Rego D'Água


 Zona superior do Rego D'Água

Era no Rego D'Água que se encontravam a maioria das quintas do Porto Formoso.
Esta zona, que possuia uma vegetação luxuriante, tinha fama de ter as melhores terras e que melhores frutos davam. A inclinação dos terrenos para nascente e o facto de ao lado passar a ribeira dos Limos podem ajudar a explicar as cestas e canastras de frutos que de lá provinham todos os dias.
Actualmente, quem passar no atalho que nos conduz pela ribeira acima, desde o jardim até á estrada, pode verificar que a maioria das quintas se encontram abandonadas.
No entanto, com o aumento da cultura do inhame no Porto Formoso, alguns agricultores estão a transformar as quintas abandonadas em plantações de inhame.
Tal como os frutos, também o inhame produzido no Rego D'Água tem fama de estar entre os melhores de São Miguel.
Assim, assiste-se hoje em dia, a uma pequena recuperação destas terras para produção de inhame, contudo, a falta de um acesso para veículos irá condicionar para o bem e para o mal o futuro do Rego D'Água. Sem acesso para veículos ninguém está disposto a investir em culturas ou quintas. Hoje, já ninguem tem forças para acartar tudo às costas por ali acima.
Há esperança que, com a possível abertura do trilho pedestre, o atalho seja mantido em boas condições e que as pessoas voltem a pisar aqueles terrenos. Nem que seja apenas para fazer o trilho e apreciar o presépio de quintas e terras que é o Rego D'Água.
Ainda hoje em dia vale a pena uma visita para esticar as pernas, alegrar os olhos e reavivar memórias.

Comentários

carruncho disse…
È com muito carinho que vejo esta foto do rego de agua, pois da minha casa via-se (o que agora é um enorme atentado a minha vista um pasto )uma grande extensao de terra toda ela cultivada por varios rendeiros havia profias para ver quem tinha a melhor colheita e acima de tudo adorava ver uns com milho outros com batata outros com amendoim (delicioso), etc varias culturas de fazer qualquer criança pensar como è que se consegue ter tudo tão bem devidido sem tocar no que é do vizinho. Foi com muita pena que vi tudo isto acabar, até a quinta do Sr. Gil Serra está todo abandonada era um quinta de muito trabalho mas tambem uma quinta que dava muito gosto passear por ela dentro sempre com um olho no Sr. gil para nao ser apanhado. AS arvores de fruto então eram sempre muito carregadas de fruto.

um enorme abraço para todos com muitas saudades destes tempos de muita alegria.
E quando este trilho for criaado agradecia ao Regedor para o divulgar e os outros tb se possivel
AGUIA disse…
Segundo parece o Luís Torres ameaçou a pessoa quem colocou o vídeo da festa de Nossa Senhora da Graça aqui no blog. É um direito que lhe assiste.
Dentro do mesmo princípio acho que o Regedor deveria retirar o endereço e a publicidade ao referido vídeo, uma vez que a "empresa" parece que está sediada na Maia. A ser isto verdade, constituí um grande atentado à sua terra natal e é mais um que "deserta"
carruncho disse…
Eu entendo as razões do luis torres mas devo dizer que se eu nao visse aqui na casa da mosca este video eu nao acreditava que o dvd era assim tao bom pois retrada muito bem as festas e digo ele devia de agradecer ao lizar por esta iniciativa pois muitas pessoas como eu ja tenho vontade de ir comprar o dvd so por ver aqui um pouco ou seja só meis horas das 3 horas que tem o dvd.Pois se ele acha que isto não è bom para o seu trabalho pois paciencia fica com menos vendas.
A publicidade é recomenddada para um bom negocia e a apresentação do produto nem que seja 1/4 do mesmo da vontade de ver o resto e comprar o produto por inteiro.

um abraço para todos.
sono1 disse…
Ontem, num trabalho realizado pela jornalista Teresa Nóbrega, fiquei a saber a real dimensão das pessoas que são abrangidas pelo rendimento de inserção social (rendimento mínimo).
Os Açores são a região onde mais indivíduos são abrangidos pelo rendimento mínimo com cerca de 7.53% da sua população, sendo Bragança a região com a taxa de incidência mais baixa 0.5%.
A nível regional S.Miguel lidera a lista, cerca de 9.28%, isto é, 12201 indivíduos vivem com o rendimento mínimo.
Certamente a nossa freguesia não deve fugir a esta média.

Com um forte abraço.
O Regedor disse…
Caros bloggers,

a tendência para fazer juízos de valor acerca da atitude das pessoas tem de ser mais ponderada.

Mesmo com as melhores intenções não se pode disponibilizar um vídeo sem primeiro pedir autorização ao autor.

Contudo, a questão do vídeo da festa está a ser resolvida amigavelmente a contento de todos e em breve haverá boas novidades.

