Ultramar

Da esq. para a dir.: José Pacheco Marques (José Carmela), Eduardo Sousa (Eduardo Cagarro) e Manuel Carreiro.
Foto enviada por leitores do Canadá

Todos os Portoformosenses têm em casa uma foto parecida com esta. Não houve família que não tivesse um elemento destacado para o Ultramar.
Alguns soldados morreram em terras de África contruibuindo para acentuar a perda de população que ocorreu no Porto Formoso nos anos 60 e 70. Os que regrassavam pagavam a promessas feitas na guerra levando o andor de Nossa Sra. da Graça.
Nada como abrir os velhos albuns de fotografias e enriqucer a nossa memória familiar e colectiva.

Comentários

AGUIA disse…
Não conheço as pessoas da fotografia, masfico satisfeito por ver os nossos emigrantes participarem no blog.
JASRAPOSO disse…
Esta fotografia faz-nos recordar um passado histórico onde se aprendia que o Sol em Portugal nunca tinha ocaso, uma vez que o país se estendia de Oriente a Ocidente.

Todos somos todos portugueses.

Uns portugueses da India, outros de Angola, outros da Guiné, etc. etc.

Mercê da evolução das coisas, Portugal foi "perdendo" tudo e hoje mostra-se incapaz de estabelecer laços eficazes com os paises de língua oficial portuguesa.

Felizmente já longe vão os tempos em que víamos partir a nossa juventude para o Ultramar para defender a Pátria.

Recordo-me de ver partir, na minha infância, o Joaquim Benjamim para a India e assistir ao regresso do Manuel Paulos (hoje reformado) de Angola

Há luz do candeeiro ouvi muitas histórias dos "bravos" soldados portugueses que matavam muitos turras.

Estas histórias muitas vezes eram acompanhadas de fotografias como aquela de estarem penduras no cinto as orelhas dos inimigos abatidos.

O heroísmo era definido em função dos "bandidos" abatidos...

Por incrível que pareça, a verdade é que gostava de ouvir estas histórias.

Uma outra coisa que me chamava à atenção era a grande amizade que os camaradas de luta cultivavam, após o seu regresso da guerra.

Na verdade, ainda hoje conseguimos ver anúncios a convocar almoços da Companhia de Caçadores Nrº X do ano Y para confraternização.

Grandes pormenores da nossa história que muitos professores, talvez por falta de cultura, não sabem transmitir às classes infantis.

UM, DOIS, TRÊS - ANGOLA É NOSSA.

P.S. - Apesar da minha investigação, não consegui identificar as pessoas da fotografia. Apenas soube, através do e-mail, que uma é o pai do indivíduo que o mandou e o outro é o sogro.
Seria bom que alguém desse mais pormenores sobre estes militares que, apesar de tudo, souberam honrar a Pátria
JASRAPOSO disse…
Apesar de cada um de nós ter o direito de estar vigilante quanto à actuação de quem lidera os vários organismos da nossa terra, manda a boa educação que se sugira e critique com bom senso e respeito.

A primeira condição para haver progresso é saber respeitar aqueles que são eleitos, concordando ou não com eles.

Se conseguirmos controlar os nossos sentimentos mesquinhos e procurarmos ser isentos, chegaremos à conclusão que a actuação de todos os membros da Junta e Assembleia de freguesia estão dentro dos parâmetros normais e, como tal, aceites pela esmagadora maioria do povo desta terra.

É muito desagradável assistirmos às críticas dirigidas ao funcionário da autarquia que parecem não ter outro fim senão atingir os membros autárquicos.

Se temos dúvidas, e é legítimo tê-las, nada como questionar a Junta de Freguesia à Sexta-Feira ou ir às reuniões da Assembleia de Freguesia.

Os verdadeiros adversários batem-se nos palcos e não nas suas traseiras
JAGPacheco disse…
A mania das limpezas!
Existem senhoras que se levantam pela manhã e ainda de pijamas, sacam da mangueira, o esfregão verde, a piaçaba, a lixívia concentrada e lavam freneticamente a fachada da casa. Lavam os beirais, as soleiras, os passeios e … empurram com a água da mangueira, o lixo que tinham á frente da porta, directamente para a porta da vizinha!
Na opinião destas senhoras, a Junta de Freguesia até poderia ter cinco funcionários de limpeza, mas as ruas do Porto Formoso andariam sempre sujas!
Na minha opinião, as ruas estão razoavelmente limpas! Só não estão melhores devido, aquilo que diz o Deus2 “a falta de educação das pessoas que atiram o lixo para o chão”.

