« Home | Desporto e Cultura » | Festa da Sra. da Graça - Sexta, Sábado e Domingo » | Festa de N. Sr.ª da Graça » | Central digital de telecomunicações » | Uma foto que vale o nosso passado » | Coisas boas e coisas más » | II Festival de Folclore do Porto Formoso » | Relíquias » | Multibanco e posto acesso público à Internet » | Ultramar »

Retratos
















Ola, as fotos sao lindas que trabalhao,lindas flores. Nao me lembro do caminho para o mar ser enfeitado.
Gostave de saber por que.!!!

Manuela

Olá Manuela!

O progama das festas, há anos a esta parte, inclui na Segunda-Feira à tarde a benção dos barcos. Nessa cerimónia a imagem de S.Pedro vai ao calhau em procissão onde os barcos e as ofertas de marisco são abençoadas pelo pároco.
À noite há a arrematação dessas e doutras ofertas junto ao adro da igreja.São os pescadores que enfeitam o caminho e transportam o andor.

Todas as nações têm virtudes e defeitos na educação que imprimem aos seus povos. Para confirmar isto basta ver a televisão ou folhear os jornais.

Uma pessoa só se consegue libertar das suas limitações quando nasce e vive num país livre e foi ensinada a respeitar-se e aceitar os outros.

Apesar da liberdade já ter sido devolvida ao nosso país, a realidade é que, em comparação com outros povos, ainda estamos muito longe de saber vivê-la.

Vem isto a propósito das participações neste blog dos nossos compatriotas que vivem no estrangeiro.

A grande maioria de nós refugia-se num pseudónimo para se poder afirmar e abusar da liberdade. Os participantes do estrangeiro horam e assumem aquilo que escrevem, usando o seu nome.

Nas nossas escolas e na sociedade em geral, mais do que ensinar é necessário educar.

A sabedoria tem um poder curativo. Ela existe para nos ajudar a vencer todos os desafios da vida, como tolerar algumas pessoas que nos assaltam em nosso dia-a-dia, perdoando e deixando passar o ressentimento em nome da liberdade de pensamento.

Como é que pode haver liberdade, educação e instrução nos Açores?
Os pais passam a vida nos cafés, as mães vivem das telenovelas e os professores gastam a maioria do seu tempo a falar mal do Secretário da Educação.
Perante isto o que é que as pessoas querem da nossa sociedade.
Haja a coragem de acabar com estes subsídios à preguiça e ponha-se as pessoas a trabalhar

A comunidade piscatória da nossa terra está de parabéns!

Isso mesmo a comunidade, é um trabalho conjunto entre todos os pescadores com um único objectivo.

Quando existe objectividade naquilo que proponhamos a fazer, o nosso sub consciente reage de uma forma completamente diferente, existe determinação, vontade e motivação para alcançar o objectivo.

Os pescadores da nossa terra dão o exemplo!

O bem-haja a essa gente simples, com grande capacidade de sacrifício!


Com um forte abraço.

A comunidade piscatória da nossa terra está de parabéns!

Isso mesmo a comunidade, é um trabalho conjunto entre todos os pescadores com um único objectivo.

Quando existe objectividade naquilo que proponhamos a fazer, o nosso sub consciente reage de uma forma completamente diferente, existe determinação, vontade e motivação para alcançar o objectivo.

Os pescadores da nossa terra dão o exemplo!

O bem-haja a essa gente simples, com grande capacidade de sacrifício!


Com um forte abraço.

A procissão dos pescadores foi dos melhores momentos da festa de Nossa Senhora da Graça.
Há gente de fora da terra que vem na segunda-feira ver a missa do cemitério e fica para ver esta procissão.

É o dia do ano em que os pescadores estão mais unidos e todos trabalham para a organização daquela bonita procissão e oferecem mariscos para arrematar.

As fotos estão muito bonitas.

Adeus

Obrigado para um site fantástico! Eu vivo em Toronto, Canadá e eu visitamos cada semana para ver e ler a notícia no Porto Formoso. Eu estava lá em Agosto deste ano por duas semanas no sol!

Ola a toda minha família lá, especial meu primo Joao Carlos Teixeira Concalves!

