da Mosca não pode parar senhor Regedor. Estámos à espera que volte tudo a ser como dantes ou melhor.

adeus

Caros bloggers,
apenas para referir que estou a construir blog, mas que ainda se encontra em fase de experimentação. Esse blog não é, de forma nenhuma, uma alternativa a esta CASA.
Estão todos convidados a visitá-lo e a contribuir com comentários.
Ainda, referir que os comentários não são filtrados só não se aceitam insultos e maledicência... Nesse caso serão apagados de imediato, sem recurso a contemplações. Assim, espera-se que todos possam contribuir de forma equilibrada e, eventualmente, com ideias e propostas...
o endereço é:
http://acabarcommeiasverdades.blogspot.com

Um bem haja a todos

Parabens ao meias verdades seu autor Evaristo,Blogo etá muito bem estruturado, tem por isso pernas para andar. Pena não consigo escrever mensagem, talvez por desconhecer o modo correto? Há.... lá por ser meias verdades não quer dizer que no seu perfil tenha dois olhos nariz e boca!...Ou se dá a cara ou não!..... È lá consigo, lá que parece mal, isto sim é verdades, dá par desconfiar.

Forca ai.

Pelos vistos a fachada da casa da mosca é mais importante que o seu interior. A "aparência" tem um poder enorme quer pela negativa quer pela positiva.
Os temas a abordar são a imagem de marca do blogue, os comentários são, digamos, a decoração da casa.


Um abraço

Relativamente á Casa da Mosca” a imagem também conta e ficamos todos satisfeitos por ter passado esta “nuvem negra” que nem chegou a molhar Blog.

Agradeçomos o amável convite do Evaristo, já fui dar uma espreitadela e acho muito interessante este projecto. No entanto não posso, por questão de princípio, participar no “acabar com Meias Verdades”.
Não sou politólogo, não é a minha praia e aqui na Casa da Mosca, sexo e política pura e dura foram temas que nunca abordei. Durante as duas últimas campanhas autárquicas até me abstive de fazer comentários nesta Casa, demasiado quente nestas datas.
Parabéns, força para o novo Blog, boas discussões e o mais importante mantenha a chama acesa, prometo que vou fazendo umas visitas …
Cumprimentos

Amigo JAGPacheco,
o blog em causa é, como a própria descrição indica não só sobre política mas também sobre todos assuntos que possam interferir com a nossa vida em sociedade...
Portanto, meu caro amigo, a questão política não é sinónimo de partido...
Cada um tem o seu, ou não, e não é isso que importa para a participação no blog.
Gostaria de poder contar com as suas ideias e comentários.
Volto a frisar que o blog Acabar com Meias verdades não é um fenómeno de concorrência da Cada da Mosca.
Um bem haja a todos

Aproveitando a maré que ia levando o blog por água a baixo alerto os bloggers para o lado direito da Casa da Mosca - LINKS

- tomei a liberdade de adicionar o link do blog do Evaristo e do blogger falange, "acabar com meias verdades" e "ser pessoa sem fernando no nome", respectivamente. Ilustres amigos pessoais e amigos desta casa.


Boas leituras

Afinal tivemos operador em altura, não sei o que é que dei origem a esta desorientação do blog, mas pelos vistos não foi nada de grave. Parabéns ao Regedor por ter resolvido a situação. Espero que não volte a acontecer, pois seria de muito grave para esta Casa da Mosca perder-se tudo o que nela exista.

Em Obras, obras mesmo precisa a rua Central da Ribeira Grande desde a rotunda da Ribeira Seca até à recta da Ribeirinha. Já desde Agosto do ano passado, que não passava por ali, hoje por motivos pessoais fui obrigado a passar. Pois é uma vergonha ao estado que deixaram chegar aquela artéria, que por sinal é muito movimentada, bem sei que o tempo não tem ajudado muito até pelo contrário, mas chegar aquele ponte só visto. Os Homens da Ribeira Grande, que dizem terem o Nariz Grande, nem piam para os média, caso estranho. se Fosse noutras cidades, já tinha avisto páginas inteiras de fotos em todos os Jornais.

Do Silva, para a Casa da Mosca, que espera obras na rua central da Ribeira Grande.

Este blogo está de novo, a não fazer a contagem na hora devida tinha 11 e ficou na mesma.

Tem início amanhã a SEMANA DO DOENTE.

Numa sociedade movida pela produção e pelo resultado final de exploração de qualquer negócio, os doentes acabam por ser um incómodo uma vez que são contabilizados como um custo.

