Quebrada à beira-mar

derrocada vista da Igreja
debaixo da terra estão 3 embarcações

Na passada segunda-feira, pelas 9:30 deu-se um deslizamento de terra junto ao porto dos barcos que deixou 3 barcos soterrados.
Quando é que as nossas autoridades vão fazer as obras necessárias na Ribeira dos Limes? Quando a ribeira levar o resto do quintal dos moradores da Canada da Gentes ou quando não existir mais terra entre o Cantinho do Cais e o final da ribeira? Para quando a ETAR?

Uma ribeira que se em 1990 conseguia-se atravessar com um passo, hoje tem uma largura e profundidade que dá para meter um camião pesado!

Comentários

JASRAPOSO disse…
As fotografias aqui colocadas são de uma grande importância para as pessoas que vivem no estrangeiro e que diariamente aqui se dirigem para saberem o que se passa no Porto Formoso.
Além das fotografias, o texto espelha muito bem a falta de respeito que as autoridades responsáveis mostram pela nossa freguesia.

É simplemente lamentável que, quer a Câmara Municipal quer o Governo Regional, não tivessem feito deslocar ao local um dos seus representantes para averiguarem o que se passou. Pelo menos não se viu na reportagem televisiva.

Se fosse em campanha eleitoral lá estariam todos os canditatos a apresentarem as mais utópicas soluções para o problema.

Tudo isto aconteceu devido à má gestão da antiga Câmara Municipal que fez convergir para aquela zona o escoamento de grande parte das águas da freguesia, incluindo esgostos, sem ter tomado as devidas medidas a jusante.

Por isso, e à boa maneira portuguesa, resta-nos imlorar a quem nos governa que faça o favor de reconhecer os nossos direitos.

Urge tomar medidas em toda aquela zona. Só os incapazes e os incompetentes é que teimam em não ver.
PP disse…
Há uma miuda internada, com doença grave, que precisa urgentemente de sangue B- (negativo). Malta, vamos lá ajudar a miuda! Divulguem este pedido pela blogosfera, nacional e internacional.

Contactos: Luis Carvalho 93 108 5403
Pedro Ribeiro 22 204 1893
Ezequiel | 01.10.07 - 7:30 pm | #
verdascada disse…
Antigamente reviravam pedras e apareciam minhocas para a pesca de caniço. A porcaria e as água cinzenta da ribeira mataram a minhoca.

Fica lindo uma ribeira a correr água contaminada numa baía tão linda como a nossa.

as terras de várias casas estão a ir pela ribeira abaixo, depois qquero saber quem vai ser o responsável, mas agente sabe que nunca ninguém vai ser responsável.
Sei do que estou a falar porque vou a casa de uma pessoa da canada das gentes e de ano para ano está cada vez a ribeira maior e menos terra.

Também quero ver quem vai pagar os estragos nos barcos e limpar a terra que desabou. Não morrer ninguem ja foi uma sorte.

Os moradores por onde passa a ribeira deviam fazer um abaixo assinado senão os anos passam e fica tudo na mesma
sono1 disse…
Faleceu hoje com oitenta e três anos o senhor José Lazaro.
Homem fortemente ligado a este local.
Parte para o descanso eterno o mais antigo pescador que se encontrava entre nós!
Fica-nos na memória as histórias, relatos, peripécias contadas por esse homem do mar!

Que Deus lhe conceda a sua eterna morada!
Com um forte abraço.
AGUIA disse…
O presidente da Câmara diverte-se com o "Passeio do Atlântico", a Secretária do Ambiente anda a passear na Horta, o Secretário Regional das Florestas inaugura talhos na Terceira, o dr. António Pedro anda preocupado com o referendo sobre o aborto e ninguém resolve o problema da quebrada.
Ainda vão acabar por atribuir culpas ao Jorge Silva!!!
JAGPacheco disse…
09/01/2007 19:00
Movimento de vertente soterrou dois barcos no porto da freguesia de Porto Formoso

Durante a noite de domingo, dia 7 de Janeiro, um movimento de vertente do tipo deslizamento rotacional, foi desencadeado no talude da praia do porto da freguesia de Porto Formoso. Segundo a população residente, não houve registo de um período de precipitação muito intensa antecedente à ocorrência, no entanto a precipitação acumulada nos últimos dias, embora de fraca intensidade foi responsável por esta ocorrência

Site: www.cvarg.azores.gov.pt
AGUIA disse…
Há pouco mais de um ano andámos aqui a tecer elogios porque havia três novas embarcações no porto de pesca, hoje assiste-se à venda do barco "Praia do Porto Formoso" que foi para a vila da Lagoa. Sem pescadores e a pagarem cada vez menos impostos nunca mais poderemos exigir um porto em condições.
-------
As entidades competentes deram 5 dias ao Jorge Silva para remover a terra que desabou na areia dos barcos. O serviço foi concluido na última sexta-feira.
Vamos agora ver o que é que as entidades oficiais vão fazer naquele local
----
O Multibanco e a internete já estão a funcionar. Parabéns à Junta de Freguesia.
costaneira disse…
Finalmente o verão acabou!!!!
Estava dificil.
deus2 disse…
E muito triste o que se passa na Ribeira Dos Limes e no nosso calhau.
As terras são levadas pela ribeira e ninguem quer saber disso.
Quando chove a nossa baía fica castanha da cor da terra e no canto da areia do cabo vêm ter as aguas das ruas junto ao cemitério ficando tudo castanho.