Não compreendo no entanto que CRIME cometeu a população do Porto Formoso e todos aqueles que nos visitam para estar de castigo, não podendo usufruir dum equipamento colectivo, comum em todo o mundo civilizado e que se chama PAPELEIRAS ou caixotes do lixo.

Saudações Formosas!
JAGPacheco disse…
Pomba Branca!

Nós que nos damos ao luxo de escrever aqui no Blog do Regedor, o que nos dá “gana”! Raramente nos lembramos, de que neste país já existiu censura. Os livros, os artigos dos jornais, antes de serem publicados, eram lidos por uns senhores muito zelosos do regime. Que sublinhavam a vermelho, aquilo que deveria ser apagado, ou seja, toda a frase ou ideia que poderia ferir o governo ou a ideologia fascista.
Max, o cantor madeirense, fugindo de uma forma poética ao lápis vermelho da censura, imortalizou numa canção a dor de haver perdido um filho na guerra do ultramar:

Pomba branca, pomba branca
Já perdi o teu voar
Naquela terra distante
Toda coberta Pelo mar.
AGUIA disse…
Todo o mundo faz ruído mas que eu saiba só uma vez uma pessoa estranha compareceu nas reuniões da Assembleia de Freguesia.
Já houve quatro reuniões.
sono1 disse…
O momento da despedida.


Como a maioria dos visitantes deste site, também tive familiares que foram para o ultramar defender e honrar a pátria Lusa.
Eram momentos de muita emoção, de dor, de saudade quando partiam, deixando para trás a sua terra e as suas famílias.
Quando meu tio foi para Angola, meu avô encontrava-se doente, naquele momento houve um diálogo entre os dois, criou-se um clima de imensa dor, antevendo o que ia acontecer despediram-se dizendo… “ um de nós irá partir para sempre”. Ao fim de seis meses o homem da serra a braçal partiu para o outro lado da vida.
Quando me contam esta despedida lá em casa, a lágrima solta-se suavizando ao longo do rosto.
Hoje felizmente já não são criados estes momentos de despedida.
Cumpriu parte do serviço militar na bonita cidade de Angra, fiquei com a impressão que foram umas excelentes férias, mas não posso deixar esquecer o juramento de bandeira.

Com um forte abraço.
JASRAPOSO disse…
Através de pessoa amiga ligada à comunicação social, fui informado que a estação SIC considerou o carro alegórico do Porto Formoso o mais bem ornamentado.
Como se recordam aquele carro participou no desfile da Ribeira Grande, no passado dia 8.

Parabéns à D. Luísa Faria e ao João Branco que souberam dar corpo a esta iniciativa, com o apoio da autarquia.

O blogger Cavalete referiu que um Jornal de Ponta Delgada iria fazer uma resportagem sobre o Porto Formoso. Essa reportagem sairá na próxima semana e irá incluir uma entrevista com o Presidente da Junta de Freguesia.

Já agora convém informar que a Junta de Freguesia já chegou a acordo com o BCA para a colocação de uma caixa multibanco no Porto Formoso.

Esta caixa ficará nos antigos tanques de lavagem de roupa, na rua José do Canto.

Em simultâneo, irá funcionar naquele local um posto público de acesso à internet.

Quanto à sinalização, a mesma já está no Porto Formoso para ser colocada. Convém referir que muitas pessoas têm mostrado o seu desagrado quanto à colocação das lombas por temerem que o excesso de velocidade venha a provocar estremecimentos nas moradias
Galarias disse…
Contas do Srº Espirito Santo dos Calços

Para alguem que gostava de saber e não tem possiblidades de se deslocar até ao local elas aqui estão

Receitas 4.803,23
Despesas 2.545,00
Cresceu 2.258,23
Tinha antes 10.936,83
Saldo Final 13.195,06

a todos os nossos agradecimentos
AGUIA disse…
Fico satisfeito com o facto do Açoriano Oriental ir fazer uma reportagem sobre o Porto Formoso. Espero que as pessoas ouvidas não tenham medo de pôr a boca no trombone.
Gostei de saber que vão colocar os sinais e a internet mas ficaria mais contente se a rede de telemóveis cobrisse toda a freguesia.
A Câmara da Ribeira Grande já tem há um mês os caixotes de lixo para colocar nas freguesias. Porque é que ainda não o fez?
Parabéns à Comissão de Festas dos Calços pelo bom resultado das festas. Geralmentes as pessoas deixam dívidas para os outros pagarem. Estes sairam mas deixram muito dinheiro. Oxalá os novos saibam usá-lo
pregalheefoge disse…
2 pontos

1- mais uma vez será a CMRG, pelos vistos, a desempenhar o papel da Junta de Freguesia, nomeadamente, na colocação e aquisição das papeleiras nas várias artérias da freguesia.

