Festas de N. Sra. da Graça 2012



Mais um ano que se passou e mais um momento alto na vida da nossa freguesia que se está a aproximar - a festa em honra de N. Sra. da Graça.
Serve este post para divulgar o programa das festas e a III Prova de Pesca Desportiva. A evolução que têm o design destes cartazes leva-me a ficar com bastantes expectativas positivas em relação ao que se irá passar na Festa. Os anteriores programas das festas tinham um aspecto velho e ultrapassado, este demonstra um cuidado na sua apresentação que até aqui não tinha existido. Parecem haver ideias novas a surgir. Oxalá!
Destaco a aposta nos artistas da terra e a actuação dos D´Alma na sexta-feira. O Manuel (vocalista dos D´Alma) tem antepassados no Porto Formoso e sei que era um sonho seu, de há muitos anos, actuar no Porto Formoso.
Espero que alguém se lembre de fazer uma barraca com uns petiscos em condições!

Boas festas!

Comentários

luar disse…
Sou o Joaquim Teixeira
Um micaelense de coração e raça
Que durante a vida inteira
Expressar-se-á com a sua maneira
Sem temor de ameaça

Faz precisamente um ano quando me encontrava aqui no Porto Formoso de visita tal como agora que usei este “site” para emitir um tema que tinha por titulo:
“Há sempre uma fuga para eles; leia se quiser então quem eles são”
Ora o meu tema tanto entrou como saiu do “site” ! …
Será que os críticos responsáveis por este “site” preferem aderir aos provedores de fuga, ou então proteger os corruptos a quem de fuga usufruem? ...
Espero que desta vez não venha a acontecer o mesmo visto que este tema tem por título:
“O nosso Porto Formoso, e os seus conterrâneos licenciados”
Permita-me caro leitor mencionar que de uns tantos conterrâneos do nosso Porto Formoso com licenciatura, o Engenheiro Agrónomo José António Pacheco foi o que se destacou em colocar o porto Formoso no patamar internacional, isto porque o produto do chá na mencionada freguesia, nos anos 80, estava morta e sepultada, e quanto a sua ressurreição no ano de 2001 é sem dúvida ao José António que no-lo devemos.
Considero que o facto de milhares de turistas e nem só terem visitado aquelas instalações, as quais fazem parte do tórax da nossa magnifica baia, é ás inspirações deste senhor que os conterrâneos do respetivo local se deveriam sentir gratos e orgulhosos.
O José António com o puro entusiasmo do seu falecido irmão Nuno e apoio do falecido pai e outras entidades, fê-lo acreditar e apostar na sua freguesia, algo que não se propaga com uns tantos conterrâneos licenciados que tem optado sair do Porto Formoso para se integrarem nas cidades e que me parece terem dissipado o afecto nostálgico pelo solo no qual encontram inseridas as suas próprias raízes …
Mas porquê esta integração na cidade e abandono á sua terra? … Será que os conterrâneos do Porto Formoso acreditam que ninguém é profeta na sua própria terra?
Please note:
Na margem norte da estrada nacional da nossa vizinha Gorreana nasceu um Baby Boy. Ele cresceu, obteve a sua licenciatura (médico) e sem nunca ter dissipado o afecto nostálgico que o irradiou durante a sua infância, hoje usufrui a sua residência permanente anexa ao seu consultório a onde aquele gorreanense se destaca não só como medico, mas também como profeta e rei … de aquém e além mar. If you understand what I mean.
E quanto ao conterrâneos do nosso Porto Formoso com licenciatura? …
I bag you pardon Porto Formoso, what could we do to make you brighter?
Eis aqui a resposta:
Necessitamos de conterrâneos com inspirações tal qual as inspirações do José António Pacheco! …
Entretanto seria uma ignorância, uma ingratidão da minha parte, não mencionar aqui o meu apreciado vizinho Artur de Sá que apesar de possuir e gerir as suas instalações empresariais na área de Ponta Delgada, ele continua a marcar a sua presença habitacional na freguesia, na qual se encontram inseridas as suas próprias raízes, e sem esquecer, com características de benevolência á comunidade! …
Por isso com merecida apreciação:
Thank you José António Pacheco
Thank you Artur de Sá
Quero terminar e desejar as boas vindas de inserção no Porto Formoso aos NOSSOS CONTERRANEOS licenciados. Sede bem-vindos á freguesia que vos viu nascer “IF YOU WILL”

O Porto Formoso é um painel vistoso
Quem o contempla assim o diz
És o único designado Formoso
Dos tantos que existem no nosso País


Em frente à tua baia fui nato
Inseridas, lá estão as minhas raízes
Hoje sou um emigrante
Com valor e amor consagrado, em dois países


Baia suprema
A mais bela do mundo para mim és tu
Avéc mom couer tous jour je te ame
With my heart I always love you


Sou o Joaquim Teixeira
Um porto formosense de coração e raça
Que será a vida inteira
Um paroquiano da padroeira
Virgem mãe senhora da Graça
Tânia disse…
Obrigada pelo comentário do design do cartaz da Nossa Senhora da Graça. Tive cuidado a amostrar a nossa padroeira inteira e ter um design mais actual e simples.
Espero que a sua opinião seja igual a outros e que de ano para ano os programas sejam melhores. ;)
aguia disse…

Imagino que este texto do senhor Joaquim Teixeira foi escrito na esplanada do Chá Porto Formoso, estando acompanhado de um bule de chá e dum barril de cerveja como reconhecimento dos elogios feitos ao José António e ao Artur Moniz.
Os meus parabéns ao autor da prosa porque teve a coragem de colocar o seu nome para que ninguém tivesse duvidas daquilo que pretendia dizer e opinar.
Como a mesma frontalidade gostaria de dizer ao senhor Joaquim que não são só os licenciados é que são importantes; as pessoas valem é pela maneira como desempenham os seus cargos e não pelos diplomas que exibem.
Temos muitas pessoas válidas no Porto Formoso e outras que nascidas lá e vivendo noutro local, também se sentem orgulhosos de serem desta freguesia e sabem defendê-la e apoiá-la quando necessário.
Boas festas de Nossa Senhora da Graça para todos
JASRAPOSO disse…
COISAS DO CORISCO….

Então não é que o Presidente Carlos César vai lançar hoje a primeira pedra para a construção de uma creche da Casa do Povo da Maia e não há dinheiro para comprar mobiliário para que a nossa Instituição preste o mínimo serviço que se exige neste século XXI

Alguém consegue explicar isto???
Anónimo disse…
parabêns blogger águia não te conheço mas devo dizer te grande comentario a respeito do sr joaquim concordo plenamente contigo.
O Regedor disse…
A questão que o senhor joaquim Teixeira levanta tem muito que se lhe diga. Acho uma questão mais complexa do que à primeira vista pode parecer.

