« Home | Festa da Sra. da Graça - Sexta, Sábado e Domingo » | Festa de N. Sr.ª da Graça » | Central digital de telecomunicações » | Uma foto que vale o nosso passado » | Coisas boas e coisas más » | II Festival de Folclore do Porto Formoso » | Relíquias » | Multibanco e posto acesso público à Internet » | Ultramar » | Sol quente »

Desporto e Cultura

Torneio de ténis de mesa: 1º lugar Emanuel Marques; 2º lugar Emanuel Furtado; 3º lugar David Mendonça
1º lugar do torneio de futebol
Moagem Porto Formoso

Além da festa religiosa houve outras actividades de destaque. Algumas delas foram promovidas por particulares o que demonstra que há pessoas interessadas em desenvolver actividades na nossa freguesia.
Assim, durante a semana da festa houve torneio de futebol organizado pela Junta de Freguesia de Porto Formoso e torneio de ténis de mesa (ping-pong) organizado pelo Emanuel Furtado e Emanuel Marques com o apoio da Junta de Freguesia e da Fábrica da Igreja.
Houve também lugar à abertura ao público da Moagem Porto Formoso situada na “curva da Igreja”, propriedade do Sr. Artur Moniz.

Não foi possível colocar comentários neste post devido a um problema que já se encontra resolvido.

Que o furacão seja bom para todos, ou seja, que não faça mal a ninguém.

Cumprimentos

Convinha colocar uma legenda na equipa do futsal.
Parabéns à equipa do Epicentro que derrotou os Águias na final por 8 bolas a quatro.
O pessoal do Epicentro continua na mó de cima.

boas noites,

após regressar de uma viagem, notei que o partido socialista anda a patrocinar o homo sapiens.

Enquanto andámos com a casa às costas conseguiu-se ter uma equipa de futebol de onze no Porto Formoso, mercê da grande força de vontade dos seus atletas.

Este vigor ainda durou algum tempo, depois da construção do actual recinto desportivo.

Mercê de diversas pressões, a Junta de Freguesia, no final do anterior mandato, contruíu um campo de futsal.

Temos dois recintos desportivos e não sabemos se conseguiremos atletas para competirem no campeonato regional de futsal.

Perantes este e outros casos semelhantes torna-se difícil resolver os problemas do Porto Formoso, uma vez que a maioria das pessoas confunde o querer com o necessitar.

Moral da história - Como é dificil governar o nosso povo..

Esta iniciativa do Sr. Artur Moniz em recuperar e abrir ao público a moagem, é uma excelente forma de divulgar, promover todo um património histórico e cultural que muito enriquece o povo açoriano.
Será sem dúvida mais um ponto de paragem obrigatório para os turistas que nos visitam, se eventualmente o seu proprietário decidir abrir o moinho a tempo inteiro.
É mais um motivo para divulgar a imagem da freguesia do Porto Formoso.

Com um forte abraço.

O furacão GORDON, que supostamente iria atingir o arquipélago dos Açores, não fazia parte da teoria Americana da “Conspiração”. Foi só e apenas uma invenção de um meteorologista, apreciador de gim tónico.

Relativamente ao tema do Post um Bem Hajam, aos organizadores e aos participantes dos torneios. Como costuma dizer o Regedor, nem são necessários grandes orçamentos, mas com iniciativa, fazem-se coisas muito interessantes. Neste caso um complemento desportivo, muito importante para abrilhantar e enriquecer as Festas.

Por esta Europa fora, nestes últimos anos, em termos museológicos, assistiu-se a uma pequena revolução. O novo conceito de “oficina museu” ganha cada vez mais força. Estes pequenos núcleos preservam as artes, os ofícios e as “memórias” no seio das populações. Uma saudação especial para o Artur Moniz, por esta iniciativa particular.
Os objectos com interesse, perdem a “alma” fora do e contexto onde foram habitualmente utilizados. Como já aqui alertou o Raposo, esperamos que Porto Formoso saiba conservar estes pedaços de passado.

Saudações Formosas

O Porto Formoso precisa de gente nova e de coisas novas. O torneio de pingpong e a moagem do Artur moniz são dois exemplos para outras pessoas seguirem.

Os três jogadores que aparecem na fotografia do pingpong disseram-me que são muito bons.
Eles deviam fazer uma equipa de pingpong: a junta e a casa do povo pagavam as raquetes e bolas e compravam uma mesa. Todos os jovens podiam jogar e os melhores iam a outros torneios!

A equipa Epicentro que ganhou o futebol tem o nome da barraca do ano passado mas contou com gente de todas as profissões, partidos, grupos... O que conta é o espirito de grupo!