Jose Antonio Furtado

È bom ver que todos os pescadores neste dia trabalham para um só objectivo agradecer a São Pedro o bom ano que tiveram.
Gostaria de deixar aqui o seguinte comentario quando nos eramos pequeninos e começavamos a nadar o primeiro objectivo era chegar ao piquinho da nossa areia com a maré cheia a festa quando la tocavamos era grande pois já sabiamos nadar, qual não é o meu espanto estas férias ao ver ke de maré vazia a água quase me dá pelas canelas e de maré cheia fica-me por meia perna fiquei muito dissiludida pois já não posso dizer aos meus filhos que para se saber nadar bem devia-se chegar ao piquinho da noosa areia.

Um abraço para todos
Boa Noite

É com muita satisafação que vejo os nossos emigrantes e os seus filhos e netos a participarem na CASA DA MOSCA.
Além dessa participação tenho recebido vários emails que demonstram o amor e a saudade que sentem pela sua terra e a alegria de encontrarem na Casa da Mosca um ponto de contacto com o Porto Formoso.

Deixo um apelo aos nossos emigrantes: participem cada vez mais. Enviem emails, fotos, escrevam comentários. Não interessa se está em inglês, português, se está bem ou mal escrito. Interessa é participar.

Cumprimentos

PS. Cara blogger Carruncho, também eu guardo grandes recordações do piquinho. Era impossível tomar pé, agora fica pelo joelho.

O blogger Lizard King e o administrador de um site que tem em media 15.000 visitas mensais. Trata-se de um site sobre os Duran Duran. Mais um exemplo do sucesso dos filhos do Porto Formoso na net.

http://www.lizardkingduran.com

Como ja referiu o regedor, todos os comentarios dos nossos emigrantes sao bem vindos. Nao tenham problema em escrever em Ingles ou Frances (nossos amigos do Quebec).

Mais duas notas
1) Finalmente os alunos do 1o ciclo do Porto Formoso vao ter aulas de Ingles. So e pena que sejam poucas horas mensais.

2) Pode ser que no proximo ano se coloquem varios videos da festa da NSG no youtube.com. Isto pode arruinar o negocio de venda de DVDs da festa mas certamente encantara os nossos emigrantes.

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

Varios jovens do Porto Formoso tem recorrido a emprestimos a habitacao. Por vezes, em conversa com estes jovens, percebe-se que a confusao e muita no momento da seleccao do credito.

Nao se esquecam de uma coisa: nao existem almocos gratis! Os bancos nao dao dinheiro a ninguem, eles emprestam dinheiro e fazem-se remunerar adequadamente, dado o seu poder de mercado e o nivel de risco do cliente. A publicidade dos bancos e muito agressiva, com anuncios que podem iludir o cliente.

O indicador mais importante na comparacao de creditos a habitacao e a Taxa Anual Efectiva (TAE) e na comparacao de creditos ao consumo e a Taxa Anual de Encargos Grantida (TAEG). Estas sao taxas que tem em conta todas as despesas relacionadas com o credito. Por isso, nao se deixem ir em "cantigas" de "o banco paga a 1a prestacao". Comparem estas taxas e depois decidam.

Ha uns meses atras referi que o jornal AO estava prestes a realizar uma reportagem sobre o atraso das obras no pavilhao multi-usos. Infelizmente, esta reportagem ainda nao saiu! Nao conheco as razoes que estao a levar a jornalista Luisa Couto a nao publicar esta reportagem.

Certamente que este devera ser um tema a abordar por ocasiao da visita da Presidente da CMRG ao Porto Formoso.

Caro Bloguer Cavalete, até certo ponto percebo o seu intusiasmo por os alunos da sua freguesia terem agora o acesso a uma nova aprendizagem, neste caso, o ensino da lingua inglesa (não confundir, com americanices!), mas certamente se soubesse o nivel de insucesso (não transmitido para fora) na lingua portuguesa (já para não falar nas outras áreas curriculares)~, existentes na sua e em qualquer outra escola da região autonoma, não ficaria assim tão feliz, e tentava a todo o custo que as crianças com dificuldades de aprendizagem rentabilizassem o seu tempo, neste caso para a contínua formaçãoi na sua lingua mãe.
No ano passado estive algumas vezes em substituição nesta escola e o nivel de insucesso é desesperante. No entanto, há que resalvar os bons alunos e como tal a estes
um ensino de mais uma lingua é uma mais valia. Agora para os restantes e grande maioria.............

É sempre importante ouvir falar da nossa escola, pois é dali que devem sair os Homens de amanhã.

Para uma pessoa mimimamente atenta não deixam de ser preocupantes as afirmações feitas pelo blogger "lxpf" sobre o estado do ensino básico no Porto Formoso.

