Câmara reune no Porto Formoso

Na terça-feira, dia 31 de Outubro às 9 horas a reunião da Câmara Municipal da Ribeira Grande vai ter lugar na Junta de Freguesia do Porto Formoso, segue-se o almoço e, já durante a tarde, uma visita pela freguesia.
Sendo o objectivo da CMRG aproximar-se das populações a reunião é aberta ao público, contudo, não se entende como poderá ir público a uma reunião às 9horas de um dia normal de trabalho!
Quando estas reuniões tiveram lugar noutras freguesias a CMRG levou "boas notícias" (projectos, investimentos, subsídios, etc.), espera-se que a nossa freguesia também seja contemplada com uma "prenda no sapatinho", visto que, nos últimos tempos não me recordo de nenhum investimento da CMRG no Porto Formoso.
Com esta reunião é tempo de os representantes da forças políticas da nossa freguesia confrontarem o executivo de Ricardo Silva e questionar o presidente acerca dos assuntos mais importantes da freguesia, como por exemplo, o parque de campismo, adiado durante anos.

Mas sabem o que realmente vai acontecer?
A CMRG vai afirmar que não há dinheiro para o Porto Formoso e os nossos representantes nem vão aparecer na reunião.

Depois ficamos admirados porque razão o Porto Formoso está esquecido.

ps. Espero estar enganado.

Comentários

JASRAPOSO disse…
No seu primeiro ano de mandato a Câmara da Ribeira decidiu fazer uma reunião camarária no Porto Formoso.

É um momento muito importante pelo que não é altura de se descarregar cólera sobre tão ilustres visitantes, embora tal não signifique que a população não esteja magoada com a actuação da Câmara na nossa freguesia.

O momento aconselha a que se respire fundo e se diga à Câmara apenas isto - RESPEITEM-NOS.

O julgamento mais correcto só deverá ser feito mais lá para diante...
AGUIA disse…
O respeito que a Câmara da Ribeira Grande merece não me retira o direito e a obrigaçãode deixar aqui algumas perguntas:

1ª - Onde está o projecto de execução do saneamento básico?
2ª - Onde estão os melhoramentos nos báneários da praia dos Moinhos?
3ª - Onde está a execução do parque de campismo?
4ª - Onde está a aquisição dos terrenos para os parques de estacionamento na parte leste da freguesia?
5ª - Onde está o projecto da rampa de varagem?

Não consigo estar presente na reunião porque tenho de trabalhar durante o dia ereconheça que os senhores da Câmara não sejam obrigados a reunir fora das horas de expediente.
Faço votos para que a Junta de Freguesia saiba exigir aquilo a que temos direito.
Apenas queremos ter um tratamento igual ao das outras freguesias, nada mais.
PP disse…
Também eu espero que estejas enganado.
O Porto Formoso merece mais atenção por parte da sua Câmara Municipal

Sendo uma freguesia virada pró mar, embora também a agricultura e a agrocepuária tenham forte expressão, merece certamente uma rampa de varagens, uns balneários dignos na praia, e um parque de campismo.
Este último penso que é um equipamento que cabe, na perfeição, no espirito do PF. Pelo menos o do meu imaginário.

Em relação á hora da reunião, embora concordando que os "senhores da câmara" não são obrigados a trabalhar fora de horas, também não creio ser um grande sacrificio fazer estas reuniões nas freguesias da autarquia, ás 18 ou 19 horas, tendo em conta que não serão mais de 15 (creio eu), e que em dois anos dá uma média de menos de duas reuniões por mês.
Seriam reuniões mais concorridas, logo com mais debate, com mais ideias e soluções, logo mais úteis e enriqueçedoras. Um pequeno sacrificios com enormes beneficios......para quem, de facto, abraça a causa pública(CMRG ??)
Cavalete disse…
Uma pequena ideia dos projectos previstos segundo o AO de hoje.

"Câmara reúne no Porto Formoso
31-10-2006
por PG

A Câmara Municipal da Ribeira Grande reúne hoje, a partir das 9h00, na sede da junta de freguesia do Porto Formoso.