Por agora, apenas acrescento que a explicação para os quase todos os licenciados não viverem no Porto Formoso não me parece ser a típica desculpa distância a percorrer para para chegar ao emprego.
Contudo, o senhor Joaquim parece apontar ainda outro facto mais relevante: não haver ideias de investimento das pessoas da terra na sua terra.

Em breve, com mais tempo, tentarei explorar essas ideias.

Terminaria, por agora, com dois apontamentos.
O primeiro: sem dúvida precisamos de mais pessoas empreenderas como as referidas acima.
Segundo: no Porto Formoso a crítica e o elogio ainda não são facilmente aceites e os "velhos do restelo" abundam. Isto está a mudar para melhor, mas, por enquanto, ajuda a ficar tudo como está.

Cumprimentos
Anónimo disse…
Ao nosso amigo filho, desta freguesia, Joaquim Teixeira. Primeiro deixo de o agradecer suas trovas, que bem as faz e repudiar os enxertes que ao sério não sei se é em Frances ou em Ingles, visto saberes bem escrever em português. Também me enalteceu a forma como elogeou, os licenciados desta freguesia. Meu caro amigo, no teu tempo que era o meu, licenciados era um ou dois ou pouco mais,os outros a licenciatura que tinha-mos era para investirmos cá na freguesia de inchada na mão por vezes de sol a sol, o que fizeram muitos de nós imigramos para terras de Além mar. Hoje quarenta, por cento dos nossos jovens, fizeram sua licenciatura, a freguesia passou para muitos deles dormitório, as terras que tanto trabalhamos, algumas estão de pastagem e outras de silvado, se dariam serviço a um ou dois licenciados, era o muito, mas foi repartida, pelos os que não tiveram uma licenciatura, os restantes tem de ir onde tem o trabalho ou então viverem do subsidio de inserção social. Quanto à coragem do nosso Portoformosenso, José António Pacheco, sim é de louvar, mas não podemos esquecer, que ele também não trabalha no Porto Formoso, ele sim vem é cá pernoitar, junto da esposa e filhos, ele e a esposa, que orienta, toda a laboração da fabrica do chá. Meu amigo o Porto Formoso hoje e amanhã será sempre terra da saudade, para quem está imigrado ou um dormitório, para os que nela não tem serviço, ou para nela vir acabar os resto dos seus dias, depois de uma vida feita, que é o que muitos fazem e como tu ou não o vais fazer, visto também a tua já tá feita. Com isto um abraço amigo e que passes bem penso, que junto com a família.
Anónimo disse…
boa tarde a todos ouvi dizer que ó torres não faz parte da Exposição de fotografia porto de memorias . bom Algo de muito estranho se esta a passar no porto formoso .
Anónimo disse…
É muito simples sr raposo a maia tem um homem que se chama Jaime Rita isto diz tudo ou quase tudo . isto quer dizer que nos no porto formoso não temos as pessoas certas no lugar certo. adeus amigo raposo
Anónimo disse…
è triste ver a Maia a lançar a 1ª Pedra para mais uma infrastretura, bem digo isso e com mágoa o meu Porto formoso é só no nome que é formoso, nos cometarios acima coloca-se as pessoas nos altares mas eu não vejo ninguem licenciado ou não ou com negocio fora ou dentro da freguesia a fazer nada pela nossa freguesia. A igreja tem uma divida de 150.000 euros que foi para fazer o centro de multiusos mas ninguem que pertença ao governo desde a junta camara ou outra entidade chatear estas gentes para a necessidade de pagar esta divida e equipar este centro para tambem nós termos uma creche, centro de dia , etc que necessitamos pra não sermos o dormitório. com uma creche muitos pais não vao por seus filhos em outras freguesisas.
Bem vou arrematar a Maia sempre foram e são pessoas unidas e de garra o Portosempre perdeu para a Maia, para ser diferente vamos ter que trabalhar muitos
Marta Gouveia
Anónimo disse…
esta nova comissão de festas está cheia de originalidades, tudo bem até concordo, mas ao ponto de no convite enviado para os paroquianos a particitar na festa a torre da igreja estar do lado direito é demais.
Anónimo disse…

Amiga Marta. O Governo Regional, a Câmara e a Junta de Freguesia tudo fizeram para apoiar o Multiusos. Se a situação chegou a este ponto deve-se ao anterior pároco, à sua comissão e ao seu ideólogo. Agora já é tarde para se fazer um protocolo de cooperação uma vez que foi recuperado o edifício da casa do povo
O Regedor disse…
Tarde é o que nunca chega.

Conheço inúmeros casos em que o Governo Regional deu a mão a projetos socias que estavam a ser mal geridos, a partir do momento em que as pessoas à frente desses projetos demonstraram que são capazes, de confiança e desde que a valência social tenha importância para a freguesia.

Portanto, por mais asneiras que tivessem sido feitas no passado, a obra tem pernas para andar, visto que o Porto Formoso precisa de uma creche e de um ATL com muita urgência.

Sinceramente, acho que há qualquer coisa a escpar-me, pois o Governo inaugurou só na semana passada um lar de idosos em R. Peixe e uma creche na Maia. Não entendo a história de não haver dinheiro para a Casa do Povo do Porto Formoso.

Se não há dinheiro é porque o Governo não quer.
Interessante era perceber por que razão o Governo não quer.
Eu tenho as minhas hipóteses.
-----------------------------------

Tenho acompanhado ao longe o trabalho desta nova comissão de festas. Do que vou vendo, muito ao longe (por isso, posso estar errado) parece haver uma tentativa de trazer novas ideias à festa. Vivendo nós um tempo de crise, ter novas ideias é de louvar! Parabéns.

É excelente haver uma exposição de fotografia. Mais um ponto de interesse para a festa! Contudo, não posso deixar de referir que acho muito estranho haver uma exposição de fotografia no Porto Formoso e ficarem de fora algumas das melhores pessoas a fotografar nesta terra. Estranho. Talvez haja uma boa explicação.

