« Home | Trilhos pedestres no Porto Formoso, onde? » | Apesar do mau tempo... já se adivinha que o centro... » | Matança do porco » | I Congresso Nacional do Chá » | (alguns) dos nossos emigrantes » | Multibanco » | O Porto Formoso faz 500 anos em 2009 » | Abaixo-assinado relativo à ESTRADA » | Por que vou votar... » | Onde pára o nosso futebol? »

Entronização da Confraria do Chá Porto Formoso

Entrada das várias Confrarias na alameda da Fábrica de Chá Porto Formoso

Confraria do Chá Porto Formoso com os seus 25 Confrades

Aspecto geral da cerimónia com a magnífica paisagem envolvente

Actuação do Grupo Folclórico do Porto Formoso durante o jantar que se seguiu à entronização

No dia 22 de Abril, na Fábrica de Chá Porto Formoso, com uma tarde fabulosa de Primavera decorreua Cerimónia de Entronização da Confraria do Chá Porto Formoso.
Esta Confraria tem por fim reunir os estudiosos, apreciadores e amigos do Chá com a finalidade de promover e estimular a cultura e o hábito da sua degustação.
A Confraria do Chá Porto Formoso procurará ter como principais linhas de acção, a promoção de acções concretas no sentido da valorização do Chá, nos aspectos gastronómico, turístico, cultural e social. Estiveram presentes para além de entidades Públicas e Privadas, algumas das mais importantes confrarias Confrarias Báquicas e Gastronómicas de Portugal. A Confraria do Vinho Verdelho dos Biscoitos, a mais antiga dos Açores apadrinhou a nova Confraria.

O traje da Confraria do Chá Porto Formoso é constituído por capa de cor azul-escuro, inspirada no traje regional “capote e capelo”. Inclui ainda um chapéu de feltro azul, com um designe baseado no chapéu de palha tradicional da apanhadeira de chá. Os Confrades usarão igualmente as insígnias, uma fita que sustenta uma medalha cunhada com o botão e primeiras folhas do rebento do chá, símbolo da colheita fina e dos chás de grande qualidade.
A Confraria do Chá Porto Formoso foi iniciada por vinte e cinco fundadores.

Não deixando de louvar o optimo trabalhao que tem sido feito no chá do Porto Formoso, não posso deixar de me mostrar estupefacto com a confraria agora existente.... Cha DO PORTO FORMOSO!
ainda se fosse dos Açores!!!!!!!!
DOS AÇORES pá!

uma oportunidade perdida é o que é!

Caros amigos,

o Porto Formoso e a sua fábrica de chá estão de parabéns por esta confraria que vai desenvolver a imagem das terras do Porto Formoso e do chá e isso vai trazer muitas coisas boas à freguesia.

O comentário do sr. paulo pacheco é de quem está por fora e não está informado porque se estivesse por dentro dos assuntos não ficava parvo com o nome... ficava era contente e feliz como estão todos os Portoformosenses.

Adeus

Parabens por esta iniciativa!

Nao me parece que os proprietarios da Fabrica de Cha do Porto Formoso tenham a exclusiva responsabilidade de promocao da marca Acores. A CMRG e a Secretaria da Economia devem ter um papel importante na promocao do cha das duas fabricas de S. Miguel. Na mesma logica de atribuicao de apoios aos clubes desportivos regionais e eventos culturais.

Muitos parabéns pela iniciativa!!! è de louvar! o Porto Formoso merecer ser detacado a todos os níveis e a cultura é uma delas!!

Chazada!

Em termos legais uma Confraria é uma Associação cultural. Como vivemos num regime de livre Associação, qualquer grupo de cidadãos se pode organizar como tal.
Neste momento no Porto, a Casa dos Açores do Norte está a criar a Confraria Nacional do Chá o que não impede que se crie a Confraria do chá dos Açores ou a Confraria do chá de São Miguel.

Quanto a sócios, uma Confraria não é uma Associação de produtores como as Associações Agrícolas. Os Confrades podem surgir do mundo das letras, das artes, da investigação científica etc. desde que unidos por uma causa.

A Fábrica do Chá Porto Formoso, por si, continuará o seu trabalho de divulgação de toda a riqueza histórica, etnográfica e cultural do Chá dos Açores, como tem feito ao longo dos últimos cinco anos. Como tal, convidamos todos os Blogers a assistir ao “Inicio de Colheita” actividade de animação turística e cultural, já no dia seis de Maio.


Saudações Formosas

JAGPacheco

Dos três momentos que marcaram a entronização da confraria, o que mais gostei foi do ritual do chá, acompanhado com um sublime momento musical, proporcionado aos visitantes que fizessem parte do acontecimento.