Partindo do princípio que as referidas considerações são feitas por um(a) professor(a), as mesmas requerem muita reflexão por parte dos encarregados de educação, sob pena dos instrutores estarem na nossa freguesia a perder o seu tempo.

Dada a minha ignorância sobre este estado de coisas, atrevo-me a pedir ao bloger "lxpf" que escreva mais qualquer coisa sobre este tema e, de preferência, com mais objectividade.

Fico-lhe antecipadamente grato pelo tempo que vir a dispor para elaborar essa participação.

Eu gostava de saber como está a escola do Porto Formoso.
Os alunos são bons, faltam muito, perdem o ano, são mal educados?
De ano para ano esta melor ou pior?

É preciso saber isto.

Adeus

Junto-me aquelas que aguardam com grande ansiedade o que a professora LXPF irá escrever sobre a educação e formação dos alunos e pessoas do Porto Formoso. Nada melhor que a avaliação de uma pessoa de fora da freguesia para vermos o verdadeiro ponto da situação

Gostaria apenas de lancar aqui alguns dados que podem servir de base ao debate do sucesso/insucesso escolar dos alunos do Porto Formoso.

Podemos analisar a evolucao, ao longo dos varios ciclos, do NUMERO DE ALUNOS COM APROVEITAMENTO TOTAL(passaram sempre de "classe"), tendo por referencia uma turma que tenha entrado para a escola do Porto Formoso na primeira metade dos anos oitenta.

Esta evolucao era, aproximadamente, a seguinte:

- Entrada para a 1a classe: 20-25 alunos
- Inicio do 1o ano (da telescola): 15-20 alunos
- Inicio do 7o ano da RG: 5-10 alunos
- Inicio do 10o ano: 1-2 alunos
- Inicio da Universidade: 0-1 alunos
- Finalizacao da Universidade: 0-1 alunos

Podemos fazer a analogia com uma piramide etaria em que a 1a reprovacao de um determinado aluno corresponde a sua "morte" (salvo seja!).

A base larga e um estreitamento continuo a medida que se caminha para cima (decrescimo exponencial) e indicadora de uma levada taxa de reprovacao ou abandono dos alunos. Resta saber como esta hoje em dia esta piramide...

A CMRG celebrou um contrato com a Caixa Geral de Depositos para antecipacao das receitas da agua do concelho dos proximos 15 anos. Esta antecipacao, ou financiamento, tem um custo financeiro anual da ordem dos 3.4% (embora variavel).

E importante saber a rentabilidade desta operacao. Se estivermos a sacrificar receitas futuras para pagar despesas correntes, entao estamos mal! O ideal seria aplicar este financiamento em projectos co-financiados pela Uniao Europeia, alavancando, assim, a rentabilidade do investimento publico do concelho.

Os niveis de endividamento da CMRG aconselham alguma prudencia nas operacoes indirectas de financiamneto.

Hoje comemorou-se o Dia Internacional do Idoso. Em muitas freguesias dos Açores as várias entidades promoveram convívios entre idosos com beberetes à mistura.
No Porto Formoso esse dia passou à margem dos idosos porque não há um local para as pessoas conviverem e a entidade que deveria ser responsável por esse acto não existe. É o que temos.

Há uma poema muito interessante de Jorge de Sena, colocado pela D. Manuela, no forum FESTAS DE NOSSA SENHORA DA GRAÇA, de 2006/09/08.

Felizmente ainda há algumas pessoas da nossa terra que cultivam a poesia....

Os primeiros anos de vida de uma criança, são de primordial importância para o seu desenvolvimento e afirmação. Neste contexto a família desempenha um papel fundamental no desenvolvimento desta criança. A família é o alicerce da construção de uma personalidade.
Do meu ponto de vista o insucesso escolar começa aqui. Quando os pais não são capazes de transmitir uma boa educação aos filhos, quando o ambiente familiar é péssimo, violação doméstica, alcoolismo, esta criança vai reflectir no seu comportamento aquilo que se passa em casa, sentido várias dificuldades no seu desenvolvimento.
Para muitos pais os professores são os principais culpados pelo insucesso escolar, quando eles próprios são os primeiros responsáveis.

Reafirmo a minha opinião que a família é o alicerce da construção de uma personalidade.

Com um forte abraço.

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

O vereador Jaime Rita trabalha na Caixa de Crédito Agrícola e não na Caixa Geral de Depósitos.
Foi C.G.D. que ofereceu melhores condições à Câmara, daí se deveu a opção

Os detalhes sobre a operacao financeira da CMRG podem ser consultados na acta de 5 de Setembro, nomeadamente o criterio utilizado para seleccionar a CGD.