Cumprimentos
josfsil disse…
O meu tio tinha uma quinta nessas bandas e eu e os meus irmaos lembram disso tudo.
Era tudo muito bonito e bem aranjado agora ainda e muito lindo.

Abraco para o Porto Formoso
Diziam que ele não vinha...
JAGPacheco disse…
De manhã é oiro
ao meio-dia é prata
e d´á noite mata!

Assim eram as laranjas do “Rego d’água” e provavelmente todas as outras frutas que deixaram de ser produzidas nesta terra. Para além do sabor e das fragrâncias, perderam-se os saberes e as vivências.
As “Quintas” ou pequenos pomares são o melhor exemplo da “agricultura ajardinada” que marcou toda uma época. Aquela em que o agricultor se orgulhava das suas “novidades” e se esmerava no amanho da terra.

As Quintas eram das pessoas “remediadas”! Ter uma Quinta dava um certo estatuto. E talvez aqui também esteja uma das explicações para o “renascimento” actual das Quintas. Certamente também, associado á “Crise” e ao bom preço dos inhames.
O progresso deixa marcas e infelizmente o “Rego d` água” aqui tão bem descrito pelo Regedor, em poucos anos, estará transformado numa mata de criptoméria. A única alternativa que alguns encontram para evitar o total abandono… No entanto, o verde agrícola nunca é monótono e a paisagem humanizada é sempre a mais rica!

De resto, nunca ouvi nenhum nutricionista, dizer que a fruta á noite é desaconselhável, provavelmente este ditado teria a intenção de evitar o “gosto de passear por elas dentro” (como diz o caruncho) a altas horas de noite!

Saudações Formosas
JASRAPOSO disse…
As nossas Quintas, assim como a agricultura em geral, por mais que se não queira, caminham dolorosamente para o seu fim.

A entrada do país na União Europeia e a invasão da nossa Região por produtos hortícolas ao preço da chuva vieram acabar com a nossa agricultura.

Os actuais proprietários das terras ainda cultivadas com àrvores de fruta e produtos hortícolas, devido à sua pequena dimensão, não conseguem fazer frente às multinacionais, restando apenas às pessoas o cultivo dos seus quintais.

É mais uma porta que se fecha na nossa já débil economia e não se consegue ver outra a abrir-se para a substituir.
AGUIA disse…
As quintas e os restantes terrenos de cultivo estão abandonados por razões que são conhecidas de todos. A grande maioria da mão-de-obra trabalha na construção civil fora da freguesia e muitos outros preferem viver do Rendimento Mínimo.

A maioria dos beneficiários do rendimento mínimo ocupa as tarde e a noite nas tabernas, as madrugadas a roubar e as manhãs a dormir.
Os contribuintes sérios e honestos têm a seu cargo sustentar estes estes parasitas
JAGPacheco disse…
Hoje fui consultar o Post da Senhora da Graça, ver se estavam lá publicadas as contas das Festas!
Tendo em conta que as "contas" já foram tornadas públicas á uma semana e na Casa da Mosca existem Blogers especialistas nestes assuntos.
Confesso que estou um pouco desiludido!
O Regedor disse…
As coisas da Igreja devem ser as que menos tenho acesso, por isso, e como as contas são públicas e afixadas em local público, agradecia a alguém que possa colocar aqui as contas da Festa!

Dava um bom post e era bom podermos discutir as contas.
No Porto Formoso mais instituições deviam apresentar contas.
Era uma excelente medida para acabar com a suspeição, mas como quem não deve não teme...
Cumprimentos
verdascada disse…
O bispo dos Açores vai mandar uma carta a todos a pedir dinheiro para a diocese.

Caso o Bispo apareça por aqui:

Na nossa freguesia as pessoas dão dinheiro
- no peditório da missa todos os sábados e domingos
-cada vez que há um casamente
-cada vez que há um enterro
-cada vez que há um baptizado
-nos muitos peditórios que há para a festa
-nos peditorios para o Espirito Santo
-nos Peditorios para o São João
-para rezar missa por familiar falecido
-no peditório da missa do cemitério
-no peditório de beijar o menino(duas vezes)
-no peditório de beijar a cruz
-no peditorio para pintar a igreja
-no peditorio para reparar o relógio da torre
-no peditorio para reparar a torre
-oferecem marisco (€€€€€€)
-oferecem vacas e bezerros
-oferecem de tudo um pouco
- e mais e mais e mais

Ainda não dá?

O bispo sabe que as gentes do Porto Formoso ganham pouco e têm reformas miseráveis?????