Cumprimentos
Anónimo disse…
caro Anónimo . agora a culpa é do pároco e da comissão antiga . há muita gente no porto formoso que não pode ver uma camisa lavada no corpo de outro.quem tem culpa do Multiusos estar como esta são cinco ou seis senhores que há muito estão de costas voltadas a lutar pelo poder no porto formoso. maldita politica .umas santas festas para todos
Anónimo disse…
não posso precisar, mas sei que foram atribuidos mais de cem mil euros para as obras. e esta...
Anónimo disse…
o anonimo das 13:29 queria dizer o antigo paroco
Anónimo disse…

AJUNTAR AO UM MILHAO QUE TÁ LÁ FAZ UM MILHAO E CEM MIL
Anónimo disse…
Meu caro amigo Regedor, estou plenamente de acordo contigo, quanto à exposição de fotografias, não sei a regra do concurso, nem a forma de apoio. Sabe isso de bons fotografos não tenho duvidas, que os há e com muita garrra de fazer sempre melhor, mas uma coisa estou certo não é brincadeira nenhuma, investir no papel, sai caro e depois vemos o nosso trabalho ser votado por um Júri que nem de longe é profissional. Eu chamo a isso uma (garreada de fotos)que depois são muito bonitas ou com muita graça, ou são do amigo e tem valor! deviam ser sem o nome de seu autor e ter um júri competente para evento. Assim eu concorria......
Anónimo disse…
boa noite é muito triste as pessoas tarem uma memoria tão curta, já ouve outras comissões que foram inovadoras desde trazerem conjuntos musicais inovar o bazar o retirar as colunas dos mastros o fazer a barraca para a festa a semana cultural onde o lucro reteve a favor da festa esta comissão é muito trabalhadora muito mais do que a cessante mas não menosprezem as pessoas que foram pioneiras em muitas coisas e que dedicaram muitos anos das suas vidas,que também alguns anos atrás quando entraram para a comissão a igreja devia muito dinheiro e tudo foi pago com muito trabalho, esta comissão está a fazer coisas que já foram feitas no passado coisas que a cessante não o soube fazer por orgulho e politico desejo do fundo do meu coração que esta comissão consiga pagar a nossa divida, sei que é muito complicado porque herdaram uma divida muito grande ainda por cima nos dias de hoje um bem haja a todos e umas boas festas
O Regedor disse…
Volto a dizer:

no Porto Formoso lida-se muito mal com os elogios e com a crítica.

Se elogiamos qualquer coisa, quem não foi elogiado sente-se ofendido. Se criticamos qualquer coisa, quem foi criticado raramente aceita a crítica e fica de mau-humor.

Quando isto for ultrapassado, a freguesia dará um grande passo em frente. Levará anos até que tal aconteça.
O Regedor disse…
Alguém me pode ajudar porque não percebi a exposição de fotografias:

é uma exposição de fotografias antigas ou é um exposição de fotografias novas?

Pelo título da exposição parece ser de fotografias antiga.

Cumprimentos
Anónimo disse…
são fotos antigas
Anónimo disse…
Esta exposição de fotografia ainda vai dar muito que falar.penso que todos nós temos o direito de saber quais foram os critérios.se é que ouve critérios ? pelos vistos foi só para os amigos
Anónimo disse…
Alguém me pode dizer porque razão o Luis furtado não faz parte desta exposição ?Aqui há qualquer coisa que não bate certo.certo?
Anónimo disse…
"Um mal escritor pode chegar a ser um bom crítico, pela mesma razão que um péssimo vinho pode chegar a ser um bom vinagre."
Anónimo disse…
estranho muito estranho é a comissão de festas estar de boca calada .ou será que tem o rabo preso? ou são fracos de memoria?
O Regedor disse…
Qunato a fotos antigas, julgo que o maior espólio fotográfico antigo sobre o Porto Formoso está na posse da família do senhor Remígio da Maia. O segundo será o que está na posse do Luís Furtado.

Cumprimentos
Anónimo disse…
bom dia sr regedor mas este espólio fotografico que o luis furtado tem não conta para nada para a comissão de festa .
Anónimo disse…
foi um erro muito grave deixar o luis torres de fora desta Exposição porque quem perde com isto são todas as pessoas da nossa terra .
Anónimo disse…
vamos todos ver a exposição e vamor ver....vai ser uma boa exposição e para o ano vão fazer melhor com mais fotografos da freguesia. Temos o Luís Torres e outros que gostam de tirar fotos como o Regedor e o João Buzio o Sérgio Monte e outros com valor para se fazer uma exposição com gente da terra.
Para o ano a Comissão de festas vai emendar este erro deste ano. Bem hajam e boas festas a todos.
Anónimo disse…
Quem aqui chega e lê com interesse todos os 30 comentários fica espantado com o rumo que os mesmos levam...
Quando surge um programa muito interessante, criativo e barato começam logo as críticas. Não me admirava nada se o Luís Torres não estiver nada preocupado ou até se na dita exposição surgirem fotos dele.

Este blog é seguido por tanta gente que provavelmente fica com uma ideia dos portoformosenses que não é boa.

Deixem de ser mesquinhos! De falar por ter e não ter!

A liberdade de opinião é muito salutar, mas que tenha algum fundamento, raciocínio crítico e contributo.

Boas festas para todos!
Anónimo disse…
caros amigos o problema não é o furtado ficar fora da Exposição . mas sim a maneira como foi tratado por esta Comissão de festas
Anónimo disse…
caro amigo Regedor tens toda a razão quando dizes que nossa freguesia não anda para a frente com as criticas que se fazem ,só querem que diga bem deles.deixem esta comissão fazer o seu trabalho e não misturam a politica com a igreja porque assim desta forma não se consegue nada o que os outros fizerem ou deixaram de fazer não importa já é passado eu também já estivo vários anos na comissão da igreja e não me estou apor nas pontas dos pés muitas destas pessoas que criticam gozem as festas numa boa passa que quem está na comissão não goza passa pouco tempo com a família, sobre a exposição de fotografia até podia ser uma pessoa de fora da terra não tem que ser Luís torres então por esta ordem de ideias só ele é que pode fazer exposições é lo jb.
Anónimo disse…
Pouco importa o julgamento dos outros.Os seres são tão contraditórios que é impossivel atender às suas demandas, satisfazê-los. Tenha em mente simplesmente ser autêntico e verdadeiro...
Anónimo disse…
Não quero acredidar que o Luis Torres não esteja inserido, uma pessoa que tanto tem feito para levar o Porto Formoso a nivel local e regional para divulgar a nossa paisagem para os nossos emigrantes.
Anónimo disse…
pelo o que ouvi dizer há duas pessoas na Comissão de festas que estão de costas viradas com o torres e foi este o motivo que fez o Luis ficar de fora da Exposição de fotografia .quem não sabe separar as aguas o melhor é ficar em casa . boas festas para todos
deus2deus disse…
Vim a saber da razão da polémica da exposição.Um ou dois elementos da comissão têm uma relação mais complicada com o L. Furtado por isso o excluiram dessa exposição. Deviam perceber que trabalho é trabalho e festa é festa e não misturar relações pessoais com exposições e trabalho.
Quem não sabe sabe separar as águas o melhor é meter-se em casa.