Bem este post do blogger cavalete acerca do empréstimo da Câmara dá que pensar um pouco...
Se repararem na acta parece que os únicos concorrentes foram a Caixa Geral de Depósitos (onde trabalha a Adjunta do Presidente) e o Millenium (onde trabalha o Chefe de Gabinete. Porque será???
Vamos lá ver agora onde é que vão gastar estes 15 milhões de euros...
Uma grande parte deve ser para as viagens do Presidente, pois pelas notícias do site o homem ainda não parou desde que foi eleito, levando de arrasto sempre a vereação...
Por mim acho que estão a hipotecar o futuro, o pior é para quem vier depois deles...

Cumps

James Dean

Cumps

James Dean

Em relação ao meu comentário sobre o ensino da língua inglesa nas escolas do 1º ciclo, e não em concreto na EB1/JI do Porto Formoso, tenho a dizer que é generalizado o empate do ensino da mesma, e isto dito por vários colegas que ensinam a lìngua neste nível de enino. Como (não ) é do conhecimento comum, actualmente os professores vêem-se a braços com uma nova medida tomada não só a nível autonomo mas nacional também, que passa pelo facto de não se poder reprovar os alunos que têem dificuladades e que por essa razão deveriam cumprir de novo o programa e avançar sim, com toda a sua aprendizagem adquirida. Em todo o país cada professor não pode reter mais do que 3 alunos, sob pena de mais tarde ter a Inspeção à perna. O que acontece então é o seguinte: se um professor tiver mais do que 3 aunos para reter não confundir com chumbar, porque é feio e já não se usa), o melhor será mesmo tirar à sorte em papéis devidamente dobrados e colocados num saco preto, ou então, e como tem vindo a acontecer, mesmo os alunos que tenham dificuldades e deveriam ficar retidos muitas vezes, avançam para o ano seguinte, pois não só evita muito aborrecimento (que não é pago ao professor- relatórios e afins)como e em concordância com a nova lei fica bonito para a estatistica. Na verdade temos uma estatistica que revela muito pouco insucesso escolar, mas na realidade o que se passa não é bem assim. Sendo eu da geração de 70 no meus tempos de escola quem não sabia ficava para trás (em palavra bonitas de hoje em dia, fica retido!), aprendia de novo a matéria dada, e só quando a soubesse na ponta da língua, ai sim avançava para o ano seguinte. Actualmente o que se ve é crianças inscritas no quarto ano (antiga 4ª classe), mas a nível do 1º (1ª classe), e isto para quê? Para a estatistica e para agradar sobretudo aos pais e encarregados de educação, que mais preocupados do que a sabedoria dos seus educandos, ficam todos vaidosos quando alguém lhes pergunta na rua: -"Em que ano está o teu garoto? No 4º ano!," respondem os pais, muitas vezes sem explicarem que estão num 4º ano a nível de 1º, mas nem o nome e muitas vezes contas de somar ou subtrair (já para não falar na divisão e multiplicação!!)com mais de um digito (aquilo que os dedos da mão permite!), sabem fazer. Não me refiro em especial aos alunos da EB do Porto Formoso, mas sim um pouco por toda a região nãõ só autonoma, mas também a nivel nacional. Por esta razão, não seria melhor, deixar a língua Inglesa para mais tarde e tentar primeiro consolidar a nossa língua mãe e depois quando esses conhecimentos estivessem solidificados avançar sim para o ensino duma nova lìngua? E o que se passa, é que raros casos, no inicio dum novo período já para não falar em inicio de novos anos lectivos, o esquecimento desta língua é total, pois não é praticado o suficiente para se memorizar. É claro que quanto mais tenra for a criança mais rápido e facilmente serão feitos e adquiridos conhecimentos, mas não é num país como o nosso que promove o insucesso escolar, e mais do que não ter tempo dos docentes darem a Língua Portuguesa como matéria aos seus alunos, ainda se vêem a braços com cerca de uma hora semanal desperdiçada a favor da língua Inglesa. Os alunos do Porto Formoso bem como os das restantes zonas do país fazem apenas parte duma estatistica bonita. Não quer dizer com isto que não existam alunos capazes de atingir os objectivos e progredir naturalmente e de forma positiva na suas vidas académicas, mas já vão sendo raros os casos. Com isto tudo, queria apenas dizer que tal lei está apenas direccionada para os pais e encarregados de educação, pois são quem votam e elegem de novo o mesmo governo que toma estas e outras medidas. Se os pais estivessem conscientes do que na verdade se está a passar, preocupariam-se muito mais. Em resposta ao Bloguer jasraposo, tem toda a razão no que diz. Os pais e encarregados de educação são os primeiros educadores duma criança e onde ela aprende como se comportar e viver em sociedade, mas muitas vezes delegam essa responsabilidade no professor. Só o professor tem culpa se este ou aquele aluno é mal educado ou com didiculdades, porque se for bom aluno e bem educado, então ai já é trabalho dos pais. Muitas vezes os pais querem ter filhos para uma realização pessoal, e quando as crianças estão na escola, tomara esta estar aberta todo o dia, mais noites e fins de semana, pois seria de muito bom agrado para muitos pais, que acredito deixariam por lá as crianças. Actualmente vimos muito na tv queixas de pais que não têm onde deixar as crianças depois da escola. Mas quem é que tem que se preocupar com isso? Os pais antes das crinaçs nascerem e terem querido um filho, ou o governo e os professores e educadores que por vontade dos pais, 24 horas por dia, seria insuficiente. Não seria de bom tom, os pais preocuparem-se muito mais do tempo que não dispõem aos seus educandos do que querer enfiá-los á viva força numa escola ou sitio para passar o dia? Não deveriam ser os pais~a querer estar mais tempo com os filhos? Não sei, digo eu..........

