Matemática do trânsito da Ladeira da Velha

Ao que consta, com a nova SCUT, um condutor que venha no sentido Ribeira Grande-Porto Formoso não pode descer a Ladeira da Velha. Sendo assim, sugiro um passatempo aos leitores desta casa:

- Quanto gastará (em euros) a mais de gasolina, ao fim de um ano, uma pessoa que trabalhe em Ponta Delgada, more nos Moinhos, faça este percurso todos dos dias úteis e que, de agora em diante, passe a ser impedida de descer a Ladeira como seu carro?

Vamos supor que a pessoa em causa tem um carro que gaste 8Litros/100Km.

Comentários

Silva disse…
Um calculo que não é fácil

Uma pergunta bastante pertinente, se formes calcular, por 8 litros, aos 100Km. Claro vamos ter um grande aumento, em cada viagem. Se reparamos um carro moderno, já equipado com centralina, "ou seja um computador, a comandar a máquina"( motor), que já todos eles teem. Subir a Ladeira da Velha vai gastar perto dos 12 litros aos 100 Km ou mais, gasta tanto como descer pela SCUT, canada do Mato e Moinhos, por 3 vezes ou mais, como ele vem sempre a descer, desde que não se ponha o pé no acelarador é uma das vantagens dos carros modernos comparado com os convencionais, pouco mais de 4 litros, ou menos, aos 100 km. Eu direi mesmo, que num carro de classe média nem chega a 1/2 litro por cada viagem, 70 centimos, a mais isto para quem mora já perto do Tomão. Descer a Ladeira da Velha, tem mais desgaste no carro, do que ir por outro lado. Ou seja, para quem vive no Vale Formoso ou Ribeira Seca tem menos despesa em combustível e material vindo pela SCUT, e descer a Canada do Mato. Assim posso chegar a uma conclusão, de quem tenha carro moderno, já equipado com a centralina, e more ali, para aqueles lados poupa mais em vir, pela SCUT, outros claro, irão ficar com mais Km, a mais na viatura, gastarão mais do que um café. Assim a maioria fica a ganhar!.......É esta a minha opinião.(......)
O Regedor disse…
Caro Silva,

umas achegas:
descer a Canada do Mato (ao lado da quinta do Sr. Artur Moniz)também vai dar cabo dos travões. É mais inclinada do que a Ladeira da Velha e no fim é preciso fazer STOP depois de muita inclinação (mais gasto nos travões). Portanto, quanto a travões fica ela por ela.

- Repare que as contas são para ser feitas de quem vem de Ponta Delgada, portanto não vai subir a Ladeira, vai descer.

- Uma possibilidade para fazer as contas será calcular a distância entre a entrada da Ladeira e os Moinhos e entre a entrada da Ladeira e os Moinhas indo pela SCUT. Depois calcular a diferença de Km entre uma e outra. Multiplicar pelo número de dias úteis do ano e depois fazer as contas à gasolina.

eheheheh

Tenho um palpite que serão mais de 100€ por ano a mais de combustível!!!
Como dizia o Eng. António Guterres: é fazer as contas!

Cumprimentos
JASRAPOSO disse…
É caso para dizer - O que se vai poupar na ligação Gramas / Miradouro de Santa Iria, vai perder-se no trajeto Miradouro de Santa Iria / Moinhos.

Para ajudar a tudo isto, o combustível continua a subir vertiginosamente sem qualquer justificação aparente.

Antes tínhamos os conbustíveis mais baratos 30% que no Continente, agora são só 10%. Só que os portugueses do Continentte têm mais sorte do que nós - Podem ir adquiri-lo a Espanha, continuam a usufruir dos descontos da Repsol, têm as bombas de baixo custo e, mais do que isto tudo, conseguem obter descontos record nas bombas do Jumbo.

São os custos da insularidade, dirão alguns...
Silva disse…
Meu Caro Regedor.


Estou perfeitamente de acordo quando diz que se vai gastar mais, na fim do ano, provavelmente mais do que os 100€,para quem utiliza, diariamente a Ladeira da Velha e reside ali mesmo, sendo obrigado a ir agora de volta.

Quanto à Canada do Mato, de inclinação bastante acentuada, uso o mesmo perfil de condução, que utilizo para descer a Ladeira da Velha, e se comparamos só tem um terço desta. Sou utilizador diário deste percurso, já à muitos anos, raras as vezes utilizo a Ladeira da Velha por achar que tem mais desgaste em material e combustível isso no que se refere, Vale Formoso Ribeira Seca. Concorde que para muitos condutores e digo quase 90 por cento, não sabem conduzir veículos em vias de grande inclinação, sem que vaiam com o pé no travão, basta ter a sorte de ir atrás de alguns veículos e ver os seus condutores como se comportem "Digo paro e deixo-o andar" e a provar tenho o meu veiculo com mais de 100.000 Km e ainda não levou tacos de travões.