À tarde, visita alguns locais da freguesia, entre os quais a Praia dos Moinhos, local que será alvo de um projecto de requalificação, actualmente em elaboração. O executivo camarário irá ainda visitar o terreno onde vai ser construído o parque de campismo, a cerca de 100 metros da Praia."
deus2 disse…
Caros amigos,

o presidente da câmara veio prometer o parque de campismo!
O ex-presidente Hermano Mota já prometeu isso e o António Pedro Costa também. Essa promessa é mais velha do que a Salve Raniha.

Agente quer que façam o parque de campismo de promessas o Porto Formoso está farto.

Adeus
AGUIA disse…
Esses senhores que passaram e estão na Câmara confundem obras com intenções, enganando o povo do Porto Formoso constantemente.
As obras do Porto Formoso estão mais uma vez programadas para o dia de SÃO NUNCA, mas da parte da tarde. Pena é que sendo hoje dia de todos os SANTOS o refeido santo não esteja incluído a 1 de Novembro, mas sim no infinito que ninguém sabe quando acontecerá.
É esta a resposta que a Câmara dá a uma freguesia amorfa que não sabe lutar pelos seus direitos.
Já na antiguidade dizia o poeta Horácio "Decipimur specie recti" (Toda a gente é vítima da mesma ilusão). Por aqui se vê que esta maneira de actuar é velha como a Salve Rainha.
AGUIA disse…
Também a colocação de vidros nas casas da Igreja está programada para o dia de São Nunca. Os vidros da janela da casa da rua do Senra foram substituídos por madeira e os da sacristia por cartão.
JASRAPOSO disse…
Os problemas que o Porto Formoso enfrenta, do ponto de vista social, são fruto das suas opções morais.

A vida acaba por não ter sentido quando se ensina às pessoas que destruir, roubar e até matar é a solução viável para os problemas que se colocam à humanidade.

Embora seja importante a melhoria das condições económicas para a solução dos problemas, a realidade é que as mesmas não são suficientes se não forem acompanhadas pelo desenvolvimento cultural e moral.

Quando a moral e a práxis ética fazem parte de uma comunidade podemos dizer neste dia de finados em que iremos visitar o nosso cemitério - PAZ À SUA ALMA, VIVEU FAZENDO O BEM.

Valerá a pena cultivar o ódio e a opressão para quem, como a maioria da população do Porto Formoso, acredita estar neste mundo de passagem?

Os líderes impõem-se pelas suas obras e não pelo facto de falarem mais alto e são eles os maiores responsáveis pelo estado em que se encontra a nossa sociedade.
Caros bloggers,
a reunião camarária que teve lugar, ontem, no Porto Formoso, mais concretamente na sede da Junta de Freguesia foi de índole pública, ou seja, só não esteve presente quem não quis ou não pôde...

Eu estive presente, e pelo que pude assistir não fiquei descontente com a postura do Sr. Presidente da Câmara face às necessidades prementes do Porto Formoso.

Ficou ainda o compromisso de se fazer importantes investimentos na nossa terra para o ano 2007 que já eram esperados desde à longa data.

Apesar das dificuldades financeiras que a Edilidade se vê confrontada, o seu presidente entende que o Concelho não pode estagnar e que os investimentos a serem feitos nas freguesias têm de ser priorizados por ordem de importância e não com base em critérios duvidosos como os de agradar a gregos e a troianos.

Com base nisto, o Edil entendeu que o Porto Formoso e as suas gentes já tinham sido deixados ao abandono por demasiado tempo pelo executivo camarário anterior.

Todos sabemos que o País, e por sua vez todas as suas entidades, nomeadamente as autarquias, padecem de graves dificuldades e constrangimentos financeiros mas, como dizia um político honrado (dos poucos que existem) deste País, "há mais vida para além do deficit"..., e neste sentido, e ainda relativamente ao Porto Formoso, o Presidente da Câmara levou a peito esta afirmação e comprometeu-se com importantes investimentos no Porto Formoso.

Bem sei que é uma promessa, aliás um compromisso, e a verdade é que só depois de se ver a obra é que se poderá dizer até que enfim. Mas como entendo que o Dr Ricardo Silva é uma pessoa honesta e tem palavra, acredito que esses investimentos serão efectivamente concretizados na nossa freguesia.

