Isso não é com a gente

Estamos num tempo em que a pressão económica faz valer os seus interesses em prol de pequenos grupos sociais, os quais enriquecem num país com um fosso casa vez maior entre ricos e pobres. É neste tempo que necessitamos de políticos responsáveis e defensores do interesse comum.
A questão é mais premente no Porto Formoso, uma freguesia pequena, fora dos grandes centros urbanos, sem grande massa crítica que defenda os interesses da freguesia. Evidentemente que caberá a todos proteger o que é nosso, o que é património de nós todos e que, no fundo, vem a ser a nossa qualidade de vida, mas numa freguesia com uma sociedade civil tão frágil e pouco interveniente, a quem caberá a defesa da freguesia?
A resposta recai, obviamente, nas instituições da freguesia. Ora, não tendo o Porto Formoso uma Casa do Povo activa, essa responsabilidade pende exclusivamente sobre os nossos eleitos para a Junta de Freguesia.
Assim, espera-se que os nossos eleitos para a Junta tenham orgulho nesta missão tão nobre de defender os interesses do Porto Formoso, da sua terra, e mais do que isso: levem-na à prática.
É preocupante o facto de, em assuntos primordiais para o seu desenvolvimento e preservação, o Porto Formoso não tenha qualquer voz, deixando que os “outros”, lá ao longe, decidam por nós.

Apresento-vos de seguida duas situações nas quais espero que alguém defenda o Porto Formoso: a entrada para a Ladeira da Velha e a situação do Monte Escuro.

- A entrada para descida da Ladeira da Velha, com a abertura da nova estrada (SCUT) irá efectuar-se apenas no sentido Furnas/Ribeira Grande. Isto é, quem vem de Ponta Delgada ou Ribeira Grande, por exemplo, e quiser ir à Praia dos Moinhos ou quiser regressar a casa pela Ladeira da Velha não pode fazer essa manobra. Com a nova SCUT, o Porto Formoso deixa de ter três entradas com ambos os sentidos (Ladeira da Velha, Ramal e Ramal de São Brás – Emigrante) e passa para apenas uma. Quem defende os nossos interesses?

- O Monte Escuro, um dos locais com vista mais bonita de São Miguel e ponto mais elevado do Porto Formoso com 890 metros, está a ser continuamente destruído por uma exploração de bagacina. As fotos falam por si e são inacreditáveis. Quem defende o que é nosso?

Monte Escuro, foto retirada da net, autor desconhecido, ano de 2008

Monte Escuro, foto recente de 2011 ou final de 2010 enviada por blogger desta casa. Reparem que dois anos depois a exploração está maior, "comendo" a parte lateral do monte.

Comentários

Nunca fui de criticar a Junta de Freguesia do Porto, embora por vezes seja pertinente, mas este caso merece que a Junta de Freguesia seja incomodada, para que incomode quem decida pelos habitantes da mesma.
No post anterior referi a situaçao da Ladeira. É uma absurdo ficar sem esta entrada, quer por razões económicas, turisticas e/ou pessoais, isto claro para não falar das situações de emergência.
Para além das viaturas que circulam nos dois sentidos na Ladeira servindo os seus interesses, parece-me de todo descabido que uma pessoa que no Verão queira frequentar a Praia dos Moinhos tenha de ir à freguesia para depois andar para trás. Ora, para trás mija a burra!!
E se no passado não nos podímaos servir desta Ladeira, depois das obras também não vamos poder servir-nos dela.
Posto isto pergunto: A JUNTA ANDA A DORMIR,É???
Só querem tacho??
Abram os olhos senhores, defendam o que é dde todos, mas que nem todos podem fazerem-se ouvir! Foi para isto que se votou em voces( eu pessoalmente não).
aguia disse…
Gostei do Luís Furtado denunciar sem papas na língua o uso indevido da carrinha da nossa Junta de Freguesia. Apetece perguntar se o Carlos de Melo não tem dinheiro para pagar uma carrinha para ir à Maia levar um frigorífico. Isto só no Porto Formoso. Felizmente que há peesoas a denunciar estas e outras coisas
deus2deus disse…
A carrinha da banha da cobra porque a carrinha foi dada à junta para servir a limpeza da freguesia no programa Ecofreguesia e tem o desenho do programa colado na carrinha e tudo, mas o certo é que a Junta não fez nada para limpar o lixo espalhado na freguesia eficou fora das freguesia e o Porto Formoso não ganhou o prémio e agora vê-se para que é que queriam a carinha. O Eco-freguesia serviu para a junta ter uma carrinha para serviços particulares!!!! O próprio funcionário da limpeza da junta o Manuel Flor não pode conduzir a carrinha para ir limpar as ruas nem sequer para os moinhos.
Carrinha Ecofreguesia-----Serviços particulares e companhia limitada.

