Documentário - Porto Formoso


O filme insere-se na iniciativa “9 Ilhas, 9 Documentários” do Festival Festa Redonda. O Festival Festa Redonda, que decorrerá nas nove ilhas dos Açores, arrancou no dia 25 de Outubro de 2007 e irá prolongar-se durante dezoito meses até Abril de 2009.
Neste festival pretende-se realizar 9 documentários sobre cada ilha dos Açores sob um olhar muito especial. Para a ilha de São Miguel foi escolhido como local de filmagem... o Porto Formoso.
A realizadora Amaya Sumpsi, que ficou com a ilha de São Miguel, diz-nos: "Quero mostrar o que resta duma forma de vida intrínseca à cultura açoriana e portuguesa, que tem vindo a ser suplantada por uma indústria piscatória despersonalizada e arrasadora.Proponho este documentário como uma homenagem aos últimos pescadores de “boca aberta”, de forma a contribuir para a preservação desta cultura tradicional: tenciono fazer ouvir a voz dos mestres antes que esta se apague, motivando-os a partilhar a suas perspectivas e experiências de vida, tão diferentes das da nossa geração. Assim, este documentário é também uma aprendizagem através de um processo de partilha que leva a descobrir, a cada instante de convivência com as pessoas desta comunidade, um mundo complexo de relações humanas."
Aguarda-se com asiedade a visualização deste filme onde irão aparecer muitas das nossas "gentes do mar".

Comentários

aguia disse…
Esta imagem faz-me recordar uma notícia que ninguém deu aqui no blog. Trata-se de informar que há mais uma embarcação de muita boa qualidade no nosso porto, desde há cerca de dois meses.
O seu proprietário é o Miguel, filho do José Zaragata.Parabéns e votos de boas pescarias para este novo e jovem empresário
JASRAPOSO disse…
Um artigo muito interessante para aqueles que se interessam pela Religião Católica. É um pouco do que também se passa por estas bandas

Falta qualidade nalgumas homilias, nas leituras e nos cânticos. A crítica é do cardeal-patriarca de Lisboa e o alerta foi feito recentemente aos católicos numa Carta Pastoral que D. José Policarpo enviou às paróquias da sua diocese. Numa altura em que a própria Igreja reconhece uma diminuição de católicos praticantes, o cardeal-patriarca defende a renovação da liturgia.

Segundo contas feitas pelo Expresso, a partir de indicadores fornecidos pelo Patriarcado, Lisboa poderá ter perdido em sete anos cerca de cem mil pessoas. Mas se algumas igrejas não se enchem nas missas de domingo, outras, com a da paróquia do Campo Grande, rebentam pelas costuras. "Aqui, a eucaristia é sempre uma festa e a homilia está sempre ligada à vida real", conta o padre Feytor Pinto.

Para o sacerdote e teólogo Peter Stilwell, que também tem missas cheias na capela do centro comercial das Amoreiras, a quebra de fiéis em Lisboa tem origem, entre outras causas, "numa cidade hostil e desumanizada". Mas o teólogo defende que tem de ser feita "uma reflexão sobre a formação dada nos seminários". Para Anselmo Borges, também ele padre e teólogo, com "a invasão do materialismo, Deus tem cada vez menos lugar". "Há sinais de que o cristianismo se pode tornar minoritário na Europa", avisa.

Segundo Steffen Dix, especialista em Sociologia da Religião e investigador no Instituto de Ciências Sociais, a quebra da prática religiosa não representa uma quebra da religiosidade. O padre Peter Stilwell partilha daquela ideia e realça que as peregrinações a Fátima e a Santiago de Compostela "têm vindo a crescer continuamente".
sono1 disse…
O homem do leme

Olhar atento, sóbrio, matreiro, sabedor, fixo na proa do barco. Com o rasgar da vaga do mar, na mente de quem anda no mar há muitos anos.

Recuperar as vivências destes homens através do testemunho oral, talvez seja uma simbólica homenagem. Os termos linguísticos que utilizam a forma corajosa como vivem a sua actividade tornam este ramo profissional único.

Mas no Porto Formoso felizmente vão surgindo novas embarcações e consequentes homens do leme. Dando a garantia de novas vivências!

Com um forte abraço.
JASRAPOSO disse…
A exposição da Ines Pastor, que está patente no Centro Municipal de Cultura em Ponta Delgada, é também um hino às suas origens.

Dos vários quadros expostos destacam-se três sobre o Porto Formoso - Dois, um grande e um pequeno, com vistas da freguesia e um outro com um antigo Moinho que havia no Vale Formoso e que hoje está em ruínas.

A Inês Pastor já participou em muitas exposições colectivas e individuais, tanto Portugal e no estrangeiro, algumas das quais apoiadas por autarquias.

Como ninguém é profeta na sua terra, a sua exposição nunca chegou ao Porto Formoso.

Fica aqui o desafio àqueles que amam a cultura e aquilo que é genuino e nosso.