Um bem haja a todos
Cavalete disse…
Não tive oportunidade de ir à reunião. Será que o blogger evaristo, ou outro, pode concretizar que investimentos estão previstos para 2007? Houve alguma referência ao financiamento do centro multiusos?

Seria importante a junta de freguesia distribuir pela população um pequeno comunicado a dar conhecimento das conclusões desta neunião.

Uma parte dos eleitores percebe os constrangimentos financeiros da CMRG mas tenho a sensação que se as eleições fossem hoje o Ricardo Silva já não recolheria o mesmo número de votos no Porto Formoso. Esta é uma análise meramente política. Pessoalmente continuaria a votar nele mas começa a haver muita gente do "POVO" que precisa de explicações. As boas intenções podem ter sido muito boas dentro de portas mas se a mensagem não chegar ao POVO o presidente sujeita-se a perdas no campo político.

Na política moderna deve-se explicar o que se pretende fazer mas também as razões do adiamento de alguns projectos. Sem uma comunicação efectiva junto das massas não vamos a lado nenhum. Porventura cabe aos nossos representantes (Direcção da junta e Assembleia) promover esta comunicação.
carruncho disse…
O Dr.Ricardo silva já foi meu professor de História, e para que o Porto Formoso não fique esquecido ele tem que ter uma postura e uma dedicação igual ao Dr.Alberto joão jardim mesmo com dividas pelas guadelhas investe e muitissimo na sua terra,e para mim è esta determinação que o Presidente deve ter, principalmente com o nosso Porto Formoso porque pouco ou nada se faz nesta freguesia.
Desculpa a comparação Dr.Ricardo silva mas è a mais correcta para a situação da camara, investir em quem menos se investiu no passado.
E se hoje houve novamente votos o meu voto seria sem duvida alguma para »RICARDO SILVA MAS 1 VEZ E SEMPRE».

Cumprimentos para todos
James Dean disse…
Bem o blogger evaristo_tens_ca_disto, dissertou bastante, mas no final fiquei sem perceber qual a obra importante que a Câmara vai realizar no Porto Formoso.
Não seria pedir muito que nos indicasse, para depois vermos se vai ser realizada ou não....

Cumps

James Dean
O Regedor disse…
As pessoas do Porto Formoso votaram no Dr. Ricardo Silva na esperança que algo mudasse para melhor na freguesia.

Durante este primeiro ano nada mudou, mas aceita-se que o novo presidente necessite de tempo para por a casa em ordem e conhecer aprofundadamente os dossiers.
Ao segundo ano de mandato (2007) é necessário que as obras começem a aparecer. A nossa freguesia não pode esperar mais tempo... já está à espera desde o 25 de Abril!

Assim, espera-se que durante o ano de 2007 a Câmara da Ribeira Grande passe das palavras aos actos, senão o PS perde as proximas eleiçoes para a Câmara.

Gostava muito de saber quais os investimentos que a CMRG "prometeu"...

Cumprimentos
Caros bloggers,
a minha presença na reunião camarária foi como cidadão do Porto Formoso.

No entanto, houve dois momentos bem distintos:
- a reunião propriamente dita, que era de índole pública, em que estiveram presentes todos o vereadores, do executivo e da oposição;
- a reunião do executivo com as entidades locais com o intuito de inscrever nas grandes opção do plano da câmara e no plano e orçamento da Junta de Freguesia as "necessidades" do Porto Formoso em termos de investimento.

Ora, não me cabe a mim elencar os investimentos que a Câmara fará no(s) próximo(s) ano(s) no Porto Formoso. Cabe sim ao Presidente da Câmara e ao Presidente da Junta.

De qualquer modo, o que fiz foi informar os bloggers que o Executivo camarário irá fazer os investimentos no Porto Formoso e não elencá-los porque não é a mim que cabe esta tarefa.

Posto isto, se os bloggers quiserem saber quais são os ditos investimentos terão questionar as duas personalidades acima referidas, sendo que, em minha opinião, esse conhecimento deve acontecer aquando das propostas de "orçamento" tanto da Câmara como da Junta.