Se não conseguirmos uma mudança brusca na orientação actual, a nossa forma de relacionamento caminhará para o egoísmo e dificilmente atingiremos o verdadeiro espírito humano.

Não queremos pessoas com compaixão pelos doentes, mas sim indivíduos com atitudes calorosas de paciência, tolerância e compreensão.

Não termino sem recordar dois amigos da minha idade, um criado na Canada das Gentes e outro na Ribeira Seca dos Moinhos, que se debatem com graves problemas de saúde. Para eles, que pouco sabem da Casa da Mosca, os votos de recuperação.

Hoje, o lado norte da ilha tem tido muita chuva, repare-se que de ontem até ao meio dia de hoje, choveu oitenta e quatro litros por metro quadrado no Nordeste, se olhamos para traz e ver o que tem chovido é muita agua, os terrenos não suportam muito mais. Por volta da dezoito e quarenta, a Ladeira da Velha ficou interrompida por ter caído uma avalanche de terra, logo mais abaixo do Muro Branco, lado direito de quem vai para a praia, torna-se perigoso transitar em determinados locais todo o cuidado é pouco, agora de tarde choveu muita agua no Porto Formoso, se a noite não abrandar poderá ser uma desgraça, para determinados sítios, desta freguesia. Espero que nada de grave venha a acontecer, mas este Inverno, lembra os Invernos dos anos cinquenta, até aos anos setenta, que em parte eram assim, daí para a frente, foi como já temos assistido, a autênticos de Verão, mas este ano tudo mudou, não dou fé de ter um mês de Março assim.

Do Silva para a Casa da Mosca, com a chuva abundante, no lado Norte a partir do Porto Formos até Nordeste.

Amigos dos Açores com projecto "Pé Alerta"em defesa dos trilhos


Amigos dos Açores com projecto "Pé Alerta" em defesa dos trilhos
Em São Miguel
Existem entidades responsáveis por trilhos pedestres que entendem homologação destes como se de uma galardão se tratasse, interpretando-a como um fim e não com o início de uma nova visibilidade e utilízação", afirma Diogo Caetano, responsável pela associação ecológica "Amigos dos Açores, aquando da divulgação do projécto Pé Alerta.
Esta iniciativa irá recolher informação sobre os trilhos pedestres nos Açores, que de acordo com Diogo Caetano, tem sido pouco aproveitados em relação ao potencial que apresentam.
"Cada ilha deve constituir uma rede de percursos interligados, que permitam aos turistas passar mais tempo a caminhar, deixando-mais valias económicas e sociais nas comunidades locais, onde passam a generalidade dos caminhos. É assim que se faz em locais como as Canárias e se encontra esboçado na Povoação,"afirma Diogo Caetano crê também que se as redes de trilhos integrassem os percursos pelo seu interesse-por exemplo, regional, local e urbano-tal levaria a uma oferta turística mais consolidada, que potenciaria um maior reconhecimento por parte dos pedestrianistas.
Sobre os eventuais riscos que possam enfrentar os caminheiros que utilizem os percursos pedestres, como os cães deguarda ou os víiculos motorizados, o responsável da associação indica que a solução reside no planeamento.
É fundamental definir os trilhos pedestres em que estão disponíveis unicamente para pedestrianismo , os caminhos que podem ser compatíveis com o cicloturismo ou os veículos motorizados", indica.
"É também preciso sinalizar convenientemente estas utilizações nos acessos aos caminhos como há noutros países", alerta.
Diogo Caetano classifica de "fundamental" saber que uso se pretende dar a cada trajecto para evitar situações de conflito, porque" muitas vezes vêem-se por exemplo motos na Serra Devassa ou bicicletas no Pico da Vara". Quanto à questão de animais perigosos ou vandalismo nos trilhos, indica que são fundamentalmente, problemas de fiscalização, que é reduzida ou inexistente na maioria dos trilhos homologados".Sobre a implementação do Pé Alerta, Diogo Caetano indicou que o pedestrianismo na Região é uma importante actividade ao ar livre, reunindo nas suas diversas cerca de 1000 participantes anuais.
"Isto revela um grande potencial no que respeita à constituição de uma rede de vigilância ambiental baseada no cidadão e na sua participação activa" explicou Diogo Caetano," e foi neste espírito que surgiu a ideia do presente projecto".
Para participação no projecto,basta ao pedestrianista dirigir-se ao site http://amigosdosacores.pt/pe-alerta e preencher o questionário online.
As perguntas vão desde os pontes de interesse pela rota, ao estado de conservação e eventuais direitos, dados que serão compilados e futuramente expostos em relatórios no sit.