O comentário desta ilustre professora deveria ser fotocopiada e afixado em alguns locais do Porto Formoso

A(o) senhor(a) professor(a) numa atitude pedagógica e de bom senso escreveu um texto sobre a educação a nível global.

Perante as afirmações contidas no referido texto fico bastante preocupado pela instrução que se está a ministrar nesse país.

Embora pudesse constactar alguns factos, nunca pensei que a situação fosse tão grave.

Uma coisa é certa, maus pais não podem dar bons alunos e assim consecutivamente...

Considerando que o(a) senhor(a) professor(a) é alguém de fora da freguesia e que teve a oportunidade de viver temporáriamente no Porto Formoso, atrevo-me a desafiá-lo(a) a deitar mais uma vez a mão à pena e dissecar sobre o nivel das pessoas aqui residentes, sobre vários prismas.

Sendo isto um bog de interesses específicos do Porto Formoso, seria como muito agrado que veria a sua análise sobre esta matéria.

ontem fui ao multibanco no porto formoso...........desculpa na ribeira grande.

já estamos no outono e mais uma vez parece que fomos enganados pela junta. onde pára o multibanco?????????

Há hoje um artigo de opinião no jornal Correio dos Açores, da autoria do jornalista Gustavo Moura, que refere uma visita sua efectuada à Fábrica de Chá do Porto Formoso.

JASRAPOSO
Achava este teu anuncio muito bom se escreve-ses aqui qual é o artigo do jornalista Gustavo Moura porque as pessoas que não tem acêsso a este jornal não sabem qual é o artigo que nele vem
só para pores aqui as iniciais e as pessoas continuarem ás escuras mais valia estares quiéto