Jabf disse…
A evolução ou não da Freguesia do Porto Formoso não depende exclusivamente de quem é licenciado ou mestrado! Ser licenciado não é sinónimo de emigrante. O que leva um porto formosense emigrar não é a sua licenciatura, muito menos a vontade de estar longe da sua terra, mas sim o mesmo que uma pessoa qualquer sem licenciatura, que faz da vida uma procura, que faz dessa procura o encontro com o sucesso profissional. O Senhor Joaquim faz alusão somente a pessoas que conseguiram o que têm num contexto sócio-económico completamente desenquadrado com o atual. Nessa altura não eram gordas somente as pessoas as vacas também! E quando o dinheiro abunda até uma licenciatura torna-se num mero registo académico.
O Porto Formoso para fazer eco no mundo só precisa de seriedade, honestidade e competência...e isto não é licenciado nas Universidades. Tem-se ou não se tem, seja no Porto Formoso ou numa esquina qualquer deste planeta. Abraço
Anónimo disse…
Jabf

A evolução ou não do Porto Formoso não pertence em exclusive aos licenciados, depende também dos que não o são. Ser emigrante não é sinónimo de licenciatura. Muitos dos licenciados não saíram da sua freguesia com vontade de estar longe dela.A vida tornou-se numa procura, procura esta que culmina no encontro como sucesso profissional. A alusão que o senhor Joaquim Teixeira faz no seu comentário reveste-se de uma falta de sintonia com a realidade atual. Na altura destes senhores e de outros mais, não eram apenas as pessoas que eram gordas, as vacas também, e quando o dinheiro abunda, uma licenciatura por vezes não passa de um mero registo académico. Situação esta que hoje em dia desenquadra-se do nosso contexto politico, sócio- económico.
Só um pequeno reparo, essa "magnifica" baía que fica abaixo do "torax", foi decapitada na sua beleza natural por causa da inspiração de licenciados.
O Porto Formoso é de todos incluindo os licenciados emigrados e os emigrantes que sem qualquer licenciatura foram à busca das dólares. Um abraço.

Jabf
Anónimo disse…
Tanta coisa, tanto barulho sobre a exposição,quem tá ou não de fora. Credo!! É Deus na céu e o Luis Torres na terra!
Anónimo disse…
Não é por ser o Torres. Há que dar valor ao que a gente da terra faz pela sua terra e o Torres tem divulgado o Porto Formoso por tudo quanto é lado como nunca ninguem tinha feito. Folclore, procissões, festas, teatros, obras, inaugurações, praia e a festa de Nosso Senhora da Graça todos os anos passava na televisão. A memória é curta.
O Regedor disse…
Penso que o sr. Joaquim é de um tempo em que ser licenciado queria dizer que se sabia muito bom em algo e que se era uma pessoa culta e inteligente.
Concordo que se essas pessoas estivessem no Porto Formoso poderiam trazer mais valia para a sua terra com ideias, projectos, etc.

No entanto, sr. Joaquim, hoje as coisas não são assim tão simples.
Hoje em dia qualquer burro ignorante tira uma licenciatura ou chega a ministro de Portugal.
No Porto Formoso já temos disso. Acredite sr. Joaquim: gente com uma licenciatura que não sabe escrever, não sabe organizar um pensamento com princípio meio e fim, que nunca leu um livro a não ser a revista Maria.
Claro que a culpa disto tudo é dos nossos governante ou nossa porque votamos neles e não dos licenciados-burros que foram apenas atrás daquilo que diziam para eles fazerem.

Assim, concordo como meu amigo JABF, a verdadeira mais-valia tem a ver com a qulidade das pessoas. Quer sejam emigrantes, doutorados, licenciados, agricultores ou pescadores, o que interressa é que tenham visão, inteligência e bom coração!

Tenho dito
O Regedor disse…
Desculpem os erros e a falta de vírgulas, pois o texto foi escrito à velocidade do pensamento.

Aproveito para desejar boas festas a todos!
O Regedor disse…
1. Segundo fui informado a Comissão de Festas não é a responsável pela organização da Exposição Porto de Memórias.

A organização desta exposição é particular.

2. Este ano as pessoas poderão estranhar não existir policiamento a bloquear o trânsito em frente à igreja durante a noite. Este facto representa uma poupança de 2mil euros em gastos com a Polícia de Segurança Pública. Bem poupado.

Boas festas
Anónimo disse…
caro sr regedor deve se informar melhor para não cair em erro . a comissão de festas é sim responsável pela organização da Exposição porto de Memórias .Boas festa .
Anónimo disse…
Pura mentira a PSP leva por cada elemento 35 euros,(gratificado) normalmente é necessario dois elementos em cada dia, a partir daqui cada um tire as suas conclusões.
Anónimo disse…
pois foi muito mal informado sr regedor .não se pode corrigir um erro com outro erro nem se pode tapar o sol com uma peneira . Adeus
Anónimo disse…
Sr regedor tenha mais cuidado em lançar comentários falsos pois os mesmos podem tirar o valor da casadamosca. (fique bem claro o quero dizer temos como pessoa de bem o Sr regedor portanto tudo o que é escrito por si entendemos que é verdadeiro mas não tem sido ultimamente para terminar peço antes poucos comentarios mas bons).
Anónimo disse…
boas festas para todos

Anónimo disse…
não ouve lugar para o furtado na Exposição porto de memorias mas ouve espaço para colocar fotos dele lá que vergonha .
Anónimo disse…
Boa noite . alguem me pode dizer por anda o sr presidente da junta ?
Anónimo disse…
bom dia .estive domimgo a ver a Exposição porto de memorias e viu algo que me chmou muito atenção vui duas fotos do furtado em destaque . todos nós sabemos que o homem foi colocado de parte pela comissão de festas .agora dá para ver que ouve maldade . ou andam a gozar com o torres . isto não se faz. meus senhores tenham vergonha na CARA.
Convidava os leitores desta casa a lerem:
http://acabarcommeiasverdades.blogspot.pt/2012/09/o-caminho-da-errancia.html
Um bem haja a todos.
Anónimo disse…
hoje terça feira da festa 22h30 chove muito e muita trovoada.
aguia disse…
Niguém via o Presidente da Junta durante as festas e ninguém sabe do seu paradeiro. Deve ter entrado em algum retiro esperitual porque nem sequer o telemóvel atente
Anónimo disse…
Senhor luis Torres amigo o povo está contigo, tenho ouvido de toda a parte que a comissão fez uma grande asneira só resta pedir desculpa a ti.
Graça Botelho disse…
Boa tarde,