Quanto há entrada da Ladeira da Velha, da forma como aquilo está feito, com três vias, não tenho duvidas que a maioria não vai respeitar, primeiro porque não tem separador segundo o tráfego de veículos, não é muito, e depois é ver, só dali em direcção aos Barreiros o numero de entradas e saídas para as pastagens que ladeiem a SCUT. Não é possível controlar, a não ser como está previsto um circuito de câmaras de vigilância para toda a SCUT, Chamo a isto o "regabof" nas entradas e saidas da SCUT.
JAGPacheco disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
JAGPacheco disse…
Esta discussão sobre os custos que um “virtual” morador da zona dos Moinhos a trabalhar em Ponta Delgada, teria em subir ou descer a Ladeira da Velha … é tão inconsequente ou caricata como aquela que se gerou aqui na Casa da Mosca em Julho de 2009 sobre a GELHA DA LADEIRA DA VELHA.
Enquanto o tema de discussão da época deveria ser o actual

“O entroncamento do caminho da Ladeira da Velha com a Estrada Regional vai sofrer alterações como já referiu o Bloger Silva e como testemunham as escavações que ali estão a ser feitas. Pelas regras da nova “via rápida” só poderão entrar na Ladeira as viaturas que circulem na estrada regional no sentido Nordeste – R. Grande, enquanto que as viaturas que circulem no sentido R. Grande – Nordeste não poderão ali entrar, tendo hipoteticamente de vir ao cruzamento do ramal do P. Formoso inverter o sentido. Assim como sair da Ladeira da Velha para a nova via só poderá ser feito no sentido da R. Grande, percorrendo um pequeno troço da estrada actual.”
Colocado por JAGPacheco | 9/6/09 23:34

Para não correr-mos o risco de andar sempre atrasados, devíamos estar a discutir se a infra-estruturas das SCUTS, que servirão para “passar” o cabo de fibra óptica para as “câmaras de vigilância”, também poderão servir o Porto em termos de comunicações e de que forma as obras da Canada de Mato do Outeiro ou o Projecto de Beneficiação do Ramal incluem infra-estruturas similares.
Senão, a história da electricidade vai-se repetir. Com a Linha do Nordeste, durante anos, a passar pouco acima dos nossos quintais e o Porto Formoso completamente ás escuras.
O Regedor disse…
Caro Silva,

a minha expectativa é que nada mude, apesar de a Junta de Freguesia ter iniciado conversações com o Governo Regional (informação a confirmar). Por outro lado, caso não coloquem as câmaras de vigilância, acredito que serão milhares os condutores que irão fazer uma infração na entrada da ladeira (poderão ir contando comigo de vez em quando).
É também interessante reparar em todas estas preocupações do porjecto SCUT em reduzir o número de entradas e saídas e depois verificar a quantidade de entradas e saídas para pastagens, caminhos agrícolas, casas particular, etc. É no mínimo ridículo que se diminuam drasticamente as entradas para as freguesias e depois existam tantas entradas para este tipo de caminhos.

Caro JAGPacheco,

vou aproveitar este momento único para uma troca de argumentos, pois raramente temos discordado por aqui.
Concordo, quando afirmas que a discussão já vem tarde. Devia ter sido na altura da feitura do projecto, mas aí admito que andavamos todos distraídos (menos tu) inclusive a Junta de Freguesia.
Agora vejemos a situação actual: quem vive no Porto Formoso ou ao longo da SCUT (caso único no Porto Formoso) não terá qualquer alterações no seu percurso devido ao novo traçado da estrada.
Agora pensemos um pouco em quem vive nos Moinhos (poucos, bem sei), ou em quem tem estabelecimentos comerciais (em breve serão dois) naquela zona! Estas pessoas serão gravemente prejudicadas na sua economia. Bem sei que são poucas pessoas, mas serão prejudicadas.

Imagine o meu amigo JAGPacheco que a fábrica de Chá ficava nos Moinhos. Qual seria o efeito da SCUT?
A mim, parece-me que seria o seguinte: grande parte ds turistas não se ia dar ao trabalho de voltar atrás para visitar a fábrica e segui-a em frente para outras paragens.

Cumprimentos
JAGPacheco disse…
Caro Regedor agradeço este desafio e sabe que gosto de trocar argumentos sobretudo com aqueles por quem nutro consideração e estima.