2-Para o ano a nova comissão, depois de um activo de capital como o apresentado pela anterior comissao que vaia de porta em porta pedir uma ajuda para a realização de 2 dias de festas.

é dinheiro pra roqueiras mesmo, tá na moda
Cavalete disse…
Notícia de interesse para os nossos emigrantes no Canadá que acompanham o Santa Clara.

Por ocasião do estágio da equipa de futebol do S. Clara em Toronto, não deixem de apoiar o jovem ponta-de-lança RUBEN RODRIGUES, filho da Espirito Santo Casinha e do João Rodrigues, naturais do Porto Formoso e Gorreana, respectivamente.

O Ruben Rodrigues é sobrinho do José Casinha que já jogou na equipa de futebol do Porto Formoso. Ex-júnior do S. Clara, integra pela primeira vez a equipa sénior e promete ser uma revelação do futebol açoriano.
AGUIA disse…
Soube hoje que o Regedor anda de férias pelos lados do Triângulo.
Espero que retempere as forças de modo a imprimir uma dinâmica no blog por muitos desejada - Mais fotografias.
Aproveite bem e tome um gin tónico no Peter.
Espero que conte as suas aventuras no próximo fim de semana no Porto Formoso
James Dean disse…
Blogger Evaristo_tens_cá_disto

Onde para o abaixo assinado?????
É que ainda tive o trabalho de arranjar 70 e tal assinaturas, não me diga que foi só blá blá blá e ainda não o entregaram ....

Cumps

James Dean
JAGPacheco disse…
Um destes dias tive conhecimento do recente falecimento, do Sr. José de Lima. Esta figura carismática do Porto Formoso viveu nos últimos anos em São Roque, próximo da Praia dos Santos.
Por volta da década de sessenta, apesar dos tempos difíceis que se viviam, eram famosos nesta terra, a “loja do José de Lima” e a “lancha do José de Lima”, a maior embarcação do Porto.
O José de Lima também patrocinava uma das três equipas de voleibol que então despertavam paixões no Porto Formoso. Mas o mais fantástico e avançado para a época, mesmo sem luz eléctrica na freguesia, foi a “Casa de Cinema” onde apareciam coisas, que não eram deste mundo!
Enfim, vidas que davam mesmo filmes …

Saudações Formosas
O Regedor disse…
Caros bloggers,

graças a dois postos públicos gratuitos de internet tenho conseguido acompanhar o que vai sendo dito na Casa da Mosca. A Câmara da Horta e a Câmara de São Roque do Pico têm vários computadores à disposição do público. Nisto o Porto Formoso está na frente visto a Junta de Freguesia (deve ser das unícas) garantir acesso gratuito à internet.

Neste blog já foram publicadas o plano e orçamento da Junta de Freguesia e agora vejo aqui as contas do Espírito Santo dos Calços.
São esses pequenos pormenores que revelam a transparência das pessoas e das instituições! Parabéns ao Esp. Santo dos Calços pelo resultado positivo.

Outras instituições há que não apresentam contas a ninguém. Começo até a pensar que nem contas têm.

Parabéns também ao Café Mestre João por disponibilzar dois Jornais diários. A população gosta de ler os jornais e penso que foi uma excelente aposta do Mestre João.

Em relação à proposta feita pelo blogger águia de colocar links de todas as pessoas do Porto Formsoso na Casa da Mosca lamento dizer o seguinte:

Sem ser o Chá Porto Formoso e a Casa da Mosca nada mais existe na internet feito por pessoas da nossa terra. Se alguem souber de alguma página pessoal diga-me se faz favor.

A primeira pagina de internet do Porto Formoso foi a da Escola Primária Pe. Laudalino Moniz, feita em 1998, julgo eu, mas já se encontra desactivada. Depois surgiu a Página da fábrica de Chá Porto Formoso e a seguir a Casa da Mosca.