Sr. Bispo: vá pedir dinheiro para outro lado!
carruncho disse…
Caro colega verdascada, tenho que lhe dar os parabéns pelos pontos acima mencionados. A verdade é que eu não sei como é que as gentes do porto formoso com tão poucos rendimentos consegue dar a mão a estes peditorios todos. Eu tambem concordo consigo o Sr.bispo que vai fazer o peditório a aqueles que muito têm ( por exemplo )Irmanda do Sr.Santo Cristo, cai ali imenso dinheiro e não é só pelas festas é o ano inteiro a estes sim o SR. Bispo que lhes peça um emprestimo/dado.

Cumprimentos
AGUIA disse…
Até agora a Diocese de Angra e Ilhas dos Açores nunca se preocupou em tornar públicas as suas contas, só agora quando os resultados são negativos é que se lembra de dar conhecimento aos habituais fiéis contribuintes.
A história repete-se, mesmo no seio da Igreja...
sono1 disse…
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
deus2 disse…
Amigo blogger verdascada

faltou dizer os prémios para o Bazar e a contribuição para a igreja uma vez por ano...

Assino por baixo tudo o que aqui foi dito sobre a Diocese. Eles tão na terceira nos seus palácios e quando tinham dinheiro nunca apresentavam contas, agora que estão à rasca apresentam.
O nosso povo acredita em tudo o que a Igreja diz vai dar dinheiro mas já há muita gente com os olhos bem abertos e se pensarem pela sua cabeça e vão por a carta do Sr. Bispo no lixo.

Para ajudar a Igreja do Porto Formoso eu já dei e dou mais se for preciso.

A diocese naõ vê um cêntimo.

adeus
deus2 disse…
Eles vaiam plantar inhames para o Rego dagua.
PP disse…
Pois é meu caro Regedor, esta nossa Ilha já foi celeiro da metrópole e rica em fruta. A grande Inglaterra só queria a nossa laranja de umbigo, e muito tinta com pastel dos Açores se fez.

Hoje em dia, vislumbrar uma quinta de árvores de fruto (que davam boas visitas na infância), não só no Porto Formoso, mas um pouco por toda a Ilha, começa a ser um achado.

Este abandono, deve-se á "perguiça" que a maquinaria trouxe, e á "loucura" da lavoura, que levou a que muitas quintas de fruta e zonas de cultivo, fossem desmatadas e transformadas em pastagem.
A essas duas razões, soma-se uma terceira, que tem a ver com a especulação imobiliária que se vive, em especial, em S. Miguel. Esta espéculação torna muitoo apetecível - aos possuidores de quintas em locais em que a construção de habitações é possível - a troca de um parco rendimento (que advinha da sua pequena produção)pelos milhares de euros a ganhar com venda do terreno para construção.

Não fosse a cota leiteira, e a nossa Ilha seria um imenso pasto....ainda assim, verde!

Um grande abraço
sono1 disse…
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
gnussen disse…
(...)

o tema foi Rego de Água, mas depois de ler, nao tenho duvidas que este post nao passou de um "Rego de sempre a mesma coisa"...


(....)

É isso!E nao passa disso....despesas para cá, receitas para lá....a junta de freguesia, a casa do povo....!!!!!!!!

Sabem qual a diferença entre este post e as vizinhas do Porto Formoso...aqui a "censurazinha" está informatizada.

Um abraço!
JASRAPOSO disse…
MAPA COMPARATIVO DAS CONTAS

ANO 2005 2006

Receita 49.666 53.403
Despesa 27.912 31.787
Resultado 21.754 21.616

Conta do Gado

Receita 32.302 36.970
Despesa 18.450 23.094
Resultado 13.852 13.876

Há duas coisas importantes a reter destas contas:

1ª - As instituições funcionam melhor quando os seus dirigentes actuam em regime de voluntariado e
2ª - A "Barraca" do Grupo de Jovens, ao contrário do que alguém aqui já afirmou, deu lucro permitindo que contribuissem monetáriamente para as Festas.

Numa altura de crise o resultado financeiro é óptimo, pelo que estão de parabéns todos os voluntários envolvidos nas Festas.
JASRAPOSO disse…
A minha ignorância nesta e noutras coisas fez com que os números ficassem encavalitados.

Vamos ver se agora ficam melhores

ANO DE 2005

RECEITA................ 49.666
DESPESA................ 21.912
RESULTADO.............. 21.754

ANO DE 2006

RECEITA................ 53.403
DESPESA................ 31.787
RESULTADO.............. 21.616

CONTA DO GADO

ANO DE 2005

RECEITA................ 32.302
DESPESA................ 18.450
RESULTADO.............. 13.852

ANO DE 2006

RECEITA................ 36.970
DESPESA................ 23.094
RESULTADO.............. 13.876
AGUIA disse…
Alguém se deve ter esquecido de incluir nas receitas o peditório do mês de Agosto

Mensagens populares deste blogue

Trilhos pedestres no Porto Formoso, onde?

Águas Medicinais da Ladeira da Velha