Vou fazer queixa à secretaria do ambiente.

O regedor diz as coisas por meias palavras mas eu compreendo.
O regedor devia ter escrito que a junta teve o projecto das scuts nas mãos e sabia das mudanças das entradas para o Porto nunca fez nada.
A junta sabia que andavam a descarregar a merdeleja dos balneários da praia no canto da areia do cabo e não fez nada e ainda veio aquele palhaço ribeiragrandense do MArco Sousa dizer no jornal que aquilo era "tratamento natural". Vai gozar com os teus não é com os portoformosenses.
A junta sabe disso do Monte Escuro e não faz nada.

Ele dizem que não ha dinheiro. Nessas coisas não era preciso dinheiro e não fizeram nada.

Vão aparecer uns comentadores a dizer que eu defendia a junta e é verdade denfendia porque merecia...hoje em dia não defendo porque nao fazem nada so porcaria.

Essa junta é telecomandada do Ricardo Silva que manda o Marco Sousa meter merda na cara dos Portoformosenses.

Digo palavras fortes porque esta gente merece e estão-se cagando para o Porto Formoso.

Adeus
deus2deus disse…
O camiao dos monstros da camara passa todas as semanas é só ligar. Passa fora.
JASRAPOSO disse…
Resumo das actividades da Junta de Freguesia e outros eventos, em 2010

- Limpeza subaquática da baía do porto de pescas,

- Reuniões com o Director Regional da Habitação, Director dos Serviços de Estradas, Director dos Serviços Hídricos, Director Regional do Ambiente, com a PSP da Maia, com a Scut Açores e com a Câmara Municipal.

- Visita à Freguesia da Câmara da Ribeira Grande, da Directora dos Serviços de Ambiente;

- Visita dos Serviços Hídricos ao Rego d`Àgua e do Director da Ribeira Grande Mais à Zona Desportiva.

Neste pequeno resumo podemos verificar que a Junta de Freguesia não andou parada.

Quando se levanta aqui o desastre ambiental que está a acontecer no Monte Escuro, apetece perguntar - É apenas responsabilidade da Junta de Freguesia ? E nós cidadãos o que é que fizemos? O problema é sempre dos outros e nunca nosso.

Falando da pick up, sou da opinião que a mesma apenas deve servir ao fim para que foi destinada. Tenho um certo receio que este precedente venha a levar ao cúmulo de toda a gente vir a necessitar da carrinha e a Junta se veja na obrigação de ceder e perca o controlo da situação.

P.S. Mais tarde abordaremos o Plano de Actividades das várias entidades, para o Porto Formoso, no ano de 2011.
JAGPacheco disse…
O Monte Escuro é um cone vulcânico constituído por “bagacinas”, localizado na zona central de São Miguel, relativamente próximo da Zona Protegida da Lagoa do Fogo. No seu cume, uma geométrica bacia possui uma nascente no fundo que se precipita verticalmente para o lado Norte. Á importância geológica, paisagística do Monte Escuro tem de se acrescentar uma certa mística para as populações envolventes.

A “cascalheira” do Monte Escuro é particular e está devidamente licenciada, aliás se na primeira foto aparentemente a exploração está a ser feita de forma desordenada. Na segunda foto nota-se um Plano de Lavra com o desmonte a ser feito em degraus de modo a permitir uma futura recuperação paisagística.

Apesar destes factos continuo a achar um “crime ambiental” a continua delapidação deste “Monumento Geológico”. Existem nesta ilha, zonas industriais onde abundam e se exploram estes inertes, com impactos menos negativos para o ambiente e paisagem.
Não existe necessidade de se abrir novas ou agravar estas feridas na paisagem. Um camião médio transporta cerca de 14 metros cúbicos de bagacina …


O facto de a Ladeira da Velha passar a ser apenas saída do Porto Formoso, não considero relevante. Tendo em conta que as obras previstas para a beneficiação do Ramal do Porto Formoso irão colmatar e melhorar a acessibilidade a esta freguesia, para quem vem da Ribeira Grande. Logo, a pressão da Autarquia deverá ser feita no sentido de antecipar a obra do Ramal.