Na verdade o número de lavradores que circulam na ladeira da Velha; A área de pastagem servida; A localização dos pontos de água onde podem abastecer; A zona balnear da Praia dos Moinhos; O número de habitantes permanentes e sazonais dos Moinhos e sobretudo os estabelecimentos da restauração. Teriam sido bons argumentos para a Junta de freguesia ter colocado sobre a mesa das negociações.

A junta de Freguesia de São Braz, embora tardiamente pelo menos faz barulho, visível nos jornais audível nas rádios e por aí fora …
Defendendo inclusivamente dois empresários da restauração, naturais e residentes no Porto Formoso, que irão ver os seus negócios prejudicados com as mudanças do trânsito do Ramal de S. Braz.

Todos eles que mantém estes negócios da restauração merecem o nosso incentivo. Sobretudo aquele irá começar um novo projecto, desafiando a crise instalada. Todos eles terão que enfrentar este novo desafio das acessibilidades. Mas os dos Moinhos, na minha opinião levam á partida vantagem, pois estão localizados junto a uma magnífica Praia.
O Regedor disse…
Eu não deixarei de ir à nossa praia, mas o "turista" passará e seguirá em frente, não voltando atrás para ir aos Moinhos. O mesmo acontecerá aos Restaurantes Cantinho do Cais e Emigrante, em São Brás.

A verdade nua e crua, com a qual penso que concordamos, é que estamos fora de tempo de discutir estes assuntos. A não ser que haja um volte-face muito grande, a estrada vai ser mesmo assim.
Os argumentos existem e estão no último comentário do JAGPacheco, mas deviam ter sido discutidos por quem de direito na altura devida.
Neste momento, talvez seja tarde demais e este post será como que um "queixume" pelo que não foi feito...

Cumprimentos
O Regedor disse…
ps. as entradas na cidade de Lisboa são mais simples do que a entrada da SCUT na freguesia de São Brás.
Este comentário foi removido pelo autor.
Só um tolo (ou vários que por aqui aparecem) é que acham que a entrada pela ladeira pelo sentido RGrd Porto Formoso não faz falta, não serve para nada e tudo o mais! Só um tolo!
Para além de se perder mais um acesso á freguesia, não pensam nas gentes que moram na Ribeira Seca, Vale Formoso, Moinhos e Ladeira. Há gente que só sabe olhar para o seu umbigo.
Eu moro numa destas zonas e jamais me vou dar ao trabalho de vir pelo Ramal do Porto Formoso.
Vou infringir sempre que possa o código da estrada!!
E mais, onde já se viu uma entrada pela Ladeira de quem vem do lado das Furnas??
Quem quiser entrar para o Porto Formoso vindo desse lado, não vai concerteza usar a Ladeira para esse efeito uma vez que já antes passou outras duas entradas (São Brás e Porto).
O pessoal que frequenta a praia também não vai vir dos lados da RGrd para andar para trás para ir tomar um banho. Na minha terra custuma-se dizer "que para trás mija a burra!"
certo disse…
Eu diria que a única hipótese é fazer muito bom tempo e o pessoal graúdo da Ribeira Grande vir para as suas casas de férias. Se eles derem por isso, pode ser que ainda se mude alguma coisa. O César dizia, algures no Nordeste que as Scuts não serviam para servir freguesias, mas sim para unir concelhos!Sim, mas não era necessário deixar as coisas piores.

A junta e restantes entidades estiveram MAL! Se viram que o pouco que podiam fazer iria ser infrutífero... deviam ter denunciado a toda a população e organizado uma manifestação! Estão à espera de quê? Não querem chatear o partido? Absurdo!!!

Agora uma desculpa muito válida para que nunca mais se entre pela ladeira é a de que parece existir uma lomba nesta recta! Concordo e agora pronto!!!

Com tantos matemáticos e homens de finanças na freguesia ninguém se digna a fazer umas contas de jeito!?!? Talvez não tenham tempo!

O novo Padre tem estado muito bem! Cumpre o seu papel de Padre! O que se espera de alguém no seu lugar. Alguém que anuncia (explica) a Palavra de Deus!
Caro bloguer Certo, é uma pena (e assim demonstra a vossa pequena mente iluminada de habitantes desta freguesia), depositar esperanças de mudança de entrada/saída da ladeira no pessoal graúdo ou miúdo que não habita a freguesia sempre e sim só em determinados dias do ano.
Dias, hã, dias!!