A derrocada já foi limpa e agora parece que nada passou-se, tudo vai ficar como dantes. Todos à espera da proxima derrocada de braços cruzados, sem fazer nada!

Adeus
sono1 disse…
Mister águia, esta questão do porto de pescas já foi discutido em anteriores posts.
Penso eu que ninguém exige um porto de cinco estrelas. Mas sim, criar condições mínimas para que possam exercer a sua actividade. Uma rampa de vararem os barcos. Um rebocador com maior potencia. Ultimamente um tractor tem servido para rebocar os barcos. Se os responsáveis não são capazes de resolver este assunto, alegando assuntos com maior prioridade. Os pescadores por não encontrarem condições de trabalho, abandonam a sua actividade.
A pesca ainda é das poucas actividades económicas do Porto Formoso.
Querem acabar com o pouco que temos?

Com um forte abraço.
Cavalete disse…
Classicos do Sandro G:

http://www.youtube.com/watch?v=NWK-1_BIIeE

http://www.youtube.com/watch?v=tWc9OGCXNOQ

http://www.youtube.com/watch?v=CMCaz1b7A4s

http://www.youtube.com/results?search_query=Sandro+G

Qual e o emigrante que ja nao fez isto?

http://www.youtube.com/watch?v=mBEDqYFK_uA

O pior seria esta:

http://www.youtube.com/watch?v=J0HynFr4LrA&mode=related&search=
JAGPacheco disse…
A Ribeira do Lugar
Na época do povoamento, a ilha era coberta de denso arvoredo, sendo por isso difíceis as deslocações pelo seu interior. O porto de abrigo e a ribeira, com caudal de água permanente (durante todo o ano) foram certamente determinantes para o povoamento do “lugar” de Porto Formoso.

A Bacia Hidrográfica
O perímetro da bacia hidrográfica da Ribeira do Lugar, a grosso modo, poderá ser definido por uma linha que passa pela Rua Manuel da Ponte; Canada do Mato do Outeiro; Estrada Regional até ao Garajau; Caminho do Garajau seguindo para nascente até ao caminho do chá do Sr. Amâncio; no final do Caminho junto à Fábrica de Chá Porto Formoso o perímetro parte em linha recta até à entrada da Courela; continua pela rua dos Calços até ao Jardim. A bacia aqui limitada tem uma área de aproximadamente 890 000 metros quadrados

O Uso dos Solos
Nesta bacia hidrográfica nas “terras de pão” onde se cultivava o milho, a batata o feijão, o solo era mobilizado com frequência o que aumentava a taxa de infiltração das águas. Nos últimos anos a instalação de pastagens permanentes, facilita a escorrência superficial da água.

O Clima
No nosso clima são frequentes situações de precipitação, ao longo de vários dias, o que leva á saturação dos solos. Ou seja a água da chuva escorre á superfície quase na sua totalidade. Tem-se verificado situações estremas de precipitações da ordem dos 30 litros por metro quadrado, durante uma hora. Para a área em causa, a pequena Ribeira do Lugar, teria de suportar na sua foz, 26 700 000 litros durante uma hora.

O saneamento Básico
Os esgotos do Outeiro, a partir da Casa do Povo estão canalizados para a Ribeira do Lugar. Dos Calços a partir da entrada da Courela, também estão canalizados para a Ribeira do Lugar. Uma situação que se prolonga á muitos e muitos anos. Sem qualquer tipo de tratamento, águas pluviais esgotos domésticos, tudo é lançado na baía que chamamos, Porto Formoso.

As Conclusões.
As infra-estruturas existentes, ou seja, o aqueduto que passa sob a rua está sub dimensionado para o caudal da ribeira. Mesmo á vista nota-se o afunilamento, havendo registo de vários entupimentos.
Por uma questão de saúde pública, respeito pelo ambiente e desenvolvimento económico é necessária a construção de uma ETAR estação de tratamento de águas residuais na foz da ribeira.
Então, a partir destes investimentos PÚBLICOS, estão criadas condições para o investimento PRIVADO na zona mais nobre do Porto Formoso, e merecendo todo o apoio.
A foz da Ribeira do Lugar carece de um ordenamento URGENTE.