Adeus

Parece que as festas do porto formoso estão a ficar cada vez melhores...

A procissão no domingo foi digna de ser vista. Poucas freguesias fazem uma procissão como a nossa. As actividades fora do ambito religioso foram tambem uma melhoria muito boa para as festas.

As pessoas que as organizaram estão de parabens e acho que deviam continuar no ano que vem.

MAs há sempre "opinion makers" que têm sempre qualquer coisa de negativa a apontar. É o caso do bloguista pregalheefoge... Mas o pior seria se o PS andasse a patrocinar o "pitecantropos". Ainda bem que patrocina o homo sapiens...

Antes de tudo ou de nada, aplaudo o esforço e iniciativa que os intervenientes tiveram, para promover a nossa festa.

-O que mais me alenta e impulsiona num espelho, é que quando me vejo diante dele, reparo que a imagem que lá está só se mexe quando eu me movimento, logo, para que eu consiga os objectivos a que me proponho tenho que me mexer (motivação).


Isso diz respeito a cada um, todos têm capacidade, mas nem todos a desenvolvem...por diversos factores!

Inovar, dinamizar, transformar, modificar são verbos que necessitam de movimento para poderem existir. Há que ter motivação e muita força de vontade para que seja mais natural receber um elogio do que uma critica.

É verdade!

"não digas isso a ninguém" - Força Raposo!Um Abraço.

Com tempo tão bom durante o período das festas foi pena que não tivesse havido provas de atletismo e natação como em anos anteriores.
Cada vez se está a praticar menos desporto no Porto Formoso, apesar do nível cultural das pessoas ter aumentado

meu amigo Emanuel, só organiza torneios em que pode ganhar...grande malndro...essa é de político...

Caros bloggers,
ainda não tinha feito nenhum comentário à forma como, no meu entender, se passaram as festas de Nossa Senhora da Graça.

Pois bem...
Primeiramente, e no que concerne a questões climatéricas, penso que já há alguns anos que não tínhamos o tempo que tivemos.

Quanto à índole religiosa penso que este ano foi do melhor que poderíamos ter. A prossissão foi bantante "concorrida". Penso que não existe mais nenhuma freguesia nesta ilha que tenha uma prossissão como a nossa.

Pecou, no entanto, em relação à quantidade de iniciativas forma da questão religiosa. Pelo que sei foram só duas: O torneio de Ténis de Mesa e o torneio de Futsal. Apesar de algumas dificuldades logísticas, penso que ambas correram bem.

Deste modo, entendo que seria altura de revivar o ténis de mesa, vulgo ping-pong, desporto muito querido pela população e principalmente pelos mais jovens. Quanto a mim, estou totalmente disponível para se formar uma equipa de ping-pong com jovens, para posteriormente se poder competir a nível de ilha ou quem sabe a nível regional. Todos sabemos que isto poderá demorar, eventualmente, anos a acontecer. Penso que o Emanuel Marques também estará disponível...

Para que isto aconteça é preciso a estreita colaboração das mais diversas entidades da freguesia.

PS. No post em que fiz os agradecimentos a quem de direito, cometi um lapso. Esqueci-me de agradecer à Escola Secundária de Ribeira Grande, na pessoa do seu Presidente, o empréstimo das respectivas mesas para o torneio.

Um bem haja a todos

Um grande abraço ao Miguel Sousa.

Penso que estas 3 iniciativas são de louvar em todos os aspectos.

Destaco o moinho do sr. Artur Moniz. Mostra que uma pessoa, por si só, pode desenvolver actividades culturais. Demonstra ainda que este senhor não esquece as suas raízes. Merece uma visita!

Destaco ainda o Torneio de Ténis de Mesa. Duas pessoas (E. Furtado e o E. Marques) em nome próprio, tiveram uma iniciativa para todos usufruírem. Conseguiram apoios da Junta de Freguesia, da Fábrica da Igreja, da ESRG e assim conseguiram organizar o torneio. Um exemplo a seguir.

Apoio incondicionalmente a criação de uma equipa de Ténis de Mesa no Porto Formoso.
O INATEL organiza várias provas em São Miguel e poderiam participar atletas do Porto Formoso.
O ténis de mesa tem grandes vantagens: é barato e pode-se jogar em espaços fechados.
Além disso temos bons jogadores no Porto Formoso. Lembro-me de há uns anos o campeão de São Miguel ter perdido frente a um jogador do Porto Formoso...

Cumprimentos.

O contador de visitas aproxima-se perigosamente dos 50 000!