Não é a essa gente que a entrada da Ladeira vai ou não fazer falta, porque esses só cá estão meia dúzia de dias por ano, e muitas vezes nem isso.
Então porquê é que são os de fora que tem o poder de mudar alguma coisa numa freguesia onde moram diariamente cerca de 1000 habitantes?
Alguém me explica, ou será que a resposta traduz-se no "deixa andar e os outros se quiserem que façam..."
Chamo a isso uma mentalidade muito reduzida, assim mesmo muito pequenina 'tão a ver??
anonimo disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
anonimo disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
certo disse…
Caro blogger Pardal! Pelo que sei o meu cérebro tem um tamanho normal, bem como o seu funcionamento e faculdades. Assim, é com alguma solidariedade que percebo que acha o mesmo do que eu, mas não o sabe!
Por tudo isto e mais alguma coisa lhe digo novamente: Esta situação não será resolvida se não entrar alguém com um cérebro maior (leia-se "cunha", influência, coragem).

Percebo como está frustrado, ainda por cima não se pode dar ao luxo de passar a linha contínua, mas não desespere...

Pode ser que daqui a uns anos a Berta Cabral decida alterar isto tudo...

E por fim, porque hoje não estou particularmente pachorrento e paciente, a haver pouca mentalidade diria que começa por si, que até tem a cabeça bem pequena para a proporção!
Tenho dito.
JASRAPOSO disse…
O jornal Expresso das Nove, na sua edição de 11 do corrente e na rúbrica BLOG IN, volta a transcrever um post da Casa da Mosca. Desta vrez foram as eleições presidenciais
anonimo disse…
Tão quente que isto está! Que bom! Sinto-me em casa.

Os Moinhos pertencem ao pessoal da alta. Pessoal com guito! Dúvidas?
Já há muitos anos fizeram obras no caminho da Ladeira da Velha por causa de 2 ou 3 gatos pingados que se julgam donos dos Moinhos e da praia. Não vai levar muito tempo até não existir uma única alminha do Porto Formoso a viver lá.
Quanto à praia do Vale Formoso... hmm (isto é de mijar a rir)... há um certo fulano, rico por natureza claro, que não quer ver pessoas do Porto Formoso por ali e diz que a praia é sua, chegando ao escandaloso ponto de barrar a passagem com um portão de ferro. Isto sim é uma grande vergonha! Angola é nossa!- já dizia Salazar- a praia é NOSSA! O dinheiro não compra praias, não compra acessos nem qualquer tipo de património geral. Agora fazemos a pergunta: que faz a Junta no meio disto tudo? Cala-te boca que muito falas, cala-te boca...
O Regedor disse…
O caminho da Ladeira da Velha inicialmente era alcatroado até às "casas da Berta". Posteriormente, foi alcatroado até à curva bastante fechada. Esta fase de nada serviu aos Portoformosenses, servindo apenas de servendia condigna às belas casas existentes ínício da subida, quase todas situadas em cima de uma grota.
Há cerca de uns 7 anos foi cimentado todo o caminho até à estrada regional. Essa obra serviu os Portoformosenses e não apenas os "senhores da praia", os quais passaram a utilizar essa via para sair e entrar na freguesia.

Vamos, finalmente, às contas do desafio deste post.


"- Quanto gastará (em euros) a mais de gasolina, ao fim de um ano, uma pessoa que trabalhe em Ponta Delgada, more nos Moinhos, faça este percurso todos dos dias úteis e que, de agora em diante, passe a ser impedida de descer a Ladeira como seu carro?


Vamos supor que a pessoa em causa tem um carro que gaste 8Litros/100Km."

A descida da Ladeira até aos Moinhos são 1,2Km. Indo pela descida ao lado da quinta do Sr. Artur Moniz são 3,4Km. Indo pelo Ramal do Porto Formoso serão cerca de 5,4Km.

A diferença de KMs entre ir pela Ladeira e:
H1: pela Quinta do Sr. Artur Moniz: 2,2Km
H2: pelo Ramal: 4,2Km

Assim, são 52 semanas X 5 dias = 260 viagens

H1: 260 viagens X 2,2Km = 572Km
H2: 260 viagens X 4,2Km = 1092Km

Resposta:

O carro com um consumo de gasolina de 8L/100Km e com o preço da gasolina a 1,35€ dá:

H1: Quem passar a ir pela Quinta do Sr. Artur Moniz vai pagar mais 61€ de gasolina por ano devido à proibição de descer a ladeira.
H2: Quem passar a ir pelo Ramal vai pagar mais 118€ de gasolina por ano devido à proibição de descer a ladeira.
O Regedor disse…
Reparem q estas contas são feitas a "apenas" a 5 descidas por semana. Deve haver quem faça mais...
anonimo disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Silva disse…
Em vez de oito vamos, fazer seis litros aos cem km. Que é o meu caso.