Os contactos da pintora são os seguintes:

Telefone 296 381 222
Telemóvel 968 209 061
Email: ines.paspor@hotmail.com
Anónimo disse…
Uma coisa é certa, a casa da mosca aumenta o nível dos seus post e os anónimos mexiriqueiros desaparecem.
Para comentar mesquinhinces esão prontos, mas para comentários sobre cultura não pescam nada.
Por aqui se vê o nível intelectual da população do Porto Formoso.
aguia disse…
É incrivel o que se passa na autarquia da Ribeira Grande aos pedidos de apoio feitos pela Junta de Freguesia do Porto Formoso. A autarquia mostra-se desagradada com a postura frontal desta Junta e dá cobertura aos hipócritas que dão palmidinhas nas costas do presidente e vereadores.
Ninguém consegue entender que as pinturas da D.Inês Pastor ainda não tenham ido ao Porto Formoso. A grande verdade é que o Porto Formoso tem sido oprimido por esta governação autárquica do dr. Ricardo Silva e companhia, em benefício de grupinhos de interesses que só sabem viver à mesa do poder e muito pouco contribuiram para a sua eleição.
O Porto Formoso está indignado com a postura desta Câmara porque não respeita as pessoas que aqui vivem.
Anónimo disse…
Só é pena que não apareça ninguém por parte de outro partido político para poder discutir as eleiçoes com o Dr. Ricardo Silva! Se ele obteve uma grande vitória no porto formoso está na hora de obter uma grande derrota! Não consigo desligar a figura do vereador Rita de algo associado ao corporativismo e "menos claro". Não gosto desta autarquia!!! Se o que o águia diz é verdade é só um exemplo que ajuda a compreender o meu "feeling"!
Anónimo disse…
já pessoas amigas tinham dito mas pensei que era mentira mas afinal é verdade a junta de freguesia tem feito muitas criticas ao actual elenco camarârio pela falta de obras realizadas na nossa freguesia da responsabilidade da camara municipal queremos é pessoas sem papas na lingua para defender o porto formoso penso que neste aspecto a junta é uma mais valia que é composta por pessoas sem qualquer vinculo partidário mais concretamente o seu presidente que muda de partido e ganha sempre com maioria absoluta portanto a junta deve continuar a pressionar a camara municipal em fazer mais pela freguesia de porto formoso.
Anónimo disse…
Mais uma vez o AGUIA marca o ritmo da discussão neste blog. Embora não concordo muitas vezes com a agressividade com que aborda determinados temas, tenho de convir que este blogger é um dos maiores defensores do Porto Formoso.
Força AGUIA. Voa cada vez mais alto para poderes dar continuar a dar as tuas apreciadas bicadas que muito aprecio.
deus2deus disse…
Concordo com o que foi dito deste blogger aguia.
O blogger águia muda de sexo e às vezes diz umas asneiras mas diz umas verdades que ninguém quer ouvir. Força!

Eu defendi o voto no dr. Ricardo Silva nas últimas eleições e podem ir ver nos arquivos da casa da mosca. _Nas proximas eleições vou ser o primeiro a votar contra ele. Foi a maior desilusão para os portoformosenses.

o anónimo que diz que a junta vale por si tem razão! A junta de freguesia e o Emanuel não precisam do Ricardo Silva para nada por isso mesmo mandem-o passear em vez de pedir pedir e a câmara não dar nada para a nossa terra!

adeus

adeus
Anónimo disse…
olá.eu tb votei no dr ricardo silva nas últimas eleições, e na altura pensei k seria um mandatário à altura mas, infelizmente para o porto formoso, não tem conrespondido às expectativas desejadas.mas tb temos k compreender k o concelho é composto por 14 freguesias e k é muito dificel ''comandar''.infelizmente o porto formoso tem ficado sempre no eskecimento.vamos ver se com o documentario k será inserido no festival festa redonda, a nossa freguesia cairá em melhores ''graças'' ao nosso presidente de camara.
bom fim de semana(com muito solinho)
sónia furtado
Anónimo disse…
como é que votaste no dr ricardo silva se na altura das eleições ainda não tinhas idade de votar

quém pagou os 28 milhões que a camara anterior deixou

quém tirou da lista negra o concelho da ribeira grande
aguia disse…
Porque é que a Câmara nada faz no Porto Formoso??
- Por culpa do presidente?
- Por culpa do vereador Rita?
- Por culpa de um bufo do Porto Formoso que anda sempre de roda do vereador Rita
Responda quem souber.
Anónimo disse…
Quem criticou o anterior executivo de não contrair mais empréstimos bancários?
E depois de entrar para a câmara vem com a desculpa das dívidas para camuflar a sua incompetência?
Anónimo disse…
não sei de quém é o anterior comentário mas está muito bem fundamentado, apenas peca por ser anónimo.
aguia disse…
Decorreu há dias a VII semana cultural da Maia, com um programa de fazer inveja a muita gente.
Como não há almoços de graça, gostava de saber quem apoiou financeiramente aquele evento. É que pago os meus impostos e não vi no programa distribuido à comunicação social quem eram as entidades apoiantes.
Anónimo disse…
Gostaria de informar ás pessoas que pr aqui passam, que já se encontra disponivel um novo site sobre o Porto Formoso.
- Porto de Memórias -
Trata-se de um expositor de fotografias antigas que demonstra a história, tradição e evolucão da nossa frequesia.

http://portodememorias.blogspot.com

Visite!!
Anónimo disse…
quem criticou verbalmente o funcionário da junta tenha a coragem necessária de o enfrentar cara-a-cara senão é considerado um grande cobarde. Infelizmente é o que temos com mais fartura é homens que mais parecem bébés de colo com medo das mães e medo de dar a cara.
Oleão disse…
o silencio...

o nome da vila mudou para "porto horroroso"

Mensagens populares deste blogue

Águas Medicinais da Ladeira da Velha

Trilhos pedestres no Porto Formoso, onde?