Por de trás de uma folha de chá á todo uma série de historias de relatos e de namoricos que muito nos enriquece, mas á também o suor árduo de muitas famílias cujo principal sustendo era proveniente desta planta.

Muitos parabéns pela iniciativa aos proprietários gerentes da fabrica de chá do Porto Formoso!

Nestas fotografias apenas consigo identificar o Bruno Raposo que transporta o estandarte e o dr. Sá Couto ao seu lado.
Não haverá mais fotografias onde se consiga identificar melhor as pessoas?

Sr. Regedor se pudesse colocar uma fotografia do ritual do chá a sua reportagem ficava completa.

Sr. Bruno fica com estilo com estandarte na mão!
Belas fotos!

Caro sono1,

infelizmente não tirei nenhuma fotografia do momento em que foi servido o Chá com bolinhos ao som de um grupo guitarras da terra (Música Nostra)porque estive mais interessado em apreciar o belíssimo Chá e os vários bolos que foram servidos a todos, mas se alguém tem alguma foto desse momento faça o favor de enviar para o email que será publicada.

Por agora tentei dar uma perpectiva geral da cerimónia sem me preocupar em focar muito a cara das pessoas. Além disso, só tenho as minhas fotos. Quando arranjar mais posso ir mudando as fotos.

Cumprimentos.

Muitos parabéns!
O Porto Formoso tem gente que sabe fazer coisas bonitas.
Parece mentira fazer isto no Porto formoso mas é verdade!É uma iniciativa que pode levar o nosso nome bem longe e é isso que todos querem.

Uma das virtudes da Revolução de Abril de 1974 foi permitir às pessoas o direito à associação.

Volvidos mais de trinta anos, ainda se nota na n/ freguesia alguma falta de apetite para a criação de centros de convívio.

Ao notável esforço da Comissão Fabriqueira da Igreja em dotar a freguesia da um salão polivalente - Obrigação que competiria a outras entidades - assiste-se ultimamente à paragem daquelas obras sem que alguém se digne dar uma explicação.

Parece que existem pessoas para quem a criação de locais de convívio pode vir a prejudicar o seu "MANDO", pelo que tudo fazem para impedir o progresso das coisas.

As coisas andam muito devagar no Porto Formoso porque a grande maioria dos seus habitantes é pobre nas ideias e rica no insulto fácil.
O Porto Formoso está cheio de oportunistas e envejosos que só pensam em si e servem-se dos seus cargas para defenderem apenas o SEU. Com esta gente a manobrar na sombra como é que querem que as coisas andem?

Naquele tempo o chá estava em todas as cozinhas... chá com chicharros com sopa com tudo e agora está a aparecer outra vez com o empenho da fábrica de chá.

A fábrica fica com mais valor porque tem ido buscar gente do Porto Formoso gente com valor.... tem trabalhadores e alguns confrades que são gente das nossas famílias.

Bem hajam todos.

olá a todos,

Quando posso dou sempre cá uma espreitadela...para ver como estão as coisas.
Nunca tinha participado, mas hoje ao ler mais um comentario do Sr/Sra. Aguia, decidi tecer um comentario ao seu post.

Sr./Sra Aguia, acho o seu comentario é deveras lamentavel e completamente desprepositado para o aqui se pretende. Não quero ofender, atenção, estou a ser sincera. Cito "(...) O Porto Formoso está cheio de oportunistas e envejosos que só pensam em si e servem-se dos seus cargas para defenderem apenas o SEU." Diga por favor o que é que acabou de fazer neste pequeno excerto? Insulto facil! Certo? Eu não tenho duvidas...

Não se aproveite do facto de estar no anonimato para "insultar" gratuitamente tudo e todos e por tudo e por nada. As coisas não vão mudar concerteza se houver muitas pessoas com este tipo de atitude. A real mudança tem inicio nas mais pequenas coisas que à partida lhe podem parecer insignificantes, como por exemplo no nosso comportamento do dia a dia,na relaçao que temos uns com os outros, um simples bom dia, boa tarde ou boa noite é um gesto simples mas que tem muito signigicado num meio pequeno como o nosso, promove coesão social, aproximação das pessoas, e esta aproximação por sua vez é um primeiro passo para mover "massas" para conseguirmos unir as pessoas da freguesia e alcançar a tão desejada mudança/desenvolvimento... aos poucos claro!
Pode-lhe parecer disparatado mas não é, transporte esta situação para o seu local de trabalho... se o seu director entrar todos os dias no escritorio e lhe der os bons dias e questionar-lhe se está tudo bem, se este lhe pedir para fazer uma horita a mais sem remuneração para o bem da empresa concerteza não terá coragem de dizer que não. E fará esta horita de forma motivada. Certo! Mas pelo contrario se ele for impessoal,a sua resposta poderá ser negativa ou pedirá remuneração ou então fará um grande frete. As relações entre as pessoas são muito, muito importantes.
Outro gesto simples, termos cuidados em não por o lixo ao chão ou em locais indevidos (como já tem sido dito anteriormente por outros participantes.) Não estacionar em tudo quanto é lugar mesmo que se tenha a clara noção que se está a dificultar a circulação, etc...