Tendo em conta que o caminho da Ladeira da Velha só permitirá sair na direcção da Ribeira Grande, será também sensato a Autarquia solicitar sentido único (Este - Oeste) para a Rua dos Moinhos a partir do Parque de Estacionamento das Pedras Ruins a fim de facilitar a circulação num dos troços mais complicados da freguesia do Porto Formoso
anonimo disse…
isto ta mesmo muito mal e so dar pancadas na junta pobre do presidente
anonimo disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
anonimo disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Silva disse…
O Monte Escuro. É ali, que começa a Ribeira da Ribeira Seca do Porto Formoso, vendo bem do lado esquerdo, da primeira foto, à um salto de grande dimensão"à uma lenda sob este salto, em que havia uma velha que tinha um moinho, ali entre o Ramal e a Ribeira Seca, que de verão, pouco laborava, por falta de água. Como naquela cratera tinha uma lagoa, ela, a velha, lembrou-se de lá ir e abrir mais um pouco, e assim fez!...Moral da lenda, quando chegou cá baixo só restava o alicerce da azenha, e o dito lago suas aguas abriram aquela falésia que ainda hoje, se vê, e assim ficou a cratera sem água, à excepção da nascente que lá continua" Monte Escuro provavelmente a origem do seu nome vem de ele ser coberto por bagacinas, "cascalho" escuras o que mais tarde, pela exploração,de seus inertes, se notar que o seu interior, era de cascalho vermelho, como se regista nas fotos aqui expostas, em que o seu envolvente é cascalho, escuro e o interior vermelho. Monte Escuro é do dominio privado, parte dele faz parte do Porto Formoso, que o lado sul, penso eu que é da Comarca da Vila Franca?
Não sou a favor da sua exploração!.......
Caro JAGPacheco, lembre-se que o facto da Ladeira não servir para si, pode não ser assim para muita gente, quer morem na Ribeira Seca, Vale Formoso ou zona dos Moinhos, bem como no centro da freguesia e se servem pela dita Ladeira.

A entrada pelo ramal está melhor?

Ora que bom, para o pessoal do centro da freguesia! Para quem mora nas zonas atrás mencionadas não aquece nem arrefece!

E seria sensato a autarquia por sentido único na Ladeira, é???

Não olhe só para o seu umbigo!!

Não se esqueça que muitos lavradores necessitam de subir e descer várias vezes a Ladeira para irem às suas terras. Muitos abastecem-se de àgua nos chafarizes da entrada da praia e junto à subida da Ladeira, para levar àgua para os seus campos.
O que lhes aconteceria se só houvesse um sentido na Ladeira?

Cada vez que estivessem no seu pasto e quissessem àgua, toca a subir a Ladeira, dar a volta no Miradouro de Santa Iria, voltar ao Ramal para ir buscar àgua e voltar a subir a Ladeira???

E quem mora na zona dos Moinhos? Tem de subir a ladeira se quiser ir à Maia?

Pense senhor, antes de abrir a boca!!!

Se existem zonas caóticas na zona dos Moinhos é no Verão, porque aquilo por estas alturas, anda às moscas!
E se não se pode circular é porque não há civismo e estaciona-se onde é proibido!!

Veja-se o exemplo deste Verão: Andaram a pintar linhas amarelas e era ver muita gente a estacionar e cima delas!!!

Não pense só em si!! A entrada para o Porto pela Ladeira fará falta a TODOS!!!
O Regedor disse…
Também eu estou contra que a entrada da Ladeira da Velha se dê só pelo sentido Furnas-Ribeira Grande.

Claro que inicialmente olhei apenas para a minha situação pois é meu hábito vir directamente de Ponta Delgada para a Praia dos Moinhos, quer seja de Verão para um banho, quer seja de Inverno para um café no snack-bar com vista para a maresia, mas também quando abrir o restaurante nos Moinhos, caso queira lá ir.

Numa segunda análise penso nas pessoas que vivem na zona dos moinhos e que regressam a casa, terão de dar uma volta muito maior, também é o caso dos lavradores que dão muitas voltas nos dois sentidos.
Para os moradores na freguesia a melhor solução será sempre regressar pela SCUT e é isso que toda a gente fará porque será mais seguro e rápido.

(Será que a descida ao lado da quinta do Sr. Artur Moniz apresenta-se como solução para quem vem da Ribeira Grande ou Ponta Delgada?)

Realço ainda que a questão levantada pelo JAGPAcheco sobre o trânsito caótico na zona dos Moinhos, a qual tem muita pertinência, mas que facilmente seria resolvida se a polícia da Maia cumprisse com o seu papel e multasse que estaciona em cima das linhas amarelas e não com mudanças no sentido do trânsito. (Espero que a dita reunião da Junta com a polícia da Maia tenha servido para pedir um reforço da fiscalização).

Não compreendo como esta questão da entrada da SCUT e da delapidação do cone vulcânico do Monte Escuro (aquela grota de que fala o blogger Silva é muito bonita, alta e com uma cascata) não tenha sido abordada a tempo por quem de direito.