Tenho seguido alguns dos comentários deste blog. Apesar de actualmente não viver de forma permanente na Freguesia do Porto Formoso, venho manifestar o meu descontentamento, pois os comentários sobre a Festa do Porto Formoso, são um tanto risíveis:
- Comissão de festas nova e antiga:
Acho deplorável criticar (de forma medíocre) ou comparar as acções de ambas.
"...esta comissão está a fazer coisas que já foram feitas no passado...", o sucesso por vezes faz-se com ideias do passado, moldando-as com a finalidade de obter melhores resultados.
Ambas foram e são constituídas por pessoas que praticamente não gozaram a festa, porque estiveram a dar o seu melhor, para satisfazer as pessoas da comunidade, sem qualquer tipo de pagamento.
Tanto a antiga comissão como a nova, no inicio para a maior parte dos membros é novidade gerir e organizar uma festa. O segundo ano é sempre melhor.
- Exposição de fotografias:
Pelo meu português no programa dizia claramente: "Exposição fotográfica - Porto de memórias" e não "Concurso de fotografias", para referirem esse termo nos comentários.
Acho que qualquer pessoa pode organizar uma exposição com fotografias suas e de amigos. Se existiu alguma ilegalidade, acho que a pessoa prejudicada, deveria falar com o responsável da organização da exposição.
Pergunto-me porque razão é tão ofensivo não terem incluído fotografias do Sr. que estão a referir nos comentários?! Ele dá a conhecer a freguesia?! E o dinheiro que faz nas filmagens das festas? Festas estas que são organizadas com o contributo de pessoas, sem quaisquer fins lucrativos, a não ser angariar fundos para a freguesia ( comissão nova, antiga, pessoas em geral).
"... Se elogiamos qualquer coisa, quem não foi elogiado sente-se ofendido... ", O problema é a maneira como se critica, fica muito mal criticas medíocres...ainda não ouvi ninguém a fazer comentários com críticas (construtivas) do tipo : " deviam fazer assim...era boa ideia...vamos nos juntar..."
..."caros amigos o problema não é o furtado ficar fora da Exposição . mas sim a maneira como foi tratado por esta Comissão de festas..." Que tipo de pessoa deixa um comentário destes, parece que estamos na escola primária. Já ninguém pode fazer uma exposição?! Outras pessoas não podem dar a conhecer o seu trabalho?
..."Um ou dois elementos da comissão têm uma relação mais complicada com o L. Furtado..."Acho que uma comissão é composta por um grupo de pessoas, e que se o Sr. L Furtado, quisesse fazer uma exposição com o seu trabalho, acho que não era um único membro da comissão, que iria decidir.


- Presidente da junta de freguesia do Porto Formoso
De todos os comentários que li, surge um sobre o presidente...sim deviam criticar o fato deste Sr. não ter representado a freguesia na presunção (mas sim outros senhores, que nem sei o nome), ou dar algum parecer, durante as festas.
O quanto as pessoas são regateias a ponto de criticar, pessoas que querem dar a conhecer o seu trabalho e a um representante da freguesia, apenas dizem " alguém viu o presidente...".

Finalizo com algo que reside em geral, há muito na comunidade da freguesia do Porto Formoso e em muitos sítios:
"...Mandar fazer é fácil, Criticar ainda mais fácil é...mas poucos se lembram de dar ideias, arranjar soluções e apresenta-las aos membros da comissão...um bom português, quer sempre que os outros trabalhem por ele..."
Felicito tanto a comissão antiga, como a nova pelo esforço e dedicação na gestão e organização das festas e às pessoas, como as que organizaram a peça de teatro, que pelo menos divertiram as pessoas e ajudarem em termos de € para a nossa igreja/ freguesia.
luar disse…
Será que as águias voam?
Vou colocar à prova uma que temos neste site.
Queria então dar o conhecimento ao águia, nome que não reconheço (pseudónimo neste caso), o seguinte:
Venho todos os anos de Montreal a S. Miguel, mais precisamente ao Porto Formoso, e tenho ido com muito orgulho ás instalações do Chá Porto Formoso beber uma ou mais chávenas de chá com a família e amigos e logo que bebo pago de imediato o custo á empregada, por quem tenho sido bem servido ou atendido, e por coincidência o meu caro primo José António lá não tem estado.
Sempre que venho á minha terra, faço um convite ao meu vizinho Artur de Sá para tomar uma Budwisier daquelas que trago do Canada, e por coincidência a Budwisier que tenho para oferecer ao Sr. Artur de Sá está ainda no frigorifico, isto porque os ligeiros e RAROS encontro que temos tido não tem sido apropriados para tomar-mos sequer uma cerveja! Disciplina is the name of the game…
Para dar conhecimento ao Águia “pseudónimo” que o texto que escrevi não foi na esplanada do José António, mas sim na explanada do Joaquim Teixeira.
Portanto a fraca imaginação que tiveste a meu respeito, não corresponde ao meu raciocínio nem á minha sensibilidade! Percebes oh RAPAZIMHO?
Quanto á analogia que fizeste ao meu teste, é ridícula e insensata. What the hell is going on with you BIRD? …
E para terminar esta, e esta vez por todas, se és águia, as águias tem asas, quem tem asas voa, então deverias proceder á descolagem da tua pista e fazer uma aterragem na minha, aqui na rua do Jardim, ao redor desta trincheira, para falares com o Joaquim Teixeira.

Good bye my friend águia
O pseudónimo que neste site critica
Podes bem crer que a tua águia
Não é a águia do benfica
luar disse…
Recuperar o perdido para mim faz todo o sentido.
Foi em 1948 data em que o senhor José Martins Alves, ou seja um açoriano vindo da ilha Terceira, exerceu o cargo de cabo de mar no porto de pescas do Porto Formoso, tendo exercido também a função de Presidente da Junta de Freguesia, este senhor foi o responsável pela desmoita e plantação de hortências na encosta da nossa baia.
Este Presidente teve a excelente ideia de plantar hortências, tal como hoje ainda se vê em toda a encosta, e no peito da mesma se plantasse hortências, estas com o formato dos números 1948 para identificar e certificar a Era da desmoita e plantação das suas hortências.
Ora as hortências cresceram com muita beleza tal como hoje ainda, mas o que mais se destacava no peito da encosta era aqueles números repletos de novelões azuis e brancos .
Devido a algumas derrocadas aquela ornamentação costeira foi destruída, e desde então a sua recuperação, quase que poderia dizer, não esquecida, mas talvez ignorada!
Tenho 72 anos de idade, não duvido de que esteja a viver a ultima década de vida que tenho pra viver, resido 9 meses por ano em Montreal, Canada, e 3 meses em S. Miguel, mais precisamente no Porto Formoso, está assim planeado, e queria aqui assinalar que a minha intenção não é insultar a inteligência de quem quer que seja não quero usar este site para atear fogo um contra o outro sem nunca alvejar e atingir o alvo que deveria ser alvejado e atingido.
O que está aqui em causa é sugerir á junta de freguesia e seus respetivos opositores para recuperar-mos aquilo que está Perdido. Ponto final!