Um bem haja a todos
AGUIA disse…
Ao contrário do que aconteceu nas reuniões da Câmara feitas nas outras freguesias, do Porto Formoso nada se sabe.
As pessoas que puderam estar presentes nada dizem, assim como os jornais.
Estas atitudes levam-nos a tirar uma conclusão, A MONTANHA PARÍU UM RATO.
É isto o que o Porto Formoso merece?
Onde está a oposição?
deus2 disse…
Boa amigo águia.

No Porto Formoso nunca se sabe nada, ninguém diz nada, ninguém informa a população. Nem a Câmara nem os jornais nem a Junta de Freguesia, nem a oposição.
As pessoas que não puderam ir à reuniao tem o direito de saber.
A junta devia fazer uma folha a dizer qual foram as promessas da Câmara e colocar nos cafés ou por baixo das portas.

Mais uma coisa, a lista do PSD que concorreu à junta não prestava para ganhar a junta nem presta para oposição.
As pessoas da lista do PSD não se dignaram a aparecer na reuniao e não criticam a Junta e a Câmara por não ter dito nada às população, ou seja, oposição de tarelo fazem.

A população tem de ser informada.

Adeus
Cavalete disse…
É pena que se tenha de aguardar pela publicação da acta da reunião.

Por altura das eleições, vemos percorrer, lado a lado, dezenas de pessoas a distribuir panfletos. É o candidato a presidente da Câmara, os candidatos a vereadores, os candidatos à Assembleia da Câmara, os candidatos à Direcção da Junta, os candidatos à Assembleia da Junta e os simpatizantes do partido.

Não se compreende que, de entre estas pessoas todas, não haja uma capaz de divulgar, neste blog, as conclusões desta importante reunião. Além disso, a reunião foi pública, não há segredos a esconder.

Apenas se pede um relato factual das palavras do Presidente da Câmara. A interpretação destas palavras cabe da cada um de nós.
JASRAPOSO disse…
Na vida como na política há princípios éticos que temos de respeitar.

Vem isto tudo a propósito de algumas pessoas terem criticado o facto de não ter sido divulgado as decisões camarárias da reunião do passado dia 31 de Outubro.

Naquele reunião estiveram presentes os membros da Junta de Freguesia e o Presidente da Assembleia de Freguesia.

Entendem aqueles senhores que devem dar conhecimento das decisões tomadas em primeiro lugar à respectiva Assembleia de Freguesia e só posteriormente à restante população. É uma decisão que se aceita perfeitamente.

Para os que pretendem estar mais bem informadõs resta-lhes assistir à próxima reunião da Assembleia de Freguesia, que terá lugar ainda este `mês.
AGUIA disse…
É uma grande chatice, mas tenho que concordar com a posição tomada pela Junta de Freguesia sobre a divulgação do conteúdo da reunião da Câmara Municipal. Se alguém tem dizer o que se passou é a Câmara e o público que deveria ter ido à reunião e nunca a Junta de Freguesia.
Se fosse membro da Assembleia de Freguesia ficaria chateado se soubesse que a Junta informava primeiro outras fontes em detrimento dos eleitos. Se curiosidade era tanta deveríamos ter mandado lá um emissário.
Acho que o José António Sebastião fez muito bem em não estar presente, uma vez que trabalha numa empresa privada e tem que apresentar resultados para poder receber o ordenado no fim do mês. Já não estou de acordo é que a oposição não tenha mandado lá alguém para estar devidamente informada sobre o que se passou, de modo a poder tomar uma posição pública.
Os vereadores do PSD que estiveram na reunião têm a obrigação de informar os seus representantes locais, o que não acreditamos devido ao seu imobilismo.
sono1 disse…
No dia 11 de Novembro, sábado, pelas vinte horas, no centro pastoral e social do Porto Formoso, o grupo de jovens de Nossa Senhora da Graça, vai organizar o jantar de São Martinho. Este encontro é aberto a todas as pessoas que queiram participar, e custa a quantia simbólica de 5 €.
Este jantar terá um número limitado de participantes, pela dimensão reduzida de elementos que compõem o grupo organizador.
Poderá adquirir os ingressos junto dos elementos que compõem o grupo de jovens de Nossa Senhora da Graça.
O bem-haja!!!