Cabe a todos defender o Porto Formoso, mas há alguns que têm responsabilidades instituicionais.
Para bom entendedor meia palavra basta.
Cumprimentos
Sr Regedor, diz e muito bem!

Quem mora na zona da Ribeira Seca, Vale Formoso e Moinhos, ao vir da RGrd desce pela ladeira junto à casa do Sr Artur Moniz.

A meu ver esta ladeira (antigo Caminho do Mato), é muito mais perigoso que a Ladeira, pois é muito mais ingrme, mas caso a descida pela Ladeira da Velha(para quem vem da Rgrd) seja de todo impossivel, claro que este antigo Caminho do Mato será a alternativa.

Ora, poupa-se uns Km's na SCOUT para depois ir gasstá-los de outra forma.

A sugestão apresentada pelo sr JAGPacheco é descabiada e só prova que o Porto Formoso é o centro da freguesia e nada mais.

Há uns tempos atrás pedi uma ambulância aqui para o Porto. Claro que ao descer pela Ladeira ela poupou alguns Km's e minutos, que na situação de emergência são de extrema importância.

Ao verificar-se a impossivel descida pela Ladeira, tal deixará de ser tão precioso (para casos de emergência e não só).

Mas deixa que as eleições voltarão um dia, e eu até quem nem sou de votar, irei fazer uso desse poder para correr com quem está à frente da Junta e está lá a "apanhar banhos de sol"
anonimo disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
anonimo disse…
VAMOS TODOS DEIXAR A JUNTA EM PAZ
deus2deus disse…
A junta está em paz desde as eleições e ainda não fez nada.

adeus
deus2deus disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
JASRAPOSO disse…
PLANO DE ACTIVIDADES DO GOVERNO REGIONAL PARA O PORTO FORMOSO, EM 2011

- Construção das casas de aprestos no porto de pescas
- Conclusão da elaboração do projecto para o Ramal da freguesia
- Obra de reabilitação do Rego d`Âgua
- Demolição de três casas e construção de parque na zona da Ribeira do Lugar
- Elaboração do projecto para a terceira fase do loteamento do Porto Formoso.

Por parte do Governo Regional vamos ter um ano em cheio no Porto Formoso. Prevê-se que a primeira obra a arrancar, em Março, seja o Rego d`Àgua, seguido da Ribeira do Lugar.
anonimo disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
anonimo disse…
a casa do povo do porto formoso ja tem o dinheiro todo para as obras estao a espera do bom tempo ou vai a ver votos
JASRAPOSO disse…
PLANO DE ACTIVIDADES DA AUTARQUIA PARA 2011

- Construção do parque de campismo.
- Electrificação do parque de estacionamento junto à Casa Mortuária.
- Reabilitação da ermida de Nossa Senhora do Carmo.
- Correção e pavimentação da Cana do Mato do Outeiro.
- Construção de parque infantil junto ao loteamento.
- Reabilitação dos balneários da zona desportiva.
anonimo disse…
ate pareçe que o sr jasraposo e o porta voz da junta do porto formoso
O Regedor disse…
Saí no jornal Açoriano Oriental de hoje notícia acerca da insatisfação do povo de São Brás em relação aos acessos da SCUT à sua freguesia.

Em relação à Junta de Freguesia do Porto Formoso quero esclarecer a minha crítica: sabemos perfeitamente que o orçamento da junta "não dá para nada". Dá para pintar muros, varrer as ruas e apoiar um pouco os impérios e festas. Não é por aí que vamos longe, por isso, não critico a junta por falta de obra sua. Não há dinheiro e estamos conversados.

Tem de existir, isso sim, uma estratégia para dar a volta a esta situação, que só pode passar por uma grande pressão da junta junto das entidades competentes (Câmara e Governo) para que os interesses do Porto Formoso sejam salvaguardados.
Quanto a mim, isto não tem acontecido como seria desejável.
Deixo alguns exemplos em que a junta devia ter tido um papel mais activo:
- bandeira azul da Praia dos Moinhos;
- balneários da Praia dos Moinhos;
- situação das entradas e saídas da SCUT na freguesia;
- situação da Ribeira do Lugar;
- delapidação do Monte Escuro.

Estes são apenas alguns exemplos onde não é preciso dinheiro, mas sim capacidade de intervenção. Marcar reuniões, mandar ofícios a pedir esclarecimentos, fazer valer os interesses da freguesia. É para isso que existe uma junta, senão seremos todos mandados pelos senhores da Ribeira Grande que se estão a borrifar para o Porto Formoso.

Cumprimentos
Sr Regedor, concordo e muito com o que diz, mas esta freguesia é conhecida pelas suas lutas e manifestos de desagrados e nem por isso se vê que a "voz do povo" tenha força.