A nossa encosta é um painel vistoso
Diz a gente que por ela passa
Ela é o farol do Porto Formoso
O andor da Senhora da Graça


Joaquim Teixeira
expulso disse…
Boa noite depois de ver tantos comentários decidi por um pouco de água na fervura , e quebrar alguns comentários mais arrogantes e aqui dizer a todos os que participarem nas festas de nossa srª da Graça que estão todos de parabéns desde os que participaram no teatro , nos eventos musicais , ao nosso grupo fóclore em especial , a todos os da comissão , aos que ajudarem de uma maneira ou de outra na festa ... enfim a toda a população em geral que trabalhou e se esforçou para que as coisas corressem da melhor maneira possivel , aos que se sentirem de parte paciência Jesus tambem foi colocado de parte e não contentou todos enfim ... aqui se falou tanto do Luis Torres que tambem eu tenho uma enorme admiração mas tambem não o vi a tirar fotos ou a filmar seja o que fosse da festa ??!?!? está tambem mal com Nossa Senhora ? Vamos lá parar com isso e Viva o Porto Formoso . Bem haja a todos !
Anónimo disse…
Tive conhecimento por pessoas chegadas a ele (Presidente)que esteve em viagem de serviço para a Inglaterra, no entanto foi representado por (6) seis pessoas da Junta e Assembleia, o Governo representado por uma Senhora e a Câmara Municipal por um Senhor.

Bem apesar de gostarem muito dele(reeleito quatro anos consecutivos)mas não pode estar em todas.
Anónimo disse…
Pedia à senhora dona Graça Botelho que me diga o seguinte:

Qual o nome que se da a uma pessoa que faz uma exposição de fotografia e mete lá fotos tiradas por outras pessoas sem os autores saberem, sem autorização, sem nada?

Foi o que se passou nestas festas e tenho provas do que digo.
Anónimo disse…
CARO ANONIMO DAS 16:18 JÁ ENJOAS COM ESTAS FOTOS PARA RESOLVERES O TEU PROBLEMA VAI TER COM A COMISSÃO DE FESTAS E RESOLVE O TEU PROBLEMA,NÃO ACHAS UMA BOA IDEIA?
Anónimo disse…
Eu tenho uma dúvida. Na procissão vi a directora das comunidades a representar o governo, um vereador a representar a câmara municipal e o presidente da assembleia a representar a assembleia de freguesia e não vi o presidente da junta a representar a mesma na primeira fila.
Na segunda fila vi o secretário da junta e o tesoureiro e vi dois membros da assembleia. estes dois membros da assembleia eram do PS.
A minha pergunta é essa: Porque é que os membros da assembleia do PSD nunca vão na procissão no sítio reservado às entidades?
aguia disse…
Caro senhor Joaquim. Estava ansiosa para ver a sua resposta às considerações que fiz ao seu texto.
Fiquei deveras desanimada, pois esperava outro tipo de reacção pelo que lhe aconselho a ter mais espirito de humor e não ficasse chateado com as minhas palavras. Aceite um conselho desta AGUIA - Sorria que o riso faz bem à saúde.
Continue a beber o chá do Porto Formoso e umas canecas da Melo Abreu, pagando ou não a conta
exorcista disse…
Boa noite quero tambem perguntar a si anónimo das 16:18 , se o Srº Luís Torres não recebeu por estas mesmas fotos e caso não tenha assim acontecido pergunte a ele se perguntou ás pessoas que aparecem nestas mesmas fotos se o pediram para ser fótogafadas , enfim quem se devia estar a preocupar ou a criticar são as pessoas expostas a publico por meio dessas fotos e não tú nem o srº LUIS !!!
Graça Botelho disse…
Bom dia, Sr. Anónimo
Tema: direito autoral (cessão total de direitos - contratos entre cliente/comprador).
Na minha observação anterior eu apenas comentei o fato de falarem em concurso de fotografia (o que no programa dizia "Exposição")e na questão de não terem falado com o Srº L Furtado para participar e não no fato de terem utilizado fotos dele. Quem analisa afundo todos os comentários, é claramente perceptível aspectos do foro pessoal e não profissional (pois a maior parte dos comentários referem-se ..." Torres tem divulgado o Porto Formoso por tudo quanto é lado como nunca ninguém tinha feito", ..." Não quero acreditar que o Luís Torres não esteja inserido", ..." caros amigos o problema não é o furtado ficar fora da Exposição . mas sim a maneira como foi tratado por esta Comissão de festas..."). Aliais eu friso no meu comentário "...Se existiu alguma ilegalidade, acho que a pessoa prejudicada, deveria falar com o responsável da organização da exposição...".
Agora à sua questão:
Os direitos de autor têm que ser especificados, durante a compra/encomenda/oferta de qualquer obra fotográfica. Pois eu como compradora, posso adquirir uma fotografia incluindo os direitos de actor (cessão total de direitos - contratos entre cliente/comprador. Existe também clausulas na lei para o caso de não ter sido especificado ou não ter havido contrato.
Algumas informações:
"O artigo 18 da Lei dos Direitos Autorais exime a obrigação de registo da obra. No caso específico do fotógrafo publicitário, a autoria de uma foto pode ser comprovada de muitas maneiras: o orçamento que gerou a foto, o pedido da agência ou cliente, a nota fiscal, as sobras de cromos ou negativos, enfim, tudo o que ligue a foto ao solicitante e/ou ao fotógrafo.
O direito de exploração da obra precisa sempre de autorização formal, a qualquer tempo.
A comercialização de um trabalho intelectual dá origem a uma concessão de direitos autorais, por tempo e veículo determinados.
É possível se fazer uma cessão patrimonial de direitos, mas, para isso, a Lei exige um contrato específico. Se o contrato não estipular, a Lei limita o prazo em 5 anos, no máximo.
A Lei também restringe somente uma , caso o contrato não especifique as modalidades de utilização. O prazo de protecção aos direitos patrimoniais sobre obras fotográficas é de setenta anos, a contar de 1º de Janeiro do ano subsequente ao de sua divulgação. Para haver cessão total de direitos,é necessário um contrato especial, com todos os detalhes possíveis, inclusive prazo.
Direitos Autorais Morais:
a) o de reivindicar a autoria da obra
b) o de exigir que seu nome ou sinal identificador esteja presente - “crédito autoral”.
c) O de opor-se a alterações por terceiros na sua obra ;
d) O de retirar a obra de circulação.
Direitos Autorais Patrimoniais:
a) o de usar e dispor da obra como lhe aprouver, inclusive conceder sua utilização por terceiros;
b) o de ceder seus direitos autorais patrimoniais sobre a obra, até de forma
definitiva.
3 - A lei autoral estabelece que todos os negócios que envolvam direitos autorais, devem ser interpretados restritivamente. Isso quer dizer que se no contrato foi concedida a utilização para determinada finalidade, não há como se interpretar tal autorização de forma ampliativa.
Limitações ao Direito do Autor na Fotografia:
O titular da obra fotográfica não pode impedir a sua utilização por terceiros quando:
a) Forem de retratos ou outra forma de representação da imagem, feitos sob encomenda, quando realizada pelo proprietário do objecto
encomendado, não havendo oposição da pessoa neles representada ou
de seus herdeiros (discutível);
b) Forem servir como prova judiciária;
c) Em quaisquer obra, sempre que a reprodução em si não seja o objectivo principal da obra nova e que não prejudique a exploração normal da obra reproduzida, nem cause um prejuízo injustificado aos legítimos interesses do autor."
Graça Botelho disse…
Bom dia, Sr. Anónimo
Tema: direito autoral (cessão total de direitos - contratos entre cliente/comprador).
Na minha observação anterior eu apenas comentei o fato de falarem em concurso de fotografia (o que no programa dizia "Exposição")e na questão de não terem falado com o Srº L Furtado para participar e não no fato de terem utilizado fotos dele. Quem analisa afundo todos os comentários, é claramente perceptível aspectos do foro pessoal e não profissional (pois a maior parte dos comentários referem-se ..." Torres tem divulgado o Porto Formoso por tudo quanto é lado como nunca ninguém tinha feito", ..." Não quero acreditar que o Luís Torres não esteja inserido", ..." caros amigos o problema não é o furtado ficar fora da Exposição . mas sim a maneira como foi tratado por esta Comissão de festas..."). Aliais eu friso no meu comentário "...Se existiu alguma ilegalidade, acho que a pessoa prejudicada, deveria falar com o responsável da organização da exposição...".
Agora à sua questão:
Os direitos de autor têm que ser especificados, durante a compra/encomenda/oferta de qualquer obra fotográfica. Pois eu como compradora, posso adquirir uma fotografia incluindo os direitos de actor (cessão total de direitos - contratos entre cliente/comprador. Existe também clausulas na lei para o caso de não ter sido especificado ou não ter havido contrato.
Algumas informações:
"O artigo 18 da Lei dos Direitos Autorais exime a obrigação de registo da obra. No caso específico do fotógrafo publicitário, a autoria de uma foto pode ser comprovada de muitas maneiras: o orçamento que gerou a foto, o pedido da agência ou cliente, a nota fiscal, as sobras de cromos ou negativos, enfim, tudo o que ligue a foto ao solicitante e/ou ao fotógrafo.
O direito de exploração da obra precisa sempre de autorização formal, a qualquer tempo.
A comercialização de um trabalho intelectual dá origem a uma concessão de direitos autorais, por tempo e veículo determinados.
É possível se fazer uma cessão patrimonial de direitos, mas, para isso, a Lei exige um contrato específico. Se o contrato não estipular, a Lei limita o prazo em 5 anos, no máximo.
A Lei também restringe somente uma , caso o contrato não especifique as modalidades de utilização. O prazo de protecção aos direitos patrimoniais sobre obras fotográficas é de setenta anos, a contar de 1º de Janeiro do ano subsequente ao de sua divulgação. Para haver cessão total de direitos,é necessário um contrato especial, com todos os detalhes possíveis, inclusive prazo.
Direitos Autorais Morais:
a) o de reivindicar a autoria da obra
b) o de exigir que seu nome ou sinal identificador esteja presente - “crédito autoral”.
c) O de opor-se a alterações por terceiros na sua obra ;
d) O de retirar a obra de circulação.
Direitos Autorais Patrimoniais:
a) o de usar e dispor da obra como lhe aprouver, inclusive conceder sua utilização por terceiros;
b) o de ceder seus direitos autorais patrimoniais sobre a obra, até de forma
definitiva.
3 - A lei autoral estabelece que todos os negócios que envolvam direitos autorais, devem ser interpretados restritivamente. Isso quer dizer que se no contrato foi concedida a utilização para determinada finalidade, não há como se interpretar tal autorização de forma ampliativa.
Limitações ao Direito do Autor na Fotografia:
O titular da obra fotográfica não pode impedir a sua utilização por terceiros quando:
a) Forem de retratos ou outra forma de representação da imagem, feitos sob encomenda, quando realizada pelo proprietário do objecto
encomendado, não havendo oposição da pessoa neles representada ou
de seus herdeiros (discutível);
b) Forem servir como prova judiciária;
c) Em quaisquer obra, sempre que a reprodução em si não seja o objectivo principal da obra nova e que não prejudique a exploração normal da obra reproduzida, nem cause um prejuízo injustificado aos legítimos interesses do autor.."
JASRAPOSO disse…
COISAS DO CORISCO…