Como é que podemos conseguir todo o resto se nem nestas pequenas coisas conseguimos pensar, nem respeitar,como deve ser.
Temos que deixar de pensar indivdualmente e passarmos a pensar no colectivo.

Sr. Aguia neste post se calhar devia sim ter enaltecido e comentado positivamente esta iniciativa da Confraria do Chá do Porto Formoso. Um pequeno grande passo para o desenvolvimento da freguesia.

Aproveito para dar os sinceros parabens a todos as pessoas envolvidas na Confraria do Chá, por conseguirem trazer o dinamismo à Freguesia e levar mais longe a tradição e o nome do Porto Formoso.

Julgo que mesmo devegar... haveremos de conseguir alcançar muito mais êxitos. O importante é que os consigamos obter e nunca desistir.

Obrigado

Até Sempre...

Mais do que as palavras, são as nossas atitudes que fazem passar a nossa mensagem.

Devido ao meio pequeno em que vivemos, a nossa sociedade é pouco tolerante e muitas vezes não sabemos dar crédito às críticas que nos são formuladas.

Contudo, não nos devemos ocultar no anonimato para tecer duras críticas aqueles que vão fazendo alguma coisa pela nossa freguesia.

Mais importante que as considerações feitas aqui no blog, está o trabalho desenvolvido por muitos cidadãos da comunidade.

Errar é humano e são poucas as pessoas que conseguem ser bem sucedidas se terem uma pequena fase de fracasso.

Apesar destas considerações, tolero as críticas que são feitas com pseudónimo neste blog, o mesmo não acontecendo com as formuladas no seu início.

A ARENA vai realizar um seminário no próximo dia 5 com o tema "ENERGIA - FAZER MAIS COM MENOS".

Numa altura em que o barril de petróleo já ultrapassa as 70 Dollars, é altura de reflectirmos uma pouco sobre o grande desperdício de energia que vai por toda a parte

Verdascada sem nomes
o Sr. Águia anda a escrever coisas no “sítio” errado mas eu sei que é verdade. há gente que só se mete nas coisas para tirar lucro para si à custa dos outros e ficam invejosos quando os outros fazem coisas bem feitas!!

Do meu ponto de vista eu vejo pessoas a fazerem “obra” na freguesia sem dinheiros sujos sem enganar ninguém sem ajudas detrás da cortina e sem estarem em sítios de poder e isso mete inveja aos que nunca conseguiram nada na vida sem ser à custa de sacaniar o próximo.

Alguem sabe quando teremos o programa da festa do Espirito Santo dos calcos? Ja so falta um mes. Com o novo campo de futebol de salao seria optimo termos um torneio de futebol. Poderia-se organizar um torneio juvenil, como se fez ha uns anos atras.

O regedor tambem poderia dar uma ajuda ao colocar na casa da mosca o programa de todas as festas que se aproximam.

Com a ida do "Jorge" para S. Bras podem diminuir as possibilidades de ter multibanco no Porto Formoso.

S. Bras parece estar no bom caminho: tem um PUB, uma moderna escola primaria, um ginasio e tera brevemente um restaurante e um centro multiusos.

porque será?

Pois é verdascada, porque será?

Será porque as "entidades" ou "pseudo-entidades" do Porto Formoso não se mexem? Ou será que estão moribundas?

A verdade é que é preciso sangue novo...

Caros bloggers,

o comentário feito pelo blogger Cavalete que diz o seguinte:

"S. Bras parece estar no bom caminho: tem um PUB, uma moderna escola primaria, um ginasio e tera brevemente um restaurante e um centro multiusos."

levanta, quanto a mim, algumas das mais importantes perguntas sobre o Porto Formoso:

- se o Porto Formoso tem muito mais Potencial (população, áreas de interesse turístico, área territorial superior, etc.) do que São Brás, porque razão são Brás tem isso tudo e nós não?

e quanto a mim a questão de fundo é:

P: se temos quase tudo para evoluir por que razão não evoluimos como devia???????????????

R: (algumas) as pessoas não fazem a diferença.

Sei que esta resposta é polémica, mas é o que penso e posso fundamenta-la futuramente. Aliás, acho que este tema merece um post.

Cumprimentos

Foi nos anos 40 que o dia da mãe começou a ser celebrado no dia oito de Dezembro, por iniciativa da igreja portuguesa. Só a partir da década 70 que o dia da mãe começou a ser celebrado no terceiro Domingo de Maio e posteriormente para o primeiro Domingo de Maio e assim colocar Portugal a par dos outros países da Europa.