Veja-se o caso do porto de pescas da freguesia, das obras na praia e otras que tais que ninguém conseguiu fazer valer a voz da razão.

Não será por isso de estranhar que os acessos à freguesia mudem sem que ninguém queira saber disto.

Quer-se uma manif para contestar o que ainda não está concluído e por essa razão a tempo de ser corrigido!

Eu estarei na frente!!
JASRAPOSO disse…
POLÍTICOS, POLÍTICA, ELEIÇÕES E MILITÂNCIA POLÍTICA

No pós 25 de Abril as pessoas exerciam uma grande militância política, que se traduzia numa notável participação em muitos eventos. Nas sessões de esclarecimento, promovidas pelos particos políticos, as salas estavam à cunha. Nos comícios as pessoas pagavam do seu bolso o autocarro para neles poderem participar. Não havia polícia nos comícios, a segurança era assegurada pelos militantes.

Passou-se a uma outra fase. Para chamar as pessoas aos comícios, os partidos optavam por convidar um artista que actuava depois dos discursos dos políticos. Esta fase também já passou à história.

Agora vive-se os jantares convívio. Para cativar o público, os candidatos são obrigados a oferecer um jantar e assim conseguém ter alguém para os escutar e apresentar salas cheias através das imagens que passam na televisão. É caso para dizer - As pessoas são levadas aos locais pela barriga.

Compreender o tipo de comportamento dos nossos políticos ajuda muito a tomarmos uma decisão no dia de votar. Ajuda-nos a perceber que muitas vezes os conflitos que vemos nos debates televisivos são meros exercícios de retórica para enganar os eleitores. No fundo todos ou quase todos comem do mesmo tacho.

Até que ponto é que há gente disposta a mudar este faz de conta e falar a verdade ao nosso povo?

O povo tem uma ferramenta que é o VOTO. Saberá usá-la no próximo Domingo?
JASRAPOSO disse…
Estão abertas as candidaturas para a bandeira azul. Será que a Câmara da Ribeira Grande ou a Ribeira Grande Mais vão candidatar a Praia dos Moinhos?

Ou será que vamos assistir mais um ano a um atirar de areia para os nossos olhos?

Tem a palavra a Junta e a Assembleia da Freguesia...
aguia disse…
Isso é tudo farinha do mesmo saco. Depois de não conseguir explicar a transação das ações que tinha no BPN, agora não se lembra da escritura da casa de férias no Algarve. Isto só num país do terceiro mundo como Portugal
JASRAPOSO disse…
UM CERTO OLHAR...

1 - A Junta de Freguesia do Porto Formoso nada pode fazer relativamente ao Monte Escuro, porquanto aquela zona faz parte da freguesia de S. Miguel, concelho de Vila Franca do Campo.

2 - Começaram esta semana as obras na Canada do Mato do Outeiro. A Câmara vai proceder à sua correção, feitura de valetas e pavimentação.

3 - A Junta de Freguesia já reuniu com a direção das SUCTS para estudar os acessos à freguesia.

4 - A Câmara já programou iniciar em Março a recuperação da ermida de Nossa Senhora do Carmo e

5 - A pavimentação e electrificação da zona da Casa Mortuária ficão concluídas durante o mês de Fevereiro.

6 - A Praia dos Moinhos vai candidatar-se à bandeira azul.
JAGPacheco disse…
Se por um lado temos de reconhecer que a Junta de Freguesia tem desempenhado um papel relevante em termos sociais nomeadamente no apoio às pessoas carenciadas e habitação degradada, fazendo a ponte entre a população e as Direcções Regionais correspondentes, o que é importante para o presente e politicamente aliciante…

Por outro lado esta mesma junta não tem nenhuma Estratégia para o Porto Formoso, nem em termos de ambiente, nem em termos património, nem em termos de acessibilidades … o que seria importante em termos de futuro.

A obra do porto de pesca com tudo aquilo que se pode dizer de bom e de mau. Foi iniciativa e reivindicação de um grupo de pescadores.
Mesmo assim, a Junta estrategicamente poderia ter negociado como contrapartida dos prejuízos ambientais a qualificação das zonas balneares da Areia do Meio e da Areia do Cabo e recuperação do Castelo.

A discussão das acessibilidades junto dos responsáveis das SCUTS deveria ser estrategicamente feita á dois anos atrás... Neste momento a estrada já possui sinalização vertical, praticamente concluída, torna a negociação mais difícil.
Mesmo assim como sugestão, a Junta, deveria aproveitar o facto da obra do Ramal do Porto Formoso ainda está na fase de elaboração de projecto, para fazer incluir estrategicamente nestas obras, a beneficiação do caminho do Mato (Ribeira Seca - Quinta do Sr. Artur Moniz) nomeadamente um traçado em “lacetes” ou zig – zag, com recurso á aquisição dos terrenos do loteamento abandonado.