Com um forte abraço jovem.
deus2 disse…
AMigo águia,

escrevi que alguém do PSD do Porto Formoso tinha que marcar presença na reunião, não tem que ser o José António Monte. É uma falta de competência e de responsabilidade não estar ninguém do PSD-Porto Formoso na reunião para fazerem ver as suas ideias para a freguesia. Já disse assim o PSD nem sequer serve para fazer oposição.

Amigo JASRAPOSO,
pensando bem a Junta faz bem em dizer primeiro à assembleia de freguesia o que se passou na reunião mas depois disso a população tem de ser informada. Depois dessa reunião vemos se informam a populaçao.
Ficava muito bonito à Junta se depois de a Reunião com a Assembleia informassem as pessoas.

Tenho receio que o Sr. Ricardo Silva veio prometer a "banha da cobra".

Adeus
pregalheefoge disse…
Bom dia
Ainda por aqui ando, é verdade, já algum tempo que nao tenho consultado aqui o blog, e qual nao foi o meu espanto em ver um post onde os bloggers andam tao calminhos, é de estranhar até. Mas ninguém fala mal dos seus...não é lol
Pois bem, relembro o REGEDOR que se descer a Ladeira da Velha, este troço foi um investimento municipal, do ultimo mandato, mais ainda nesta zona à a construção do parque de estacionamento, junto Às pedra ruins, obra tb do ultimo mandato e já na freguesia a construção de um parque de estacionamento junto ao jardim do outeiro, como pode constatar obras recentes, eu sei destas obras porque me informei, e vc dai já não se lembra?.
No entanto fico à espera das tão aguardadas obras prometidas por este Edil.
As obras parece-me que vão continuar pelos vistos, para os lados da vila de Rabo de Peixe.
um bem haja a todos.
AGUIA disse…
Veio comigo esta manhã de boleia um reformado que vive na zona do Outeiro. Conversa puxa conversa o referido senhor informou-me que a Casa do Povo estava a disponibilizar o rés-do-chão das suas instalações para os "velhinhos" jogarem às cartas e ao dominó nos fins de semana.
O pior é que não há quarto de banho e os "velhimhos" fazem as suas "necessidades" onde melhor os convém.
Ainda faltava mais esta para "melhorar" a imagem da bendita direcção da Casa do Povo.
Isto só no Porto Formoso
O Regedor disse…
Caro pregalheefoge,
neste caso (investimentos da Câmara) todos os bloggers deviam puxar para o mesmo lado, ou seja, para o lado do Porto Formoso.
Lembro-me muito bem dessas obras, tão bem que até sei que a pavimentação da descida da Ladeira da Velha não foi feita no último mandato do Sr. António Pedro Costa, mas sim no penúltimo.
Então veja bem, a descida da Ladeira da Velha, o parque de estacionamento do Outeiro e mais qualquer coisinha que agora não me lembro é muito pouca coisa em em muito tempo.
É natural, então, que os Portoformosenses queiram muito mais que isso e exijam ao Dr. Ricardo Silva mais atenção a esta freguesia, dado o seu potencial turístico e dado o abandono a que tem sido votada por vários presidentes durante longos anos.

Cumprimentos
O Regedor disse…
Se isso que o blogger águia afirma que se está a passar na Casa do Povo é verdade... é de bradar aos céus!

Um unico comentário: os nossos idosos mereciam mais respeito.
sono1 disse…
Caro regedor, aquilo que o amigo águia referiu é verdade.
A situação é preocupante, para alem de não ter condições para os velhinhos fazerem as suas “necessidades” trata-se de um edifício antigo, com várias falhas na sua estrutura.
Com reiniciar da crise sísmica, aquela casa não oferece as mínimas condições de segurança para os idosos que a frequentam, trata-se de pessoas com pouca mobilidade, e com poucos reflexos.
Neste contexto o provérbio “ mais vale prevenir do que remediar” faz algum sentido.

Com um forte abraço.
pregalheefoge disse…
caro Regedor,

só me resta dizer que fui mal informado.