Cumprimentos a todos
AGUIA disse…
Num mundo em que cada um olha para si primeiro convém registar o acto dos membros da Junta de Fregesia. Devido à falta de transferência de verbas da Câmara Municipal para pagar aos fornecedores resultantes dos protocolos assinados, os referidos membros têm encaminhado o dinheiro dos seus salários autárquicos para pagarem a fornecedores
pregalheefoge disse…
Mas entao a câmara ainda nao transferiu como tem em acta o montade de 54.000 euros? quem está a mentir aqui?
JASRAPOSO disse…
Segundo informação que obtive a Junta de Freguesia apenas protocolou com a Câmara Municipal a verba de 19.950,00€ para o ano de 2006.

O valor em causa está a ser recebido pela Junta de Freguesia em duodécimos.

Estas e outras questões poderão ser levantadas pelos cidadãos na próxima reunião de Assembleia de Freguesia, que deverá ter lugar no próximo mês de Agosto.

Atendendo a que alguns dos membros da A.F. escrevem neste blog, solicito indiquem a data da referida reunião de modo a que haja participação de eleitores
AGUIA disse…
Como gosto de estar devidamente informado, gostaria que transcrevessem o local onde está dito que foram doados 54.000,00€ à Junta de Freguesia do Porto Formoso. É que não consigo encontrar essa informação.
Cavalete disse…
Vencimentos dos eleitos locais dos municípios e das freguesias em 2006, conforme informação obtida em http://www.stal.pt/inform/Vencimentos%20eleitos%20locais%20Munic%C3%ADpios%202006.pdf e http://www.atam.pt/ELEITOS%20LOCAIS.pdf

VENCIMENTOS MUNICIPAIS
Os vencimentos são estabelecidos em % do vencimento do Presidente da Républica (PR). No ano de 2006 este vencimento mensal é de 7155.44€.

No caso da CMRG (entre 10 e 40 mil eleitores) os vencimentos mensais são os seguintes (14 meses):
- Presidente da Câmara (PC) em exclusividade, 45% do PR >> 3220€
- Vereador a tempo inteiro com exclusividade, 80% do PC >> 2576€

A este vencimento podem adicionar-se despesas de representação mensais (12 meses):
- Presidente da Câmara (PC) em exclusividade, 30% do seu vencimento >> 966€
- Vereador a tempo inteiro com exclusividade, 20% do seu vencimento >> 515,20€

O regime de tempo inteiro mas sem exclusividade garante 50% dos vencimentos e despesas de representação com exclusividade.

Os participantes nas Assembleia Municipal (com excepção dos vereadores, presidente e secretário) recebem uma senha de presença equivalente a 2% do vencimento do PC em exclusividade, o que corresponde a 64.40€.

VENCIMENTOS DA JUNTA DE FREGUESIA
No caso do Porto Formoso (menos de 5 mil eleitores) os vencimentos mensais são os seguintes (14 meses):
- Presidente da Junta a Meio Tempo >> 572.44€ ou Não Permanência >> 257.60€ (não sei qual destes se aplica ao actual presidente).
- Secretário e Tesoureiro >> 206.08€

No caso do Presidente da Junta estar “em Permanência” (corresponde acima a “Meio Tempo”), podem adicionar-se despesas de representação mensais de 343.46€ (12 meses). Uma vez mais refiro que esta situação carece de confirmação.

Os membros da Assembleia de Freguesia recebem senhas de presença no valor de 12.88€.

UMA NOTA FINAL: os valores acima apresentados foram obtidos nos sítios já mencionados. No caso de haver algum erro, façam o favor de consultar a fonte.
sono1 disse…
No próximo dia quatro de Agosto pelas vinte horas o grupo folclórico da Casa do Povo do Porto Formoso organiza o segundo festival de folclore do Porto Formoso. O primeiro organizado pela Junta de Freguesia não chegou a realizar-se por motivos alheios à organização.
O próximo festival de folclore conta com a presença de seis grupos para alem do grupo anfitrião, são eles; grupo folclórico ilha verde; grupo folclórico Santa Cecília; grupo folclórico da Ribeira Grande; grupo folclórico dos Arrifes; rancho folclórico Rosas do Mondego Coimbra e o grupo folclórico e etnográfico Modas da Nossa Terra da ilha Terceira.
Na semana que antecede o referido festival irá está presente entre nós o rancho folclórico de Coimbra, grupo com o qual foi feito o intercâmbio.
É de salientar que este evento conta com poucos apoios sendo a maior parte suportada pelo próprio grupo.
Atendendo ao facto de ser um acontecimento importante na freguesia, e própria já ter organizado um evento desta natureza, não seria exigível à Junta de Freguesia em conjunto com o grupo folclórico do Porto Formoso organizar este festival?