O nosso Regedor tem uma viatura que deve ser bastante moderna, faz a contagem de cem, em cem metros, visto, que tudo isto, foi feito por mim e não posso contradizer, porque está certo, o que eu mão vejo certo, é o consumo, visto por, quase todas as viaturas, já modernas, na grande maioria, embora não esteja, ao alcanço de qualquer condutor"só para quem sabe fazer o restarte,"vê o consumo, real do veiculo na hora, ou seja, um veiculo que tenha por média 6 litros aos cem km, fazendo este percurso, só de descida, em qualquer dos casos, Ladeira ou Canada do Mato, em média não chega aos três litros aos cem. É isto a vantagem de ter um carro moderno, que já são, quase todos. Que é um mal para todos os que precisam de descer a Ladeira, eu estou de acordo, visto alguns estão a setecentos, metros de distância, ter de fazer 3,700km isto para o Temão, de distância é obra. Mas em fim, o que podemos fazer, senão cumprir com as regras.
O Regedor disse…
Se for 6L/100Km serão cerca 50 euros ou 90 euros, consoante se vá pelo percurso mais curto ou mais longo.

O principal problema também tem a ver com o tempo perdido. Dura 1 minuto a descer a Ladeira e uns 5 a "dar a volta".

Outra situação curiosa, cómica e até ridícula é a seguinte:
imaginemos que um lavrador, com as suas vacas e a sua viatura sobe a ladeira e pretende virar para a esquerda. As vacas vão para a esquerda.
O que faz o lavrador?
a) Deixa a vacas virar à esquerda e vai virar a carinha ao miradouro?
b) vai com as vacas e carrinha ao miradou dar a volta?
c) a vacas viram à esquerda e a carrinha também, cometendo uma infração muito grave?

Bom Dia!
Silva disse…
Meu caro Regedor , realmente são pontes de vista, bem importantes, estes, de os animais e o condutor da carrinha.

Primeiro animais e peões, não comentem transgressão ao pisar linhas continuas, os primeiros quando em mudança, que deve ser o caso, devem fazê-lo dentro da faixa de rodagem lado direito sendo animais bovinos, tem por direito um portador, por cada cinco cabeças. Touro ou animal cavalar, tem direito a um portador. Veiculo com motor, tem direito ao seu condutor e tem de seguir as regras de trânsito. Os animais, só cometem transgressão"seus portadores" quando circulem em vias que estejam sinalizadas a sua proibição, só podendo ser transportadas, em veículo a motor, adequados ao efeito. Todos estas aqui referenciadas, ao ser detectados por agentes, policias, é levantado auto, pela infracção cometida. E mais não se pode fazer!........É a lei.....E assim já hoje, foram postas as linhas continuas, por enquanto não vi ninguém a transgredir, sinal de que a maioria vai cumprir, porque nunca se sabem quem vem atrás de nós?......
deus2deus disse…
Tem havido reuniões secretas da junta de freguesia com a secetaria da habitação para mudar o transito da scut. O mestre josé contente não aguentou a pressão da junta e vai mandar fazer uma entrada nova para a ladeira.

Adeus
aguia disse…
É preciso reuniões secretas para resolver um assunto tão simples???
anonimo disse…
Ainda bem que existem juntas de freguesia que conseguem ter reuniões secretas com José Contente. Não são todas que têm esse previlégio... a última vez que me lembro de uma junta (que por acaso é nossa vizinha) ter uma reunião com um Secretário da Habitação ( na altura quem sentava o traseiro na dita cadeira era Ricardo Silva) foi para levar respostas negativas e olhares de desprezo.
Mas falando da vaca fria, será que esta pressão exercida pela Junta é fruto da compreensão pelos problemas dos habitantes da nossa freguesia ou é fruto do medo que a junta tem de 2 ou 3 bicos-chatos cheios de massa que vivem ou têm propriedades nos Moinhos? Eu cá sou muito céptico e desconfio de tanta boa vontade. Espero que o problema fique realmente resolvido mas é triste saber que vai ser resolvido pelas razões erradas.

Tenho dito
deus2deus disse…
Amigos comentadores deviam adivinhar que eu estava brincando!!! Soube por vias travessas que a junta teve uma reunião e veio para casa de mãos a abanar com um NAO na testa.

Adeus
anonimo disse…
já me estragaste a festa...
anonimo disse…
o caminho da ladeira da velha so serve no tempo da praia ai sim mas so para os ricos alguem ve estes senhores no inverno no porto formoso
por isto vamos falar de coisas mais serias da nossa terra VIVA AO PORTO FORMOSO
JASRAPOSO disse…
UM CERTO OLHAR...