A obra camarária de beneficiação da Canada do Mato do Outeiro, já está iniciada, só peca por tardia e oxalá que as saídas e entradas ainda sejam negociáveis …

"Isto não é com a Gente"

e

"O Monte Escuro não pertence ao Porto Formoso"

É absolutamente a mesma resposta e o mesmo conceito!!!
anonimo disse…
tenho mais de 50 anos e nunca ouvi dizer que o monte escuro era do porto formoso e novidade para mim mas quem sabe sabe
O Regedor disse…
Caros,

o Monte Escuro não é do Porto Formoso por decreto, por lei ou por demarcação geográfica de concelho ou freguesia. Sem dúvida, é um facto.

O Monte Escuro é do Porto Formoso pela sua história intimamente ligada ao Porto Formoso, pela vida de centenas de Portoformosenses que andaram por lá, pelas gerações que por lá andaram a trabalhar, a apanhar lenha e a fazer piqueniques.

O que é nosso nem sempre o é por força de lei.

Quem não perceber isto não sente o Porto Formoso como seu.

Cumprimentos
O Regedor disse…
Quem tiver dúvidas veja a foto deste post:

http://acasadamosca.blogspot.com/2006/11/piquenique-no-monte-escuro.html
Silva disse…
Monte Escuro era conhecido pelos Portoformosensos, pelo musgo.

Realmente quase todas as famílias do Porto Formoso, no verão juntavam-se, grupos de moças, que em companhia de um famíliar ou amigo iam ao Monte Escuro, ali passavam, uma tarde, com piquenik, ou sem ele. Geralmente eram moçoulas, isto porque os namorados e famílias, geralmente deixavam estas, ir sabendo, que não havia, rapazes, no grupo. Homem casado conhecedor da área, este orientava todo o grupo, que iam apanhar o musgo que o transportavam geralmente de animal cavalar. Que depois de seco, encher os traveceiros ou colchões, que provavelmente, muitos de nós ainda os conheceram. Pois, com tudo isto, havia famílias, que em conjunto com outras, também levavam a família e ai haver o tal piquenik, mas grande parte era pelo musgo, muito apreciado, pelas donas de casa, das famílias do Porto Formoso. "Histórias contadas pelos nossos antepassados"
O Regedor disse…
É por estas linhas escritas pelo blogger Silva que o Monte Escuro será sempre nosso...
JAGPacheco disse…
Tenho mais de quarenta e a ainda gosto que me contem histórias…

Fiquei maravilhado com a lenda do Monte Escuro aqui narrada pelo Silva. Resumidamente uma mulher da Ribeira Seca, com dificuldades, por falta de água para fazer mover o seu moinho no período de Verão, resolveu subir ao Monte Escuro e aproveitar a água da lagoa que existiu no seu cume. Abriu então nos bordos da lagoa um pequeno rego, mas com a força da água instantaneamente este se transformou numa enorme grota, e toda a lagoa correu por ela. Resultando numa grande cheia que tragicamente destruiu o seu próprio moinho.

As lendas são sempre um misto de fantasia e realidade. De facto ainda existe no Monte Escuro a bacia de uma lagoa que como mostram as fotos drenou para o lado norte, terá sido uma ocorrência natural ou acção humana? Também como facto, a Ribeira Seca nunca teve curso de água permanente o que deve ter representado para os seus habitantes dificuldades acrescidas, por exemplo em relação aos da zona dos Moinhos?

Mas esta lenda tem do Monte Escuro tem uma grande mensagem ambiental. Uma pequena acção desencadeada no Monte Escuro teve grandes consequências no Porto Formoso. Assim como os materiais das arroteias levadas a cabo nos anos 60 e 70 nos seus arredores, ainda recentemente entupiram a ponte do Salto.
E as crianças por serem flexíveis e terem a mente aberta, ouvem esta lenda e percebem que os ecossistemas estão todos interligados e que as preocupações ambientais são globais e dizem respeito a todos os cidadãos e em especial aos nossos representantes!
JAGPacheco disse…
Que lendas iremos contar aos nossos netos …tinha-mos muitas mas vamos ficar por esta.

“Naquele tempo existia junto á Praia dos Moinhos um reservatório onde se acumulavam os esgotos domésticos. O Verão mal tinha começado e o reservatório encheu, encheu, encheu e transbordou. Inexplicavelmente a michordia durante meses subiu pedras (Ruins), atravessou vales (Formoso) e ribeiras (Seca) e foi desaguar na Areia do Cabo.”