Com um forte abraço.
AGUIA disse…
Duas notas neste início de semana:

1 - Não haverá uma pessoa que informe as contas do Espirito Santo do Outeiro?

2 - Penso que a Junta de Freguesia está sempre disponível a apoiar as iniciativas que tenham interesse para a nossa terra, pelo que irá estar ao lado desta festa do Grupo Folcolórico. Ao contrário, a Casa do Povo é que nada faz nesta matéria.
deus2 disse…
Andam uns comentadores deste blog a tentar atirar areia para a cara das pessoas ao dizerem que a Junta recebeu 54.000€ da Câmara da Ribeira Grande!

A Junta recebeu cerca de 19.000 € da Câmara para sevir de plano e orçamento da Junta e que foi até o Sr. Regedor publicou no blog.

Quem recebeu 21.000 da Câmara e que ninguém sabe onde é que param foi a Casa do Povo do Porto Formoso. Segundo se sabe nem sequer tem plano e orçamento público.

Adeus
pregalheefoge disse…
carissimo amigo deus2

Por lapso referi que a junta de freguesia havera recebido 54000€ da camara, por este motivo peço desculpa pelo meu engano, revi novamente as actas da camara e constatei que realmente recebeu apenas 19950€.

Mais uma vez, relembro que nao conheço a realidade da vossa freguesia, contudo, denoto grandes ataques ás instituiçoes de utilidade publica, tais como Casa de Povo, Comissao Fabriqueira, Foclore e Junta.

Para terminar, pedia à Comissão das festas do Espirito Santo do Outeiro, para à semelhança da comissao dos calços, deixar aqui as contas, se nao puder deixar aqui deixe ao cuidado do Presidente da Assembleia de Freguesia, Emanuel Furtado que ele certamente tem interesse nelas e certamente fará questão de as publicar.

P.S.-convem referir que se a junta estará ao lado da festa organizada pelo grupo foclorico da CASA DE POVO DO PORTO FORMOSO é sinal que haverá algum entendimento entre as instituições, menos mau
sherlockholmes disse…
Ora viva!

Esta é especialmente para o sono1: Ja descobriste a cafeina?
Esse nick é um atentado à alma de um poeta É deprimente!
Deves ser um menino de coro!
sono1 disse…
Meu caro amigo ou amiga serlocholmes interpreto a sua intervenção como sendo uma brincadeira aceitável e com algum sentido de humor.
Estava muito longe de algum dia alguém considerar-me poeta, obrigado pela consideração, acho sim que tenho uma maneira própria de escrever, como qualquer outra pessoa. Quanto ao nick penso que não é deprimente porque não me considero poeta, não me diga que não gosta de uma boa soneca. Para manter acordado durante o dia não necessito de ingerir porções de cafeína.

A palavra menino à décadas atrás era associado a famílias com grande poder económico, eram pessoas com algumas regalias sociais e por quem a população tinha enorme consideração, cá no Porto Formoso fala-se muito no menino Roberto pertencente à família Amâncio Machado Faria e Maia.
Esta família foi a principal fonte de sustento para muitas famílias.

Com um forte abraço.
sherlockholmes disse…
Estava a gozar consigo, sono1, és um "menino" exemplar demais para estar a abusar de sua pessoa!

Sugeria ao regedor a criação de dois posts:
- Festas de Nª Sra. da Graça
- Festival de Folclore do Porto Formoso

Vou começar as minhas investigações sobre a programação das festas de N.ª Sra. da Graça, mas atendendo à situação financeira em que nos encontramos,que me desculpem, mas ainda nos calha uma actuação a solo do nosso Pároco.

Quanto ao segundo ponto, rondei alguns elementos do grupo de folclore! A coisa está séria! A malta está empenhada e toda a trabalhar!
Ao que parece, para a próxima semana estará cá um grupo de folclore de Coimbra que irá actuar no dia 4 de Agosto, data prevista para a realização do festival de folclore. Esta notável iniciativa merece um post para a sua divulgação e discussão.
Nem tudo é desgraça!
prrimprram disse…
começam a surgir várias páginas pessoais de pessoas do porto formoso na internet.
Um exeplo é a do Drº João Teixeira.

Mensagens populares deste blogue

Trilhos pedestres no Porto Formoso, onde?

Águas Medicinais da Ladeira da Velha