No próximo Domingo pelas 12:30, o grupo de jovens do Porto Formoso vai animar (cantar, festejar, comemorar) a missa, como forma de homenagem a todas as mães.

Se o amor se manifesta na sua mais pura essência é sem dúvida no coração de uma MÃE

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

Caros bloggers,

penso que o regedor tem toda a razão quando diz que o "desenvolvimento" do Porto Formoso merece um post.

Força Sr. regedor!

Faça o post com este tema para que possamos, sem meias medidas, debater as razões do nosso "atraso"....

Quando chegar o post enunciarei o que acho serem a verdadeiras razões de tal "desgraça"...

Godeluk falou

O Governo Regional vai investir 130 mil euros na zona do Coucinho, para corrigir ribeiras.

O prazo de execução é de seis meses após a consignação

Cultura

RECREAR a cultura do chá

Cerca de 80 pessoas recriam hoje a vivência da cultura do chá em S. Miguel.


Trajadas a rigor, cerca de quatro dezenas de pessoas participam na reconstituição da vivência da cultura do chá na ilha de S. Miguel. O objectivo da iniciativa é o de dar a conhecer “um passado de grande importância sócio-cultural e riqueza etnográfica”.
O responsável pela Fábrica de Chá Porto Formoso, José Pacheco, que organiza pela sexta vez o evento, adiantou que este grupo “integra filhos e netos de antigos trabalhadores” e até continentais residentes nos Açores que se “interessam por questões etnográficas”. “Acaba por ser um encontro de gerações, vestidos de acordo com recolhas e testemunhos de uma época em que a apanha manual do chá era a principal fonte de ocupação de mão-de-obra feminina no concelho da Ribeira Grande”, acrescentou, recordando que a colheita manual terminou no começo dos anos 1960, coincidindo com o início da emigração para os EUA e Canadá.
Com a apanha manual do chá a cargo das mulheres, vestidas com um traje regional de apanhadeira; a reconstituição vai integrar homens, os quais vão fazer o transporte do chá entre a plantação e a fábrica, enquanto que as crianças vão participar em jogos tradicionais, precisou, ainda, José Pacheco.

2006-05-06 10:28:52

Notícia inserina no jornaldiario

Um grupo de atletas tem vindo a treinar-se duas vezes por semana, no campo de futebol, de modo a garantir a presença no campeonato de futsal da próxima época.

Este grupo de atletas já conseguiu o apoio financeiro da Junta de Freguesia para levar a efeito os seus intentos.

No próximo Domingo, pelas 14 horas, será feita a apresentação desta equipa contra a formação da Maia.

Além disso, está a programar-se um torneio de futsal para a Segunda-Feira do Espírito Santo dos Calços.

Na revista SABER AÇORES, na sua edição deste mês, vem uma reportagem sobre a Confraria do Chá do Porto Formoso

O António Branco vai passar a explorar o "Cantinho do Cais" apenas como snack bar a partir do mês de Junho.

O Jorge Silva deve transferir o restaurante esta semana para S. Braz.

A confraria do Chá Porto Formoso aparece este fim de semana na Revista Açores.

A confraria do Chá Porto Formoso aparece este Sábado 21 de Maio de manhã às 9h00 no programa da RTP1, Praça da Alegria

Muitos Parabéns à confraria, sinto um especial carinho ao ver estas fotos porque foi a minha mãe que teceu o tecido do estandarte da confraria e o bordado ficou a meu cargo!

Bem hajam e muitas felicidades

A Confraria do Chá é dos eventos que ainda não tive a oportunidade de assistir/fotografar, talvez numa próxima oportunidade.

É um sítio fantástico.. e com reconstituições rigorosas.


Aproveito e venho por este meio convidar a visitar a exposição de fotografia "Chá e tradição", patente a partir do dia 8 de Maio de 2008, na Casa da Cultura da Ribeira Grande.

Cumprimentos,

Nuno França

Boa noite meus senhores, gostaria de saber como posso entrar em contacto com uma entidade que represente o cha dos Açores, se alguém me souber dar uma resposta, agradeço que o faça para o endereço e-mail, pedrocasquilho@hotmail.com
Muito obrigado, e cumprimentos pela creaçao desta vossa confraria.
Pedro Casquilho Ribeiro.

Bom dia!
Vim viver para em S. Miguel recentemente.
Tenho tentado descobrir na "net" forma de contactar a Confraria do Chá Porto Formoso e não consigo.
Alguém me pode ajudar?
Saudações cordiais.
João Abrunhosa

Enviar um comentário

Locations of visitors to this page