1 – Desceu o pano e com ele o encerramento das festas em honra de Nossa Senhora da Graça.

Nota positiva para o cumprimento do programa, assim como para os muitos emigrantes que nos visitaram nesta época estival.

Palavras elogiosas vão também para o grupo de teatro, a que se junta o timing da apresentação da peça.

Azar para o dia da arrematação do gado – Chuva e vento

Não compreendi a polémica com a exposição fotográfica.

2 – Motivo de grande preocupação com os resultados económicos da festa face aos encargos da Igreja.

3 – Pelo que me lembro foi a primeira vez que vi quatro filarmónicas na nossa procissão.

As últimas pessoas iam a sair da Igreja e o guião já estava a chegar à Rua Nova, no
Coucinho.

4 – Incompreensível a razão porque não se incorporaram na procissão todos os elementos da Assembleia de Freguesia, assim como um representante da Câmara Municipal da Ribeira Grande.

5 – Tristeza por não haver peros da freguesia à venda

6 – Continua por resolver o problema do estacionamento no dia de festa. Quanto à PSP, foi pouca e não se deu pela sua falta, o que é bom sinal.

7 – Até ao mês de Agosto as vendas de cimento decresceram 41 % relativamente ao ano passado e as viaturas novas 46%.

8 – Polémica saudável e divertida a que girou à volta do artigo do Joaquim Teixeira.
joão pintoi disse…
boa noite senhora graça botelho. a sr faz parte da comissão de festas? ou é amiga de algum deles.? sabe a sr fala muito bem mesmo muito bem . mas não diz nada . mais a sr não seja como os cegos
Anónimo disse…
A senhora disse muitas palavras que querem dizer uma coisa simples que podia ser dita com cinco letras o uso de fotos sem autorização é ILEGAL
Anónimo disse…
Que terra é esta!
Qual é a vertente deste Blog?
O Ar é de toda a Gente,vocês deviam viver aqui em Ponta Delgada certamente não entravam por estes atalhos,Santa Paciência.
Venho aqui ver fotos das festas da minha freguesia e deparo-me com enredos de uma exposição que nem é digna deste nome.Mudem as vossas mentes ou o betão vai vos bloquear os poucos neurões ainda existentes.
Gostei das festas,
Parabéns aos novos menbros,
Cpmts
Filipe Gaipo
Anónimo disse…
Boa tarde
Em relação ao sr Presidente da Junta de Freguesia do Porto Formoso:
1- É o melhor Presidente de Junta de Freguesia que o Porto Formoso já teve.
2- Quanto mais é criticado, maior é a prova de que o trabalho desenvolvido pelo Porto Formoso é inquestionável.
3- Lembro-me prefeitamente dos anteriores presidentes de junta : José António Gonçalves, José Raposo, José Augusto, José Eduardo, João Manuel Furtado, todos eles comparados com o atual Presidente, Emanuel Janeiro Faria, não passam de meros aprendizes.