1 - As obras da Canada do Mato do Outeirop estão a decorrer a bom ritmo, prevendo-se a sua conclusão na semana IX;

2 - Foi montado um abrigo de passsageiros junto à Casa Mortuária;

3 - Devido ao mau tempo, o início obra do Rego D` Àgua foi adiado de Março para Maio;

4 - A Junta de Freguesia e a Câmara Municipal chamaram a si a recuperação do Edifício da Casa do Povo. A obra vai começar em breve e tem um prazo de execução de seis meses. A Junta de Freguesia e a Casa do Povo ficarão no mesmo edifício. Na actual Junta irá funcionar um ATL.
anonimo disse…
Ora aí está uma iniciativa de se lhe tirar o chapéu: chamar a si a recuperação da Casa do Povo. Muito bem, mas agora eu pergunto: Onde está o dinheiro doado por Carlos César para o mesmo efeito??!!! A render juro? É porque desta forma já estão a crescer uns bons "troquinhos" para os cofres da Junta. Para onde foi o dinheiro?... "eu sei lá sei lá..!" Uma coisa é certa, não foi investido no Centro Paroquial, até porque todos nós sabemos que o nosso estimado presidente não consegue olhar para semelhante edifício, tais são os atritos entre ele e a Comissão Fabriqueira da igreja. Senhor presidente, diga-nos onde está o dinheirinho. Esclareça-nos! Será o mesmo dinheiro que vai ser utilizado agora? Então tenham ambos (Junta e Câmara) vergonha na cara e não chamem a si os louros da coroa de César. Dai a César o que é de César! Cada macaco no seu galho.
aguia disse…
A antiga direccção da Casa do Povo nunca moveu uma palha para que o dinheiro saisse da Secretaria Regional e fosse aplicado naquela obra, logo nem a Câmara nem a Junta ficaram com o dinheiro. Alguém consegue explicar porque é que há tempos havia um retábulo de licenciamento da obra e a sua adjudicação e nunca se fez nada.
deus2deus disse…
Anónimo tão informado para umas coisas e não sabe nada de outras.
A casa do povo tem uma direcção fora da lei à 15 anos, nem eleiçoes nem deixam fazer eleiçoes. Aquilo precisa de uma revolução.
A casa do povo lançou um concurso publico para as obras e depois nao foi para a frente, veio o presidente ilegal dizer no jornal que havia problemas no concurso mas que estava tudo resolvido..... até hoje.
Deviam perguntar onde anda o dinheiro desse concurso à direcção da casa do povo!

Rá ré ri ró ró RUAAAAAAAAAAAAa



Adeus
JASRAPOSO disse…
É bom que haja sempre alguém que vá fazendo alguma coisa pelo progresso do Porto Formoso, mesmo que não se saiba quem seja.

É preciso que esses voluntários não dêem ouvidos aos caluniadores e os deixem a falar sozinhos.

Necessitamos de obras e não de palavras e críticas destrutivas.
JASRAPOSO disse…
O Ramal de acesso ao Porto Formoso vai estar encerrado no Sábado e Domingo. As entradas e saídas para a freguesia só poderão por S.Brás e Ladeira da Velha.
Entrar para o Porto Formoso pela Ladeira da Velha??? Nãããõoo????
Não pode ser, não é?? Não dá e não sei mais o quê...
anonimo disse…
Quem me conheço sabe que eu não venho aqui para fazer renda nem para deitar água a pintos. Daquilo que está bem não há necessidade de falar. Aliás, se tudo estivesse bem acho que este blog nem teria metade da adesão que tem. Eu estou aqui para aterrar e deitar abaixo todas as irregularidades desta fréguesia. Ponto final. Quanto ao dinheiro: ele anda por aí.
O que eu tenho verificado é que temos aqui um excelente advogado para os casos da Junta. Não é assim caro JASRAPOSO?
anonimo disse…
estamos todos a espera que o sr presidente da casa do povo do porto formoso diga onde para a verba que o governo regional deu para as obras e segredo? ou ja ardeu algum ?
deus2deus disse…
Terra de cego um zarolho é rei!
A junta tem eleições de 4 em 4 anos, ha reuniões abertas a quem quiser ver ha actas das reuniões para quem quiser ler e todos falam mal da junta.
A junta nos ultimo mandato nao está bem mas nao pode fazer tudo.

A casa do povo nao tem eleições ha 15 anos, recebeu dinheiro para fazer obras e nao aparecem as obras, a direcção nao aparece, a casa tem rachadelas e vai abaixo um dia destes e..................................ninguém diz nada da casa povo.

Alguem entende esse povo?

adeus
JASRAPOSO disse…
Há pessoas na nossa freguesia que se esquecem que sem esforço e dedicação às causas nada se consegue.

Estas pessoas são escravas do seu egoísmo, porquanto sentem-se incomodados com o progresso que alguns tentam imprimir à freguesia. A seu desespero resulta do facto de não terem sido elas capazes de levar a cabo essas tarefas. Por isso nada como criticar tudo e todos.