Já agora, e uma vez que faz tanta questão de afirmar o potencial turistico da sua freguesia, talvez me pudesse indicar um ou mais investimentos por parte do governo regional neste sentido, e se n~~ao for pedir muito de iniciativa privada.
verdascada disse…
A direcção da Casa de Povo perdeu a vergonha


É um descaramento pôr os nossos velhinhos a jogar às cartas e ao dominó numa casa a cair de podre, cheia de rachadelas, sem casa de banho, com ratazanas!
Não há um lugar mais digno?

A direcção da Casa do Povo não tem consciência? Homens que trabalharam toda a vida e o que é que a Casa do Povo dá?
Uma casa em ruinas para eles jogarem às Cartas.

Direcção da Casa do Povo façam um favor ao Porto Formoso: DEMITAM-SE
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Caros bloggers,
convém fazer um esclarecimento para que não restem mais dúvidas, nem haja mais "ruído" em relação à reunião camarária no Porto Formoso.

Desde logo, a reunião foi pública e, deste modo, todos poderiam assistir. Nela foram tratados assuntos relativos ao Concelho. Mais uma vez reafirmo que estavam presentes: do executivo Camarário: Ricardo Silva, José António Brum, Jaime Rita e Sílvia Pontes. Da oposição: António Pedro Costa e Francisco Xavier Rodrigues.

Segundo momento: Reunião "PRIVADA" com a Junta de Freguesia com o intuito de inscrever nas grandes opções do plano os investimentos a realizar no Porto Formoso.

Assim, quer estivessem ou não os elementos da oposição, só poderiam estar presentes na reunição camaraária propriamente dita. No segundo momento isso nunca poderia acontecer, porque não cabe à oposição reunir com o executivo camarário para decidir quais são os investimentos/prioridades para o Porto Formoso. Para isso existe a Junta de Freguesia.

Espero que todos tenhamos a inteligência para perceber que em democracia as coisas funcionam deste modo. Por isso não vale a pena pedir a este ou àquele blogger que retrate o que se passou na reunião do executivo camarário com a Junta de Freguesia.

Um bem haja a todos

Post Scriptum: em relação à cedência do edifício da Casa do Povo para que os idosos possam passar os seus tempos livres, não devemos ser severos nas críticas porque penso que intenção é boa. Devemos sim criticar, mas logo de seguida é necessário arranjar soluções...
Cavalete disse…
Um bem haja tambem para o Evaristo, sem remorsos...:) Obrigado pelos esclarecimentos!
Cavalete disse…
Capa do AO de hoje.


"Pescadores queixam-se das condições de trabalho
08/11/2006
por Paula Gouveia


Governo Regional prometeu construir cais, rampa de varagem e casas de aprestos no porto da Freguesia do Porto Formoso, mas os pescadores até hoje esperam pelo cumprimento da promessa


Compraram barcos de pesca maiores com a ajuda dos subsídios do Governo Regional, mas só depois de os obterem perceberam que o tamanho das embarcações não lhes permitia levá-las para o mar só à força de braços.
O porto da Freguesia de Porto Formoso, na Ribeira Grande, não está preparado para as embarcações de boca aberta de maiores dimensões.

Perante o problema, a solução acabou por partir de um dos pescadores, proprietário de um dos barcos: comprou um pequeno tractor para puxar o seu barco e os dos restantes pescadores.

Eugénio Rodrigues queixa-se de que nem apoio para gasóleo tem para fazer face à despesa que, noutros portos da ilha, não teria. “Nos outros portos os pescadores têm tudo”, diz. “Aqui, a gente morre à fome à espera do apoio do Governo Regional”, sublinha o pescador.

O rol de queixas dos pescadores não fica, no entanto, por aqui. Lembra que continuam à espera de que o Executivo Regional faça o prometido. “Sempre que há eleições lá vem a promessa”, diz Eugénio Rodrigues. Aspiram a que se construa um cais de acostagem, casas de aprestos, rampa de varagem e se beneficie o acesso ao porto, mas apesar de essas intervenções estarem prometidas nada sabem sobre a sua concretização. A resposta que têm obtido é sempre a mesma: “está em estudo”. Mas a verdade, diz Eugénio Rodrigues, é que “nunca chega o dia”. Afirma, por isso, que “a vontade do governo é pouca” e que ficariam satisfeitos apenas em saber quando é que o Governo Regional pretende avançar com o projecto. “É que nem dizem se vai começar daqui a um ano ou dois anos”, refere o pescador.