Para os que não tiveram oportunidade de visitar o Moinho, gostaria de chamar a atenção para as quatro fotografias da parede. Uma com Nossa Senhora da Graça e três com os moleiros; o Domingos Cramela que foi carteiro e hoje vive nos Fenais da Ajuda, outra do Plácido que emigrou para os E.U.A e a última do Carlinhos da Moagem que actualmente trabalha na loja do Carlos Teixeira.

É interessante verificar que há uma série de comentários vindos do estrangeiro dos "CASINHAS", na fotografia da matança do porco do sr. Manuel Casinha.
Um grande estímulo para todos os que aqui participam

Esta familia "Casinha" que ultimamente tem escrito no blog são as filhas do Manuel Casinha que casou com uma senhora de Nordeste.
O Manuel Casinha e a família vivem em Toronto. Já estive na sua casa e gostei de ver a sua colecção de objectos feitos em madeira. Recordo-me perfeitamente do seu filho mais velho e da filha Manuela, que esteve cá à poucos anos com o pai e a mãe.
Penso que estou certo daquilo que afirmo.

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

Caros bloggers,

É também com muita alegria que vejo pessoas como mais ou menos a minha idade, que por razões mais fortes tiveram de imigrar, vêm aqui comentar os posts postos pelo regedor. Só tenho pena de uma coisa: O blogger "carruncho" pelos vistos conhece-me e eu não o conheço. Gostaria, obviamente, se possível, que ele se identificasse para podermos trocar impressões sobre o o passado não muito longínquo, no fundo a nossa adolescência. Peço desculpa por parecer pieguisse...

Quanto ao resto, volto a deixar a minha disponibilidade para se formar uma equipa de jovens "ping-ponguistas" cá no Porto Formoso. Mais uma vez reitero que é necessário a envolvência das entidades da nossa terra. Penso que o Emanuel Marques também estará disponível para tal.

Um bem haja a todos.

PS: Caso o blogger "carruncho" queira contactar-me o meu e-mail é: evaristo.tens.ca.disto@gmail.com

A imprensa anuncia hoje que 70 Câmaras já ultrapassaram os limites de endividamento.

Entre estas estão cinco dos Açores:

- Povoação 107%
- Ribeira Grande 116%
- Velas 180%
- Calheta 196% e
- Lajes das Flores 205%

Não deixa de ser estranho que a iluminação da frente da Igreja ainda não tenha sido retirada.

Com o mau tempo que tem feito não há dúvidas que a retirada tardia daquele património venha a causar alguns prejuízos. Que me lembro, nunca a iluminação esteve tanto tempo sem ser retirada, a não ser que já fique para as festas do Natal.

Já agora, convinha aproveitar o pessoal das festas e colocar quatro vidros na janela da casa da rua Padre Rezendes.

Então falou-se mal do serviço que antigamente o Emanuel Soares prestava e agora os enfeites com as lâmpadas ainda não foram retirados da frente da Igreja!!!
Oxalá a Comissão espelhe nas contas o valor da mão de obra da iluminação que é para se saber quem fazia o serviço mais barato. Uma coisa é certa naquele tempo não se pagava as refeições aos trabalhadores.
Cá estaremos para ver e comentar.

Houve uma festa da cerveja na barraca das festas no fim de semana a seguir à festa. Alguém sabia?
Parece que ninguém soube e ninguém foi.

Na reunião do mês de Setembro, o executivo camarário decidiu que a 31 de Outubro f.f. o encontro daquele orgão terá lugar no Porto Formoso.

Oxalá a Junta de Freguesia saiba tirar proveitos dessa reunião.

Geralmente nesses encontros as Câmaras costumam levar uns "prémios" paras as freguesias.
Vamos lá a ver o que no calha.

Atrevo-me a sugerir que seja apresentado àquele orgão, pela Junta de Freguesia, um memorial sobre as principais necessidades desta terra.

José Raposo

os teus pais tem um cão á solta no jardim da sua casa que anda assustando e por vezes dentando muitas pessoas que passam despercebidas rento ao muro, que até já está passando dos limites para varias pessoas

são com essas coisas «mal organizadas pelos teus pais» que tu deves te preocupar, e não com uns vidros partidos e umas lampadas na Igreja que não causa mal a ninguém

Até Já

A Casa da Mosca é sem dúvida um grande elemento de intervenção cívica; se tal não fosse verdade a Comissão de Festas, depois de ler a crítica à iluminação, não procederia à sua desmontagem logo no Domingo de manhã.

O regedor devia por um cão na casa da mosca que mordesse os autores de comentários estúpidos.

Ia ser dentadas a eito.

quando houver novo torneio de ténis de mesa. avisem!!!

Enviar um comentário

Locations of visitors to this page