Transcrito do Açoriano Oriental, de hoje pelo Silva, para a "Casa da Mosca"

Senhor Regedor,

Introduza um pouco de oxigénio neste blog. Será que não motivos de reportagem no Porto Formoso??
- Onde está o início do parque de campismo??
- Onde está a segunda fase das obras da Ribeira do Lugar??
- Como esta a equipa de futebol salão??
- Como decorreu a romaria??
- Como está a disciplina na n/ escola?
- Como se têm comportado os membros da Assembleia de Freguesia??

Tenas não faltam.

Caros bloggers,

antes de mais as minhas desculpas por esta paragem nas publicações do blog.
Espero lançar novo post este fim-de-semana.

Cumprimentos

Hoje é o dia mundial da poesia. Espero ver aqui no blog um poema do KNUDSEM.

Senhor,
sou muito feliz
pelo pai que me deste.
Que nada de mal
lhe aconteça
nos caminhos da vida.
Quero-lhe tanto!...
Eu gostaria muito
de nunca o ver triste.
Dá-lhe muitas coisas…
mas sobretudo,
não lhe faltes com o trabalho
e o pão de cada dia.
Nós somos felizes com ele.
O meu pai
está sempre a recordar-nos
que tudo o que temos vem de Ti,
e que, na vida, o mais importante
é poder contar com a Tua protecção.
Ajuda-nos a corresponder sempre
ao Teu amor por nós.
«
Ontem foi DIA DO PAI

Já passou o dia do pai, já passou o dia de um país limpo, o Exmº. Srº.Presidente da Republica, fez parte do grupo, vamos limpar o país. Porto Formoso, de quem tanto promete nada se viu. Este blog, com variadíssimos temas que podiam ter melhorado, a sua imagem nada foi aqui lembrado. Será que ainda não se recompôs da perda temporária da sua imagem? Ó meu caro Regedor há tantas e tantas, coisas, que dariam belíssimas reportagens, que só vinham dignificar este blog.

Até este blog, que fez furor, na tão anunciada,"ECO Freguesia" quando chegou ao dia, nem uma palavra, para que seus leitores, ficassem saciados, com os seus temas. De Freguesia Limpa que por sinal, continua limpa tal como à dois meses atrás, espero eu que esteja, tudo na mesma?........

Mente airosa e verdadeira




Não como uma estátua, mas de pé como homem,
Imóvel, não fujo da água que cai sobre mim
Como se esta chuva viesse de uma fonte
Como se essa fonte fosse a minha inspiração


Há noites que parecem não pertencer aos dias
Não é o sol que as separa, não é a lua que as une
É uma estranha inexistência, como uma cidade sem ruas
De uma vida escondida nos becos que a mente tem

Mente airosa e verdadeira
Essa coisa minha que é forte
Não é um amor, vai ser sempre uma paixão

Airosa e verdadeira, a minha mente
É maior que uma noite inteira
É maior, muito maior que a imensidão

José António Braga Furtado.



Senti-me provocado ( pela positiva) pelo Aguia...

Um Abraço

Este comentário foi removido pelo autor.

Eu Não Sou Poeta - Letra "de Carlos Paião"

Quem me dera saber
Fazer versos, rimar
Para um dia escrever
Que tu és a mulher que eu quero amar

Quem me dera fazer poesia
Inspirada na minha paixão
Inventar sofrimento, agonia,
O amor de Platão

Quem me dera chamar-te de musa
Em sonetos e coisas que tais
Uma escrita solene e confusa
Com palavras a mais

Refrão:
Eu não sou poeta, não
Não sou poeta
Nunca fui um grande sofredor
Eu não sou poeta, não
Não sou poeta
Não te sei falar de amor

Mas seu eu fosse poeta dotado
Ou se ao menos julgasse que sim Falaria com um ar afectado Aprenderia Latim

Só faria canções eruditas
E se as ditas ninguém entendesse Rematava com frases bonitas
P'ro que desse e viesse
Refrão:
Eu não sou poeta, não
Não sou poeta
Nunca fui um grande sofredor
Eu não sou poeta, não
Não sou poeta
Não te sei falar de amor

Transcrito pelo Silva, para todos aqueles que não são "Poetas"

Caros leitores,
os post atrasou um dia. Saí logo. Vai ser de deixar água na boca.
Tive que esperar, pois não estava fácil de levedar.

Cumpriemtos

Enviar um comentário

Locations of visitors to this page