Caro Bloguer jsraposo, concordo plenamente consigo quando diz que maus pais dão maus alunos e por ai fora. Ontem em conversa com uma colega que dá actualmente aulas na EBI da Maia, ainda fui mais longe. Soube que existem crianças de 12, 13 até aos 17 anos inscritas num 9ª ano mas que na verdade estão a nível dum 1º. São crianças que (ACREDITE-SE!) não sabem escrever o seu nome, não sabem fazer contas de cabeça e muito menos num papel com mais de um digito, e são crianças que passam as horas lectivas, desobedecendo constantemente ao professor, ou estando sempre levantadas, ou querendo fugir pela porta (já para não falar em saltar das janela, é verdade, acreditem que é verdade!), a bater nos colegas, a mandar os professores para todos os lados possivies e imaginários. E o Coselho Executivo que faz?? Coitadinha da criança X, não tem exemplos nem condutas em casa. Na verdade, na escola qualauer professor tenta passar aos seus alunos condutas de bom comportamento e como estar em sociedade. Mas o que se passa é que num estabelecimento escolar, quem tem sempre razão (SEMPRE!!), são os alunos, logo seguidos dos pais e encarregados de educação. Então neste contexto como pode um professor fazer-se ouvir e ser escutado quando tem por detrás de si todo um conjunto que não o apoia. Com esta idéia (RIDICULA) de serem os pais a avaliar os professores, vamos cair no exagero de não se poder dizer nada a um aluno, não se poder avaliá-lo de acordo com as suas aprendizagens e no fundo o que os professores irão fazer é tomar conta de marginais que estão na escola para não estarem em casa a aborrecer os pais e de preferencia que na escola tratem bem as crianças porque, não só os professores têem que ter cuidado com as suas viaturas, muitas vezes sujeitas a actos de vandalismo por parte dos alunos "lesados", têem que ter cuidado com a nota dada pelos pais e encarregados de educação, e depois mais tarde com as escolas onde leccionam não vão ser dispensados por falta de competências, que não têem, mas que pais e alunos possuem. Longe vão os tempos em que os padres, médicos, presidentes da Junta e também os professores eram um modelo a seguir, não só pela sua instrução e grau académico mas também pelos valores que transmitiam e eram valorizados. Hoje em dia o que se assiste é a um comportamento generalizado contra o professor. Este deixou á muito tempo de ter credibilidade e a sua e única função actualmente é unica e exclusivamente AMA SECA. Quero ainda dizer, que para os muitos que constantemente ridicularizam esta profissão pelo facto de termos mais tempo de descanso que os restantes trabalhadores, nós professores, temos que conviver diariamente com dezenas de crianças que falam, conversam, choram,
brigam e gritam, levamos trabalhos para casa para corrigir, elaboramos testes e corrigimo-los em casa, temos relatórios, actas e tantas outras coisas para fazer em casa, ao passo que o comum trabalhador sai do seu trabalho e só pega nele no dia a seguir. Mal dos professores se não tivessem estas pequenas pausas para repor energias. Nos paises escandinavos não só o nivel de sucesso escolar é elevadissimo, como também os professores possuem muitas mais interrupções lectivas. Mas podem dizer que só estamos aqui porque queremos, ao que eu respondo que não só estamos porque queremos mas também por dedicação e gosto ao serviço. Se eu não acreditasse que em dez consigo fazer pelo menos 5 crianças chegar a algum lado, acreditem que não tinha vindo para esta profissão. Por isso, o conselho que eu dou é, se quem estiver a pensar não ter uma profissão que não aborreça nem chateie muito, que não desgaste, não venha para a carreia docente. Não compensa a chatice e a dor de cabeça. E o ordenado não é assim tão bom.........

POSTO DE MULTIBANCO

O posto de multibanco não foi colocado em devido tempo pelo facto da instituição bancária e a PT terem exigido algumas obras suplementares no interior do edifício.

O empreiteiro comprometeu-se a completar as obras até ao próximo dia 13 do corrente.
Só após aquela data é que teremos o multibanco e a internet.

Mais vale tarde do que nunca.

A Casa do Povo da Água do Pau vai comerar a partir de amanhã os seus 40 anos de existência. O programa estende-se até Sábado e é apoiado financeiramente pelo LEADER e MADRP.
Um exemplo que deveria ser também seguidos noutros locais.

Outra vez a Casa do Povo!

A Casa do Povo do Porto Formoso está morta e enterrada. Já disse isto 30 vezes.
A prova foi nem sequer aparecer ninguém da direcção da Casa do Povo no festival de folclore.

Estou a ver alguns bloggers desesperados e mal com a vida... dediquem-se à pesca.

Antes de mais - por favor sr. regedor mais um post meu que foi apagado! isto é censura, face ao que tem aqui sido dito julgo que nao tinha dito nada de mais.

contudo, gostaria de dizer à LXPF, se somos obrigados a ler os testamentos que aqui faz questão de deixar, será que nao tem mais do que fazer? nao tem uma aulinhas para preparar? veja lá isto, nem sempre sao os alunos que tem culpa do indice de insucesso escolar, nao terão tb quota parte os professores, que saiem das universidades e alguns de escolas professionais ou outros sem a devida formação?

Ora Regedor pode eliminar este post tb!!!

A Casa de Povo, A Casa de POvo e mais Casa de Povo, é vossa é da vossa freguesia, lutem por ela, convocam uma assembleia geral e tentem saber o que se passa! apresentem uma lista!!! falar e mais falar lembra o outro falam falam e nao fazem nada amhhh

Tive ocasião de ler esta tarde o comentário do "Pregalheefoge" sobre o que escreveu a senhora professora acerca da instrução que por aí anda.
Embora o texto fosse um pouco agressivo acho que não era motivo para ser eliminado, uma vez que já vi ataques mais cerrados que se mantêm vivos.
É com pena que os nossos pseudónimos sirvam para ataques pessoais e muitas vezes para calúnias e mentiras.
Por aqui me fico sobre estas tristes atitudes.