Cumprimentos,
aguia disse…
LATIM, Língua maravilhosa!

O vocábulo "maestro" vem do latim "magister" e este, por sua vez, do advérbio "magis" que significa "mais" ou "mais que".
Na antiga Roma o "magister" era o que estava acima dos restantes, pelos seus conhecimentos e habilitações!
Por exemplo um "Magister equitum" era um Chefe de cavalaria, e um "Magister Militum" era um Chefe Militar.
Já o vocábulo "ministro" vem do latim"minister" e este, por sua vez, do advérbio "minus" que significa "menos" ou "menos que".
Na antiga Roma o "minister" era o servente ou o subordinado que apenas tinha habilidades ou era jeitoso....

*COMO SE VÊ, O LATIM EXPLICA A RAZÃO POR QUE QUALQUER IMBECIL PODE SER MINISTRO ... MAS NÃO UM MAESTRO !
JASRAPOSO disse…
COISAS DO CORISCO…

1 - Então não é que a festa de Nossa Senhora da Graça teve lugar a 9 deste mês e as floreiras colocadas nas escadas do adro ainda lá estão. Tratando-se de ornamentos de madeira e com a chuva que tem caído, é fácil perceber o estado em que se encontram.

2 – Com as promessas feitas pelos nossos candidatos é caso para dizer que somos a Região mais rica do mundo. Estamos a provocar inveja aos alemães e franceses com a grande capacidade de ofertas dos nossos políticos.

3 – Entrou o Outono e com ele o mau tempo e a descida da temperatura. O Porto Formoso, de freguesia cheia de pessoal passou quase a um deserto. Encontram-se poucas pessoas pelas ruas.

4 – Alguém é capaz de explicar quando é a inauguração da Casa do Povo? Tudo levava a acreditar que fosse antes das eleições, mas parece que o dinheiro para a aquisição do mobiliário tarda em aparecer.
olho vivo disse…
caro anonimo . voçe é do porto formoso ? bom eu acho que não .eu tinha vergonha de falar do presidente da junta do porto formoso .
OLHO VIVO disse…
sr raposo a comisão de festas esta de ferias . so no proximo fim de semana a que há pessoal com tempo para tirar as floreias .depois não digam que há mau fé . meus amigos é a fé que nos salva .ADEUS
Anónimo disse…
meu amigo jasraposo . esta tudo pronto para a inauguração .já há mobiliário e mais coisa que já foram prometidas. o problema esta quem vai ser o presidente ou quem quer ser o presidente
aguia disse…
FRASE DE 1920 ...



Frase da filósofa russo-americana Ayn Rand (judia, fugitiva da revolução russa, que chegou aos Estados Unidos na metade da década de 1920), mostrando uma visão com conhecimento de causa:

"Quando você perceber que, para produzir, precisa obter a autorização de quem não produz nada;



quando comprovar que o dinheiro flui para quem negocia não com bens, mas com favores;



quando perceber que muitos ficam ricos pelo suborno e por influência, mais que pelo trabalho,



e que as leis não nos protegem deles, mas, pelo contrário, são eles que estão protegidos de você;



quando perceber que a corrupção é recompensada, e a honestidade se converte em auto sacrifício;



então poderá afirmar, sem temor de errar, que a sua sociedade está condenada".









Anónimo disse…
Boa Tarde, só hoje consegui a informação correta sobre a policia de segurança publica, alguns dias a trás o nosso regedor disse que teve a dialogar com alguns elementos desta nova comissão,ele tinha razão pois a antiga comissão pagava á policia da maia entre 1800 euros a 2000,no entanto quando fizeram contas aqui no blog fizeram mal porque dizem 35 euros por dia e isto esta incorrecto são 35 euros por hora, assim sendo basta fazer contas. um abraço e a todos os portoformosenses.
Anónimo disse…
Por acaso é daquelas que eu gostava de saber: quem quer ser presidente da casa do povo? e quem vai ser presidente da casa do povo?
Não é a mesma pessoa? há um que quer e outro que vai ser?
Se já tem mobiliário, poque é que não se inaugura? Será que tem mesmo o mobiliário?
Anónimo disse…
Cada vez que volto para o porto formoso é sempre uma desilusão, ainda que se tenta disfarçar um pouco quando chego a casa e ver a minha mae a sorrir e dizer "Bem Vindo" e mais tarde finalmente poder chegar ao meu quarto e dizer "Lar, doce lar". Dia após dia, ao tentar conviver com vizinhos e amigos de infância
é com muita tristeza minha que guardo para mim no pensamento..."Como é possivel numa freguesia tao pequena haver tanto rancor, inveja, vigarismo e tudo o que tem de maldade", estas pessoas, não sao pessoas, são uma espécies de "pega-monstros" venenosos, sempre a estudar o projecto de pôr o colega abaixo,apenas por gozo. Conheço muito pouca gente nesta freguesia, todos talvez me conhecem e o olhar que me deitam até aos ursos intimidam. Tenho pena do povo do porto formoso, tenho pena dos politicos que de tão pequenos serem, são capazes de gerar estes conflitos todos, mesquinhos e arrogantes, tenho pena dos pobres que são vítimas desta gente, tenho pena do povo desta terra que mancha a beldade da nossa freguesia, tenho muita pena de nao ter uma boa relação com esta gente e por fim tenho pena de nao ir a casa mais vezes. Um bem haja a esta terra que apesar de tudo, ainda penso que um dia vou poder passar no jardim do calhau e ser saudado por quem mais ja me odiou.
Anónimo disse…
Eh pá passaste de anonimo a galinha com tanta pena que escreveste, não é para todos é só para alguns.
Inês Lopes disse…
Quero felicitar aos autores desse blog estão de parabéns, porém fiquei admirada como também lavam roupa suja, mas acho bem porque uma boa crítica construitiva quem sabe pode mudar alguns pensamentos, admiro quem enfrenta a verdade e a realidade é sinal está com pés bem asentos no chão um bem haja todos os Formosenses, sou natural de porto formoso , mas fui mais vítima de exõdo rural, tive procurar um futuro melhor em Ponta Delgada, mas sem dúvida defendo minhas origens sempre que possa lá vou eu ,amo muito nossa padroeira, é sem dúvida uma das mais belas reliquias temos na ilha , há que estimar e preservar. jinhos Inês lopes (ZITA)

Mensagens populares deste blogue

Águas Medicinais da Ladeira da Velha

Trilhos pedestres no Porto Formoso, onde?