Então as crianças, com grande sensibilidade ambiental, ao ouvirem esta Lenda vão perguntar: mas não foi possível travar este avanço o que disseram os vossos representantes?
Vamos então ter de continuar a contar Lenda
“Naquele tempo os Alcaides do Porto Formoso limitaram-se a dizer: ISSO NÃO É COM A GENTE é mais ou menos com a Ribeira Grande. E depois de terem reflectido muito, acrescentaram, a Areia do Cabo, NÃO FAZ PARTE DO PORTO FORMOSO porque com a maré está cheia mais de 80% está coberta pelo Oceano Atlântico”.
Silva disse…
Ribeira da Ribeira Seca com água permanente.

Até à cerca de 50 anos atrás a ribeira corria água, permanente, no verão era muito pouca, e a provar há uma nascente de grande caudal, que nasce no sitio denominado Fajã, que vem desaguar nesta ribeira, já denominada. Numa crise sísmica, que houve, a mesma ao chegar ao sitio denominado "chiqueiros"some-se por uma pedreira, não chegando ao fim do seu percurso. Quando do arroteamento, nos anos sessenta do Mato dos Valados, dando cabo da vegetação ali existente, então esta passou a secar na época do verão. Mas já Gaspar Frutuoso nas crónicas da Ilha, faz menção a esta?.... Ribeira, que diz. não correr água permanente. Aqui fica o corria?... E o não correr?....( Eu lembra-me de ela nunca secar e de ali ver mulheres a lavar roupa todo o ano.)
O Regedor disse…
Lindo, caro JAGPacheco!

Vou contar essa aos meus netos!

Estás inspirado! Esta casa sem estes comentários não seria a mesma coisa.

Cumprimentos

Quanto à ao facto da ribeira ser seca, também li nos escritos de Gaspar Fructuoso que a ribeira não corria todo o ano. Certo é que estas coisas mudam ao longo dos anos. O Facto de a Ribeira ter o seu nome de "Ribeira Seca", concerteza terá o seu significado.
Até poderá haver uma nascente, mas esta não ser o suficiente para que a àgua chegue até à população.

Este Verão fará parte dos meus planos uma ida ao Monte Escuro para conhcer melhor aquela grota, sem tem por ali alguma nascente, etc. Essa nascente que fala o blogger silva não conheço.
deus2deus disse…
Ah ah ah muito me ri com a história do jpacheco e muito aprendi com as histórias do senhor silva.

O regedor leva o passaporte ou visto e carta de chamada quando fores ao Monte Escuro. De baixo do monte pra cima não é do Porto Formoso e derepente tens de mostrar documentos.

adeus
Silva disse…
Meu caro Regedor, seria bom quando pensa-se ir ao Monte Escuro, fazer parte de um trilho, oficial, que tem como principio a entrada do Monte Escuro, e vai até à Ribeira Seca da Vila Franca, mas só fazendo parte deste trilho, indo, até ao Pico da Vela, e retornando para traz.Ó se optar, ir até à Vila, tem de ter logística de apoio. Daqui vê-se, vários cónicos Vulcânicos inclusivo a Lagoa do Fogo e Lagoa do Congro, como também a margem Norte e Sul da Ilha. É uma das paisagens mais bonitas da Ilha, muito suave, sem que tenha grandes declives. Ida e volta nas calmas pouco mais de duas horas.

Quanto há nascente, todos nós sabemos onde ficava a mato do Dr. Alike, que fica entre os Castelos e a Mata Alta. Jorra lá uma nascente nesta mata, de grande Caudal e que pouco mais abaixo no lugar denominado Chiqueiros, a mesma infiltra-se numa pedreira, só mesmo muito pouca chega à ribeira da Ribeira Seca. Sabe-se que numa crise sísmica dos anos 50, século passado, a mesma nascente chegava com mais agua, que desaguava na ribeira, por isso mantinha-se activa todo o ano. O que não queira dizer que em séculos anteriores a mesma tenha secado.
O Regedor disse…
Caro Silva,

Fiz há cerca de 3 anos o percurso Monte Escuro-Vila Franca, passando pelo Pico da Vela, de onde se tem uma vista muito boa da Lagoa do Fogo.
Da próxima vez pretendo subir ao Monte Escuro, ver a grota e cratera.

Cumprimentos
O Regedor disse…
Segundo notícia do Jornal O Público na edição de ontem, a vivenda de veraneio de Cavaco Silva já estava construida, quando, seis meses depois, saíu a licença para a sua construção.