Bloguer "Pregalheefoge", não sei se já reparou (talvez não), que vivemos em democracia e por essa razão qualquer um tem o direito de expressar a sua livre opinião, do mesmo modo que qualquer um também, tem o direito ou obrigação (ou não), de ver, de ler, de olhar, de comentar, seja o que for. Por esta razão, não percebo a sua pergunta quando me pergunta se o mesmo é obrigado a ler o meu comentário. Não sabe que em Democracia ninguém pode obrigar ninguém a nada? Se lê o que para aqui vai sendo escrito, é porque concerteza quem não tem mais nada para fazer, é vossa excelência, pois quaisquer comentários que nem sempre sejam do meu agrado, ou não me digam nada pessoalmente, eu pura e simplesmente passo á frente. Ou será que o rato do seu pc não tem essa função? Queria também dizer, e a ver pela sua opinião face não aos professores que saem das universidades (escolas profissionais, não profEssionais, não me lembro de lá ter saido nenhum docente para dar aulas!!, Mas fala quem sabe... e o senhor concerteza saberá muito mais com a sua mísera quarta classe ou nono ano) que todos os estudantes universitários de qualquer curso, seja ele para via de ensino ou não, têm a formação necessária e precisa para se poderem graduar. Mas julgo então, que sendo voce um doutourado em Pesca, ou carpintaria e afins (sem desprezo para qualquer profissão, que com o passar dos anos já vão rareando e tanta falta fazem) possa concerteza ser qum mais bitaques pode dar acerca de tal assunto. Tenho dito.....

Por muito que custe a senhora professora tem muita razão naquilo que escreve, uma vez que esta profissão passou a ser arriscada.
Basta acompanhar a imprensa para se verem títulos sobre essa matéria:

- AGRESSÃO A PROFESSOR PERPETRADA POR ALUNO E PAI
- ALUNO AGRESSOR FOI SUSPENSO
- SENTENÇA INÉDITA. MÃE ACUSADA DE AGREDIR PROFESSOR CONDENADA A MULTA DE 2.000 EUROS
- ALUNO EMPURRA VIOLENTAMENTE PROFESSOR, PROJECTANDO-O SOBRE AS CARTEIRAS
- AGRESSOR, QUE NÃO ERA ALUNO, ENTROU NUMA ESCOLA E AGREDIU O PROFESSOR.

O Porto Formoso não deve fugir muito a esta regra

Muito obrigada, bloguer águia pelo apoio a esta classe que tanto faz e que (já)não é devidamente respeitada. Depois de reportagns na tv acerca do tema que aqui referenciou, também eu já dei aulas numa escola da Ribeira Grande (Matriz), onde um aluno, de não mais de 10 anos me ameaçou em dar com uma mesa. Tal não aconteceu, e ainda bem... Mas, no ano antes, uma professora já com 25 anos de profissão foi agredida por um aluno (11 anos), com uma bofetada e a EB da Ribeira Grande bem como a policias não podem fazer nada, porque a criança é imputável. Na escola do Porto Formoso as coisas (ainda) não chegaram (ao que sei) a este ponto, e penso que dificilmente acontece
rá da parte das crinaçs, mas verdade seja dita, que por lá passa muitos pais e encarregados de Educação sem EDUCAÇÃO nenhuma, e que falam para os professores como se estivessem a falar para a vizinha da porta ao lado. Mas como é do conhecimento de todos, as acções ficam somente em quem as pratica.

Caro Bloguer pregaefoge, a minha atitude para com os mestrados ou analfabetos é excatamente a mesma, excluindo apenas e totalmente pessoas que são apenas mal formadas, coisa que não se aprende em nenhum banco da escola, mas sim que é algo que já nasce com ela ou então que é incutido por uma familia onde os valores e os compotamentos morais são algo que fazem partem da educação. Com mais ou menos habilitações do que eu, queira vossa excelencia desculpar, mas um doutorado ou até mestrado como voce, terá ainda algumas coisas a aprender como por exemplo, escreve-se bacharelato e não bacharlato (sem o E), quis é com S e não com Z (dahhh), e no contexto não se diz "a ver se atinem" mas sim "a ver se atinam" com, A. Ou será que durante a sua formação académica para tirar o seu doutoramento ou mestrado isso não fazia parte? Que me lembre o bom português é sempre algo de muito importante na apresentação das teses. Ou não terá sido o seu caso? Ou então já sei!`É um problema do teclado do seu pc....... Quanto ao que me quiser chamar de futuro está ao seu critério, mas pode-me apenas tratar por o meu nick, que é Lxpf e não Lxpd. Mais um erro do seu teclado.........