É preciso também ter paciência para sofrer as criticas dessas pessoas, porquanto aquilo que neste momeno nos parece um erro pode ser causa de um benefício futuro.

Não desanimem aqueles que querem o progresso do Porto Formoso
aguia disse…
ONDE ESTÁ A ESCOLA DO PORTO FORMOSO?

O Presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande entrega segunda-feira, pelas 16h00, os galardões e as bandeiras às 14 escolas galardoadas com a bandeira verde do programa “Eco-Escolas”. A cerimónia decorre no salão nobre dos Paços do Município. Estes prémios dizem respeito às actividades desenvolvidas no ano lectivo 2009/2010.
Recebem os galardões a EB1/JI de Santa Bárbara; EB1/JI da Ribeirinha; EB 2,3 da Maia; EB 2 Gaspar Frutuoso; EB1/JI dos Foros; EB1/JI Madre Teresa d’Anunciada; EB1/JI da Matriz; EB1/JI da Conceição; EB1/JI D. Paulo José Tavares; Secundária da Ribeira Grande; EB1/JI Professor Manuel Jacinto da Ponte; EB1/JI António Tavares Torres; Profissional da Ribeira Grande e C.A.S.A. – Bernardo Manuel Silveira Estrela
JASRAPOSO disse…
Lenda da Ladeira da Velha
APL 1267
Entre a freguesia do Porto Formoso e a Ponta de Santa Iria existe um arrebentão ao fundo do qual se abre uma enseada, onde em mil oitocentos e trinta e um desembarcaram as tropas liberais, comandadas pelo Conde de Vila Flor. Os miguelistas, vindos de Vila Franca, já se tinham instalado em lugar seguro, com alta serrania pelo sul e com as rochas sobre o mar, pelo norte.
Os liberais começaram a subir o difícil arrebentão com a ideia de se posicionarem bem para que pudessem enfrentar e vencer os miguelistas.
Com grande dificuldade e cuidado, o Conde de Vila Flor e demais liberais iam-se a pouco e pouco aproximando do lugar em que se haviam de esconder, perto da Ribeira das Limas.
No cabo de riba da ladeira encontrava-se uma velha, uma alma pura como a de muitos outros micaelenses, convencida que os liberais não eram mais que um bando de pedreiros livres e ameaçadores da coroa do Senhor D. Miguel da fé cristã. A velha tinha visto muitos soldados a desembarcar no calhau e, quando se apercebeu que eram liberais que subiam à sucapa, foi fazendo rolar e a atirar pelo arrebentão abaixo grandes pedras, tantas quantas pôde e as mais pesadas que encontrou.
Os liberais julgaram que tinha ali um grande exército, fugiram como puderam, esconderam-se em furnas ou buracos, mas nem todos se conseguiram desviar.
Assim aquela velha, tal como fizera há muitos anos uma padeira em Aljubarrota, conseguiu dar cabo de uns tantos soldados e ajudou a vencer mais um combate e duma forma que ninguém esperava. A partir daí o povo passou a chamar àquele arrebentão Ladeira da Velha.

FonteFURTADO-BRUM, Ângela, Açores: Lendas e outras histórias, Ponta Delgada, Ribeiro & Caravana editores, 1999 , p.91-92

Local Porto Formoso, RIBEIRA GRANDE, ILHA DE SÃO MIGUEL (AÇORES)
anonimo disse…
Eu também vou contar-vos uma lenda de velhos ou, neste caso, idosos.

Um grupo de idosos que habita nesta freguesia reunia-se frequentemente no edifício degradado ao qual temos a gentileza de chamar "Casa do Povo" para jogar ao Truque (popular jogo de cartas enraizado na nossa terra).
Um dia chegou o Lobo Mau e mandou mudar a fechadura da porta do edifício, ficando os idosos sem sítio para conviver.

FIM

Moral da história: são nestas atitudes que se confirma a prepotência das pessoas. O actual presidente de junta e recentemente candidato à presidência da Casa do Povo do Porto Formoso ( sim meus senhores, ouviram bem) está a dar-nos um "cheirinho" de como serão as coisas no futuro caso seja eleito.

Será que o actual presidente da Casa do Povo sabe disto?

Será que o barulho que os idosos faziam ao jogar era assim tão incomodativo que chegasse à casa do nosso estimado presidente perturbando o seu sono?

Será que os nossos idosos também vão fazer rolar pedras para cima da casa do presidente como fez a velha da Ladeira?