Saudações Formosas
AGUIA disse…
Numa visita ao Plano de Actividades da Câmara Municipal, publicado em Dezembro de 2005 aqui no blog, podemos ver o que a edilidade tinha programado para o Porto Formoso, no ano de 2006.
Por incrivel que pareça nenhuma rúbrica foi executada.
A situação financeira encontrada na Câmara não pode explicar isto tudo, uma vez que houve dinheiro para gastar noutros lados, só faltando para o Porto Formoso.
Se houvesse boa vontade da Câmara Municipal o problema da Ribeira do Lugar poderia ser resolvido.
Custa muito colocar naquela ribeira uma vintena de manilhas e cobrir depois a zona com terra?
A Câmara podia muito bem executar essa obra com os meios que possui em maquinaria e mão-de-obra.
Às vezes a boa vontade é muito mais importante que o dinheiro e no caso presente o que há é muita falta de respeito pela nossa freguesia.
JASRAPOSO disse…
O jornal Açoriano Oriental na sua edição de hoje, na página oito, tem um vasto artigo sobre o desabamento dos terrenos da Ribeira do Lugar.
Contamos com sempre pronta amabilidade do CAVALETE para transcrever aquela página aqui no blog
Cavalete disse…
Aqui esta a noticia do AO.

"Governo avalia gravidade da erosão em falésia e grota
17-01-2007
por pAula gouveia


Depois da derrocada que ocorreu na semana passada na falésia do porto de pescas da freguesia de Porto Formoso, ouvem-se de novo queixas dos moradores na Canada das Gentes. Secretaria do Ambiente está a avaliar a intervenção


A Secretaria Regional do Ambiente e do Mar está a avaliar a situação da falésia do Porto Formoso e a gravidade do processo de erosão na Grota do Lugar, para decidir se irá intervir nos locais em causa.
Na sequência da derrocada que soterrou, na semana passada, três barcos no Porto de Pescas da freguesia, a secretaria regional enviou uma brigada dos Serviços dos Recursos Hídricos ao local que, em cooperação com o proprietário do terreno e com a Câmara da Ribeira Grande, fizeram de imediato a limpeza do talude. No entanto, explica Ana Paula Marques, detentora da pasta do Ambiente, “como se encontram no local pessoas, casas de aprestos e outros bens, a secretaria tem de tomar decisões sobre o que fazer perante a situação, de modo a que não se repita”. Por essa razão os técnicos estão a avaliar a ocorrência.

Segundo Emanuel Faria, proprietário do terreno onde se deu a quebrada, há um projecto para construção de um restaurante e é necessário construir um paredão na zona. Resta saber se será o próprio a custear uma obra de protecção da orla marítima ou se a secretaria poderá assumir o investimento. O presidente da junta de freguesia lembra ainda que existe um projecto para a zona para a construção de uma Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR). Mas não foi feito sequer o saneamento básico da freguesia e por isso o projecto não tem data de execução à vista.

Atendendo também a que, há vários anos, se ouvem queixas dos proprietários das casas da Canada das Gentes, com quintais junto ao rego de água que desagua para a baía do Porto Formoso, a situação está também a ser avaliada, revela Ana Paula Marques.

Como explica o presidente da junta de freguesia, “há uns anos ocorreram fortes chuvadas que alargaram o rego de água de tal forma que agora tem uma dimensão de ribeira”. “Na altura, a secretaria fez uma intervenção”, diz ainda, mas a verdade é que o processo de erosão continuou, pondo em causa os terrenos privados. “As pessoas temem que, mais dia menos dia, o terreno ceda”.

Segundo a secretária regional, “constata-se que, de facto, há uma erosão e deposição de alguns resíduos na Grota do Lugar”. Por essa razão, até ao fim da semana os serviços terão de entregar um relatório técnico, não só sobre a derrocada do talude, mas também sobre o estado da linha de água. Na próxima semana, a governante irá visitar a freguesia para tomar uma decisão sobre uma possível intervenção nos locais em causa."
Cavalete disse…
Quem tiver a oportunidade de ver a capa do AO pode verificar que a fotografia que la esta e a mesma fotografia da Casa da Mosca. Reparem que em ambas as fotografias esta uma pessoa no caminho do calhau, exactamente no mesmo sitio. So pode ser a mesma fotografia.

Isto so demonstra que a Casa da Mosca ja faz parte das fontes da comunicacao social de S. Miguel! Quem quiser saber noticias do Porto Formoso vai a Casa da Mosca. Foi isto que a jornalista Paula Gouveia fez. Parabens ao regedor!
deus2 disse…
A ribeira tem que levar paredoes desde a quinta do Pastor até à nossa areia antes que todos fiquem sem quintais!

Todos a mandar cartas para a Secretaria do Ambiente e do Mar!

Adeus

Mensagens populares deste blogue

Águas Medicinais da Ladeira da Velha

Trilhos pedestres no Porto Formoso, onde?