Caro bloguer "pregalheefoge", na minha terra costuma-se dizer que "os cães ladram e a caravana passa", que é o que irei passar a fazer consigo. Está visto que v. Excª não tem categoria para opiniar sobre profissão nenhuma, nomeadamente sobre a carreira docente, pela qual já revelou inúmeras vezes uma "grande dor de cotovelo". Realmente, é mesmo bom que futuros filhos de pessoas GRUNHAS como você, não frequentem a escola onde eu ou qualquer outro docente leccione, pois para grande quantidade de aberrações, já chegam as que actualmente lá estão.É então um grande favor que v. Excª faz, não contribuir para a natalidade deste pais.

Nem sei se deveria comentar o seu post, visto ser tão aberrante os comentários que faz acerca dos alunos da escola onde lecciona, demonstrando assim toda a sua incompetencia para exercer a sua profissão.
Cuidado, pais do Porto Formoso, é esta a educação que querem para os vossos filhos? nao é pois não!
POis então tratem de por a caravana a andar e levar as CADELAS com ela.

Queira vossa exa. setora "LXPF", tomar conhecimento que uma carta dirigida à Directora da Area Escolar de Maia, foi por mim enviada, de forma a fazer todos os esforços que a directora entender,para identificar a professora que lecciona na escola do porto formoso, e que em regime de substituição já leccionou na escola da matriz, mas que continua a chamar o seus alunos de e passo a citar ..."é mesmo bom que futuros filhos de pessoas GRUNHAS como você, não frequentem a escola onde eu ou qualquer outro docente leccione, pois para grande quantidade de aberrações, já chegam as que actualmente lá estão."...
Nao poderia deixar esta passar em branco carissima "amiga", seja mais contida nas expressões, afinal de contas recebeste formação para lidar com crianças, sejam mais ou menos formadas.
Cumprimentos,

Professora!!!

Não te deixes abater por aqueles que apenas sabem actuar debaixo do anonimato. A vida só é bela quando sabemos lutar por aquilo em que acreditamos

Caro bloguer pregalheefoge, tenho a dizer-lhe que a sua acessa denuncia tirou-me (e vai continuar a tirar para todo o sempre.......), o meu rico sono! Mal tenho pregado olho, devido ao que enviou (a uma grande amiga minha, a Dra Suzete, presidente da EBI da Maia), e vamos a ver se a tal carta chegará ás mãos da dita presidente. Eu própria me encarregarei de certificar de que a carta chega a bom porto. Descanse! Entretanto, acho que deve dar mais atenção ás pessoas que passam por si, pois se reparar com mais atenção eu devo passar muitas vezxes ao longo do dia pela sua pessoa, e como tal não deve ser dificil de me reconhecer pois neste momento critico da minha vida, tenho olheiras até aos joelhos, devido ás noites mal dormidas, com a denuncia que me fez. Sabe que mais? CRESÇA E APAREÇA! Cartas com esses conteúdos e derivadas de blogs ou opiniões pessoais não afectam em nada a carreia docente, nem é passivel de ser punido. Afinal como já lhe disse, vivemos em democracia e o direito á opinião faz parte dessa liberdade! P.s.: Digo-lhe mais, já dei aulas também na EB1/JI de Povoação (ano lectivo 2003/04) e na EB1/JI da lomba do Cavaleiro (2004/2005). Ajuda, ou quer o meu registo biográfico mais detalhado?
Bloguer AGUIA, obrigada pela força não só a mim, como a todos os que teem que levar com este tipo de posts. Afinal é muito chato e aborrecido (para além do tempo que se perde), aturar palhaços destes..........

Ah, e já agora seu burro, já há muito tempo que não existem áreas escolares. mas sim Básicas Integradas. Para o Bloguer pregalheefoge

Caros bloggers lxpf e pregalheefoge,

o nível de discussão que vossas excelências se estão a prôpor neste blog não se coaduna com o esperado por todos os outros leitores d'A Casa da Mosca.

A vossa discussão passou rapidamente de questões de interesse colectivo para questões individuais. Sendo assim, peço-lhes que as resolvam entre vós e não neste post.

Cumprimentos

A Casa da Mosca não é a casa da joana. Tenho dito.

Enviar um comentário

Locations of visitors to this page