O porto da freguesia acolhe seis embarcações de pesca profissional mas também é utilizado por embarcações de pesca desportiva. Na Freguesia de Porto Formoso vivem da pesca cerca de vinte famílias.

Na opinião de Ricardo Silva, presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande, é necessário intervir não só no sentido de melhorar as condições de trabalho como também a segurança. Marcelo Pamplona, subsecretário regional das Pescas, explica que está em estudo uma solução técnica, sendo que esta aponta para a construção de uma rampa e exclui a criação de um cais. Salvaguarda, no entanto, que há outros projectos com prioridade."
Cavalete disse…
Mais uma noticia do AO de hoje.

"Balneários da Praia dos Moinhos vão ser beneficiados
08/11/2006
por PG

A Praia dos Moinhos, na freguesia do Porto Formoso, vai ser beneficiada com obras nos sanitários, passeios e acessos.
A Câmara Municipal da Ribeira Grande vai receber, em Dezembro, o projecto e conta lançar a empreitada a concurso logo de seguida, de modo a que a obra arranque no próximo ano. Segundo Ricardo Silva, presidente da câmara, “há aspectos da praia onde não se pode tocar, mas há outros que podem ser melhorados. E a própria intervenção nos balneários vai obrigar a que se façam também pequenas melhorias em função do bem-estar das pessoas”."
JAGPacheco disse…
O lobby

A Jornalista Paula Gouveia e o pescador Eugénio Rodrigues criaram um lobby, para a resolução de um dos problemas mais prementes do Porto Formoso.
Com o artigo de hoje do Açoriano Oriental, o problema ganha visibilidade. Forma opinião pública.
A jornalista contacta Ricardo Silva e Marcelo Pamplona, fazendo-os recordar que o problema existe.
Para o subsecretário das pescas “há outros projectos com prioridade”. No entanto a partir de hoje, as dificuldades que os nossos pescadores enfrentam diariamente, ganharam posições na hierarquia das “prioridades”.

Saudações Formosas!
AGUIA disse…
Essa questão dos investimentos no Porto de pesca do Porto Formoso tem muito que se lhe diga. Que eu saiba há apenas quatro embarcações que se dedicam à pesca profissional e algumas destas não têm a tripulação completa.
Penso que há muitas outras prioridades no Porto Formoso. Muito melhor que essas "rampas" seria a criação de uma marina na Costa Norte da ilha e que ficasse na nossa freguesia
JAGPacheco disse…
Marina?

De facto existem apenas 4 embarcações profissionais no Porto Formoso, 3 delas com “companhas” reduzidas.
No entanto, se as más condições do Porto se mantiverem, em poucos anos não existirá nenhuma!
Certamente, não existe nenhuma marina na costa norte de São Miguel, nem na costa norte de nenhuma das outras ilhas devido às más condições climatéricas; Nem tão pouco existem, longe dos grandes centros urbanas devido às más condições de logística.
De certo, qualquer intervenção no Porto, “tem muito que se lhe diga”, deve ser dada especial atenção às questões de “impacto ambiental”. Trata-se de uma paisagem de grande beleza natural que de forma alguma pode ser transformada em monumento de betão.

Saudações Formosas
costaneira disse…
È mesmo verdade que a casa da junta de freguesia esta mesmo á venda? Ha Ha Ha!
Isso é lindo!
deus2 disse…
No Domingo de manhã alguem afixou um placarde de uma empresa de vender casas e terrenos na Junta de Freguesia a dizer Homelife - VENDE-SE

Foi engano foi brincadeira foi a sérios?
Certo é que pela hora de almoço já não estava lá nada.

Acontece cada uma no Porto Formoso.

adeus

Mensagens populares deste blogue

Trilhos pedestres no Porto Formoso, onde?

Águas Medicinais da Ladeira da Velha