Trocando por miúdos, o homem, perdão, o presidente da república portuguesa, contruíu a sua casa toda sem licença da câmara.
Este caso não é novidade. Também a Câmara da Ribeira Grande começou a obra dos balneários da Praia dos Moinhos sem a licença de utilização de domínio público marítimo. O dr. Ricardo Silva, presidente da Câmara da Ribeira Grande, quando confrontado com os factos afirmou, inocentemente, que desconhecia a lei.
Ora, como um presidente da república não pode dizer que desconhece a lei, pois é ele que a manda publicar em diário da república, quando confrontado com a situação de sua casa, manda os seus capangas dizerem que "não fazem comentários sobre calúnias".

O que para ele é uma calúnia, para mim são factos - no artigo do Público aparece a papelada das licenças de construção da câmara.

Afinal, para se ser tão sério e honesto como Cavaco Silva não é necessário nascer duas vezes, basta dizer que se é.

Temos o que merecemos, pois a maioria do povo vota nos políticos que temos.

E foi esta a minha reflexão para as eleições.


ps. se alguem tiver umas acções que possam ser compradas a 1€ e que um ano depois, com muito "fermento" em cima, passem a valer 2,40€ faça o favor de informar O regedor. Estou interessado.
anonimo disse…
"Angola é nossa" dizia Salazar. Se dividirmos bem o globo ao milímetro ainda um bocado do Polo Norte é do Porto Formoso. Não há pinguins que resistam meus senhores! Esta história de andar a dividir a ilha às parcelas é uma treta. Eu acredito que muita boa gente ainda gostasse que muita coisa pertencesse ao Porto Formoso, mas já não estamos no tempo dos descobrimentos! Façam por merecê-lo meus senhores!
anonimo disse…
porque o regedor nao disse vamos todos votar manuel alegre cumprimentos
O Regedor disse…
Não disse em quem votar, disse foi em quem não votar: Cavaco Silva.
anonimo disse…
pois pois sr regedor disse tudo cumprimentos
JASRAPOSO disse…
UM CERTO OLHAR...

1 - Hoje é dia de eleições. Numa sociedade democrática convém ter sempre presente:

- Acatar os resultados das eleições.
- Cada cidadão tem o direito de escolher o caminho que prefere.
- Respeite a liberdade dos outros, tanto quanto aprecia que respeitem a sua
- Respeite para ser respeitado.

2 - A pessoa que tinha o número 1 de eleitor no Porto Formoso era o Eduino Vieira de Medeiros - O carteiro.

3 - A Câmara Municipal vai reunir em sessão ordinária, a 22 de Março, no Porto Formoso.

4 - Fiz ontem o percurso entre o Miradouro de Santa Iria e as Gramas, pelo estrada nova. Demorei um minuto e quinze segundos. Este novo percurso irá poupar uns litros de combustível às pessoas que vivem no Porto Formoso. O problema vai ser a velocidade das viaturas...

5 - Já votei. Não tenho a consciência tranquila se fiz a escolha correta, tão fracos são os candidatos. Contra a minha vontade, voto na Fajã de Baixo. É uma imposição que considero antidemocrática
Caro bloguer JASRAPOSO, tem toda a razão, o novo percurso vai poupar combustivel e tempo à população do norte, Porto Formoso inclusivé, excepto para o pessoal que mora na Ribeira Seca, Moinhos e Ladeira da Velha, que na volta para casa, vai ter de andar para trás como o caracol, indo gastar mais 3 Kms do que actualmente, e por conseguinte tempo e dinheiro, lá está, no tal combustivel poupado na ida.

É que uma entrada pela Ladeira, ao que me parece não é alternativa!

Faz muita falta (mas tanta tanta) uma entrada pela Ladeira da Velha de quem vem da zona das Furnas, como uma viola num enterro, já que antes de chegarem à Ladeira, quem vem dessa banda tem entrada por S. Brás e Porto Formoso.
Vêm a entrada da Ladeira ajudar em quêm então?
Só para quem quer gastar tempo e dinheiro!!!
JASRAPOSO disse…
ELEIÇÔES NO PORTO FORMOSO

- Inscritos 1153
- Votantes 347

- Cavaco Silva 168 votos
- D.Moura 3 votos
- F. Lopes 8 votos
- José Coelho 18 votos
- Manuel Alegre 116 votos
- Fernando Nobre 20 votos
- Brancos 8
- Nulos 4
aguia disse…
O Prof. Cavaco Silva foi eleito com 2.230.104 votos. É preciso é não esquecer que não votaram 5.139.726 eleitos, que houve 86.543 votos nulos, 191.159 votos em branco e que os outros candidatos tiveram juntos 1.982,098 votos. Daqui se conclui que o Presidente da República foi eleito por 23,16% dos eleitores.

Mensagens populares deste blogue

Águas Medicinais da Ladeira da Velha

Trilhos pedestres no Porto Formoso, onde?