Alguma coisa há-de rolar, ainda não sei bem o quê... eu apostava mais em "rolar cabeças".
aguia disse…
O Presidente da Junta não se vai candidatar à presidência da Casa do Povo
eu também já ouvi dizer que o presidente da junta é candidato à casa do povo. Se ele ganhasse isto havia de ser bonito. ditador como ele é... Antes prefiro o Emanuel Furtado que é em termos democráticos bate aos pontos o presidente da junta...
Mas o aguia deve saber mais que toda a gente e se ele diz que o presidente da junta não se vai candidatar à casa do povo fico muito mais descansado.
Como é o o António Boga muda a chave da casa do povo sem o conhecimento do Laudalino Moniz. Das duas uma ou o António Boga fez aquilo da sua cabeça ou a mando de alguém. Já soa no Porto que foi o presidente da junta a mandar trocar a fechadura.
Isso é que vai uma democracia...
O Regedor disse…
Post novíssimo no próximo fim de semana.
O Regedor disse…
Aproveito este espaço para informar acerca da próxima inicativa da Confraria do Chá do Porto Formoso.
Trata-se de um workshop intitulado "Chás do Mundo", no qual serão degustados e dados a conhecer aos participantes diferentes Chás de várias zonas do mundo, bem como, a sua história, formas de fabrico, forma de bem servir, etc.

Este workshop contará com a presença do Prof. Luís Mendonça de Carvalho e irá ocorrer no Hotel Marina Atlântico, no próximo Sábado, num evento destinado a profissionais da restauração e no Domingo, na Fábrica de Chá do Porto Formoso, num evento destinado a Confrades da dita Confraria.

Cumprimentos e bons chás!
anonimo disse…
presidente da junta ja tem a sua lista pronta para atacar a casa do povo do porto formoso
Renato disse…
A junta de Freguesia e a Câmara têm o mérito de ressuscitar a Casa do Povo. Resta agora às pessoas apresentarem listas.
anonimo disse…
Caro blogger Renato, espero que esteja a dizer isso em tom irónico, uma vez que o único mérito que a Câmara e Junta tiveram até hoje em relação ao assunto foi o de não ligar patavina à Casa do Povo.

Quanto à apresentação de listas, as pessoas já estão tão saturadas de mentiras e falsas propostas que apresentar uma lista numa altura destas é o mesmo que pagar um bilhete para um mau filme.

Isto só dará certo para quem está a fazer planos para receber 3 reformas no futuro: o da Junta, o da sua profissão, e o da Casa do Povo...

Cala-te boca...
Quem será que fez a lista? o próprio presidente da junta ou foi o Ricardo Silva?
eu acho que foi o Ricardo silva e só com gente do PS. Este senhor que vive na ribeira grande já quer mandar no porto formoso. e os portoformosenses vão deixar que ele mande no porto formoso. pior é o laudalino moniz que fica a ver isto tudo de camarote.
O Regedor disse…
Caros,
o próximo post encontra-se um atrasado.

Os meus pedidos de desculpa e um abraço a todos.
Renato disse…
Nós sabemos quem é que lê discursos na Assembleia de freguesia escritos por senhores da Ribeira Grande.
anonimo disse…
caro renato eu gostava de saber diga la
Eu tambem gostava de saber. Na assembleia existem 9 pessoas que eu saiba. Acho que são 5 do PS e 4 do PSD. Vejo lá 1 ou 2 pessoas capazes de fazer discursos o resto acho que não mas tambem não conheço todos por isso...
Mas eu acho que o renato não tem coragem para dizer quem é que lê discursos escritos por senhores da Ribeira Grande.
Falta de coragem!
Jabf disse…
Quando ter um só sentido não faz sentido, é o exemplo da estrada (sem custo para os utilizadores) que liga, por exemplo, a Ribeira Grande ao Porto Formoso. Descer a Ladeira da Velha passou a ser uma miragem para quem vem de Ponta Delgada e queira regressar a casa ou simplesmente passar pelos moinhos, ver a praia, beber um copo...enfim, descer a Ladeira da Velha.
As pessoas que vivem nos Moinhos sofrem com essa decisão rodoviária, tornando mais distante o regresso a casa, logo, fica mais caro o depósito de gasolina ou gasóleo, logo, a sigla SCUT deixa de fazer sentido para quem viva nos moinhos e não só.

Um Abraço
SLB disse…
Gostava mesmo de saber quem é o elemento(a) da Assembleia que lê discursos da Ribeira Grande e quais aqueles que sabem fazer discursos. Sei que existe alguns capazes de fazer alguns discursos mas também acho que qualquer um faz a sua maneira. Agora alguem poe axas na fogueira e foge...

Mensagens populares deste blogue

Trilhos pedestres no Porto Formoso, onde?

Águas Medicinais da Ladeira da Velha